1/10

Sobre o aprofundamento do Golpe de Estado


Continuam girando as engrenagens do golpe, postas em movimento, fundamentalmente, pelos serviços secretos dos principais países imperialistas do mundo, sobretudo dos Estados Unidos, em aliança com um punhado rastejante de traidores da nação, que compreende desde grandes capitalistas como Joesley Baptista, até figuras chave da Polícia Federal e do Ministério Público brasileiro.

No dia 11 de Julho de 2017, o Senado aprovou a “reforma trabalhista”, que configura um dos mais amplos e profundos ataques contra os trabalhadores brasileiros das últimas décadas. Com ela, pretende-se diminuir radicalmente o preço da força de trabalho em nosso país ao modificar mais de 100 artigos da nossa legislação trabalhista, sempre no sentido de regulamentar formas de trabalho precárias – como permitir que mulheres grávidas trabalhem em condições de insalubridade –, bem como retirar direitos básicos e enfraquecer o poder de negociação coletiva dos trabalhadores.