top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"O martírio de Kerima Lorena Tariman"



Soubemos hoje do martírio da artista revolucionária e lutadora vermelha Kerima Lorena Tariman (Ka Ella). Ela e Ka Pabling morreram em um confronto armado entre uma unidade do Novo Exército Popular (Frente Negros do Norte) e as tropas fascistas do 79º Batalhão de Infantaria em 20 de agosto de 2021 na cidade de Silay, Negros Ocidental. Ela tinha 42 anos.


Estendemos nossas mais profundas condolências ao marido de Ka Ella, seus filhos, sua família e amigos.


Artista e intelectual, Ka Ella conquistou a simpatia das massas camponesas de Negros e abraçou sua causa. Eles lamentam profundamente sua morte. Todo o movimento revolucionário sofre. Seu sacrifício, e o de Ka Pabling, no entanto, inspira e encoraja todos os revolucionários e o povo filipino, particularmente as massas oprimidas e exploradas de Negros a quem ela serviu carinhosamente, para empreender a revolução com mais firmeza.


Prestamos homenagem a Ka Ella, cujos aclamados poemas e obras literárias refletiram os sofrimentos, a causa e as lutas dos pobres e oprimidos. Ela se tornou a artista que era ao mergulhar nas massas camponesas a quem servia. Neles, ela encontrou a inspiração para seu ofício.


A morte de Ka Ella vem na sequência do recente assassinato do artista revolucionário Ka Parts Bagani. As duas mortes trouxeram profunda tristeza ao movimento revolucionário e progressista e à comunidade cultural, mas, ao mesmo tempo, está fadada a induzir muitos artistas a seguir o caminho do serviço abnegado ao povo.


Do Partido Comunista das Filipinas


0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-mai24.png
capa29 miniatura.jpg