top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Tributo a um professor revolucionário: camarada Joma Sison"



O camarada Joma Sison faleceu em 16 de dezembro de 2022 após duas semanas de hospitalização. Desejamos expressar nossas sinceras condolências a Julie de Lima, parceira e camarada de Joma ao longo da vida, seus filhos e seus parentes.


O camarada Joma fará muita falta por milhões de pessoas em todo o mundo. Nós damos a ele uma saudação vermelha.


O camarada Joma foi um revolucionário, liderando o caminho a seguir para a libertação do povo filipino e dos povos do mundo. Ele dedicou sua vida à derrubada do imperialismo e outros sistemas de exploração.


O camarada Joma era um professor que nos ajudou a entender a história e o mundo como é para que pudéssemos melhorar nossos esforços para mudar o mundo para o povo. Ele lutou até à sua morte para expor os revisionistas, os capituladores capitalistas nos antigos países socialistas que demonstraram sua traição vis ao trabalhar para restaurar o capitalismo em alguns ex-países socialistas.


Joma foi um visionário que nos mostrou o caminho a seguir para um novo mundo da democracia, liberdade, independência e socialismo para um futuro brilhante para todos. Ele alertou corretamente o proletariado mundial sobre a vital importância de Mao Zedong e a Grande Revolução Cultural Proletária (GPCR) na China, que será necessária de alguma forma no futuro nos países socialistas para proteger a revolução da restauração capitalista.


O que deve ser entendido é que, após a Segunda Guerra Mundial, mais de um terço do povo do mundo vivia sob o sistema socialista e milhões no mundo colonial e semi-colonial estavam sendo inspirados pelo socialismo a lutar por sua independência e libertação. Pense na URSS, China, Europa Oriental, Cuba, Vietnã, Coreia do Norte, etc.


Se esse momento continuasse, é concebível que dois terços ou mais do mundo as pessoas vivessem hoje no socialismo. O que parou esse momento?


Como Joma nos lembrou em muitas ocasiões, os revisionistas, os capituladores capitalistas de cada um dos países socialistas aproveitaram as mortes de Stalin e Mao Zedong e, juntamente com o apoio do imperialismo, lançou a base para a restauração do capitalismo, destruindo tods as magníficas realizações das pessoas nesses países.


Como Joma nos lembrou, Mao Zedong e a Grande Revolução Cultural Proletária que duraram cerca de 10 anos alcançaram algumas vitórias importantes para o socialismo naquele tempo, mas finalmente foram derrotadas. As lições disso devem ser aprendidas e o revisionismo deve ser combatido e derrotado.


Uma das muitas contribuições duradouras de Joma para o povo do mundo foi sua contribuição para a reconstrução do movimento global dos povos contra o imperialismo e particularmente contra o imperialismo dos EUA, que tem sido o país imperialista mais voraz, bélico e cruel do mundo.


Uma de suas contribuições nesse sentido foi o planejamento, o lançamento e a operação da Liga Internacional da Luta dos Povos (ILPS), que continua há mais de 20 anos fazendo um magnífico trabalho em expor e opor as guerras imperialistas, exploração imperialista e assalto imperialista. Este é um dos melhores legados de Joma.


Joma sabia que os revisionistas, os capituladores capitalistas e outros oportunistas haviam cometido e estavam cometendo traição agindo para encobrir os crimes do imperialismo e até colaborar com imperialismo ao cometer tais atos criminosos contra os povos.


Mobilizar o povo contra o inimigo comum era o que precisava ser feito e foi feito.


A ILPS se tornou a organização de massa dos povos maiores e mais eficaz que luta pela democracia e contra o imperialismo e a exploração imperialista com centenas de organizações de massa dos povos como membros em todo o mundo e ainda está crescendo e avançando.


Esta foi uma das muitas conquistas duradouras do visionário camarada Joma. Ele decidiu em 2019 se RETIRAR de sua posição como presidente da ILPS para se concentrar em escrever o que, é claro, o mundo precisava desesperadamente.


Me pediram para me tornar o presidente. Era impossível ocupar esse papel à altura, mas ele ajudou enormemente concordando em se tornar o recém estabelecido presidente emérito da ILPS.


Isso permitiu que o camarada Joma continuasse a orientar, ajudar e se envolver, tudo em um nível diferente. Seremos eternamente gratos por sua decisão, o que foi uma grande assistência ao longo desses anos desde 2019.


Sentiremos muita falta do querido camarada Joma. Sentiremos falta de seu senso de humor contagioso, sua análise cortante das contradições do mundo, seus importantes escritos e seu internacionalismo. Todos devemos intensificar o estudo dos seus importantes escritos e livros.


Nunca esqueceremos suas enormes contribuições a serviço dos povos do mundo e particularmente do povo filipino.


O camarada Joma nos deixou um enorme legado que nos guia no combate ao imperialismo, na luta pela revolução, ao servir a classe trabalhadora e outros trabalhadores, em mudar o mundo para um futuro socialista brilhante.


Vamos lembrar de você sempre Joma. Seguiremos adiante!

Viva a amada memória do camarada Joma Sison!

Viva seu querido internacionalismo e solidariedade internacional!

Viva seu desejo constante para derrubar o imperialismo!


Len Cooper

Presidente da Liga Internacional da Luta dos Povos (ILPS)

0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-mai24.png
capa29 miniatura.jpg