top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"A unidade monolítica coreana"



O fundamental na ideologia política do líder Kim Jong Il (1942-2011) é a unidade monolítica.


Na década de 1990, quando a República Popular Democrática da Coreia passou pelas provações mais severas, Kim Jong Il elevou a unidade monolítica a um estágio mais alto modelado no estilo de luta e na maneira de trabalhar manifestada pelo Exército Popular Coreano. Assim, essa unidade monolítica acaba por ser uma força invencível que não pode ser quebrada mesmo com armas nucleares.


Novo plano da unidade monolítica


A tocha entregue aos jovens por Kim Jong Il em 1995, desejando que eles sejam sempre a tocha inextinguível da revolução, é herdada hoje como um revezamento da revolução.


A unidade monolítica coreana, a de seus membros da sociedade, não é mecânica, automática ou involuntária, mas é como um corpo orgânico no qual o Partido e as massas estão solidamente unidos ideológica, volitiva e moralmente em torno do Líder.


Tal estrutura sócio-política foi precisamente esclarecida pelo líder Kim Jong Il.


Ele revelou a posição e o papel do líder na revolução e na construção socialista e apresentou a teoria da unidade monolítica centrada no líder de que a unidade das massas de pessoas armadas com a ideia de um líder que o tem no centro constitui o mais forte e poderoso modelo.


A unidade monolítica coreana baseia-se na sublime obrigação moral para com o líder que assume a responsabilidade pelo destino do povo e dos camaradas que se ajudam e orientam uns aos outros. Aqui está sua característica importante.


Graças ao Líder, a RPDC se tornou uma grande família com todos os membros ajudando e orientando uns aos outros.


Depois de meados da década de 90, quando a RPDC estava fazendo a dolorosa marcha em defesa do socialismo, o líder Kim Jong Il apresentou o Exército Popular Coreano como a vanguarda da revolução e fez toda a sociedade aprender seu estilo de luta e maneira de lutar. Então elevou a unidade monolítica tradicional coreana para um novo plano. Perante a realidade de que o Exército ajuda o povo e o povo apoia o e Exército e defende o líder e o Partido com sua vida através da grande unidade civil-militar, as tentativas das forças hostis de esmagar a Coreia socialista foram frustradas.


Um mundo de confiança


O líder Kim Jong Il realizou todos os seus esforços, sempre confiando firmemente nos camaradas revolucionários, e eles o seguiram fielmente, considerando sua confiança como a maior glória.


Ele considerou que a maneira mais correta de alcançar a unidade monolítica é o amor infinito e a confiança no ser humano, ou seja, nas pessoas.


Seu mundo de confiança se manifestou de forma concentrada para resolver todos os problemas confiando inteiramente na força das pessoas que o consideravam como o céu. Durante a sua liderança, sentou-se sempre à frente dos habitantes locais e tirou das suas modestas palavras a excelente forma de promover a construção socialista. Ele costumava aconselhar os funcionários que nada era impossível se confiassem na força do povo e a mobilizassem.


Sua confiança no povo produziu a absoluta confiança e apoio do povo e tornou a unidade monolítica coreana mais poderosa e sólida. Graças a isso, a Coreia Popular, embora seu território não seja grande e sua população não seja numerosa, foi capaz de preparar o trampolim para a construção do poder socialista, criando milagres centenários de levantar muitas criações gigantescas e lançando até mesmo os satélites artificiais, mesmo na situação tão rigorosa que outros teriam inevitavelmente se curvado.


Do Naenara

banner-HISTÓRIA-DAS-REVOLUÇÕES.png
Clube-do-Livro-2023.png
JORNAL-BANNER.png
WHATSAPP-CANAL.png
TELEGRAM-CANAL.png
bottom of page