banner VII Salao do Livro Político.gif
  • NOVACULTURA.info

"Fortaleçamos a Amizade e a Solidariedade com os jovens trabalhadores do mundo"



Em breve se celebrará em Varsóvia, capital da Polônia, a Conferência Internacional dos Jovens Trabalhadores. Vocês têm a honra de participar nela em representação da juventude trabalhadora de nosso país.


Aproveitando esta reunião com os companheiros delegados a esta conferência, gostaria de falar sobre algumas questões.


No passado, sob o domínio colonial do imperialismo japonês, os jovens coreanos, em plena idade escolar, murchavam-se como escravos do capital, sujeitos a todo tipo de humilhações e maus tratos por sua nacionalidade, sem possibilidade de estudar. Na sociedade colonial, a situação dos jovens trabalhadores era trágica. Se viam forçados a cumprir jornadas de 12 ou 16 horas em fábricas e minas, desprovidas de instalações de proteção ao trabalho e sofrendo uma cruel exploração. Sob o domínio do imperialismo japonês, os jovens trabalhadores foram vítimas de abuso, desprezo, fome e miséria.


Tudo isso acontecia porque nosso povo não tinha seu Estado e seu poder. Uma nação despojada de seu país e seu poder não pode evitar abusos ou trabalhos avassaladores. É por isso que se diz, nos tempos antigos, que um povo apátrida tem pior sorte que o cão na casa em duelo.


Hoje, porém, a situação da juventude coreana mudou radicalmente. Como juventude de um Estado soberano, desfruta de plena liberdade e direitos. Participa livremente na vida estatal e política e na atividade das organizações sociais, trabalha de acordo com sua capacidade em todas as esferas da economia nacional e estuda de acordo com seu desejo e vocação ciências e técnicas avançadas em escolas de todos os níveis.


Hoje, a juventude de nosso país marcha com cabeça erguida, lado a lado com os jovens dos países grandes e pequenos, e envia seus delegados para reuniões internacionais.

À próxima Conferência Internacional de Jovens Trabalhadores assistirão, de todos os continentes, gente como vocês. Por isso, não encontrarão nenhuma dificuldade em suas atividades nela.


O evento servirá como uma razão importante para manifestar claramente o poder da unidade em todo o mundo. Em outras palavras, demonstrará a força coesa dos jovens trabalhadores do mundo que lutam pela paz e pela democracia, pela independência nacional e pelo socialismo, contra o imperialismo e o colonialismo que pisoteiam a liberdade e os direitos da juventude.


Na Conferência se trocarão opiniões sobre os sucessos e as experiências que os jovens nos países emancipados do domínio colonial do imperialismo alcançaram na luta pela construção de uma nova sociedade. Serão examinadas também questões para fortalecer a luta comum dos jovens contra o imperialismo, pela paz, democracia, independência nacional e socialismo; a favor das demandas políticas e econômicas dos jovens trabalhadores.


Na Conferência Internacional de Jovens Trabalhadores, vocês devem demonstrar sem reservas o temperamento da juventude coreana, inteligente e corajosa. A esperança de nosso povo e juventude que depositam em vocês, delegados à conferência, é grande.


Na Conferência divulgarão e propagarão amplamente a inquebrável luta de nosso povo e juventude, que dedica toda a sua força e paixão à construção de uma nova Coreia democrática, rica e poderosa, bem como os grandes sucessos e experiências valiosas alcançadas neste processo.


Após a libertação, a juventude e o povo de nosso país fizeram em pouco tempo, menos de três anos, um enorme trabalho que outros não poderiam fazer em dez ou vinte anos. Eles estabeleceram o Poder Popular, realizaram reformas democráticas e criaram uma sólida base democrática na Coreia do Norte.


Na luta por estabelecer o Poder popular e realizar reformas democráticas, os jovens desempenharam magnificamente seu papel de brigada de choque e contribuíram muito. No trabalho de construção de uma nova sociedade, eles sempre se ofereceram para os trabalhos mais difíceis e dolorosos, desempenhando um papel de liderança. Mesmo em condições difíceis, onde tudo era escasso devido à destruição total, eles estavam sempre à frente das massas, exibindo sua abnegação patriótica e sua força criativa inesgotável, corajosamente venceram os contratempos e as dificuldades e restauraram fábricas, empresas e trilhos de trem. Dentre eles, surgiram numerosos abandeirados na construção do país e heróis do trabalho, e aumentaram dia a dia as fileiras dos inovadores da produção.


Graças ao abnegado trabalho dos jovens e do povo, o plano da economia nacional para 1947, o primeiro da história de nosso país, foi brilhantemente cumprido, e foram dados grandes passos para superar o atraso colonial da economia e criar uma economia nacional independente.


Todos os sucessos e façanhas realizados na construção de uma nova sociedade estão encharcados do precioso suor dos jovens. Os feitos de nossa juventude na construção de uma nova sociedade brilharão para sempre na história da pátria e permanecerão gravados para sempre no coração do povo. As orgulhosas proezas e as valiosas experiências de nossos jovens na construção de uma nova sociedade ganharão a simpatia dos jovens do mundo e os ajudarão muito em seu trabalho.


Vocês devem expor e denunciar aos jovens trabalhadores do mundo a política de agressão dos imperialistas ianques contra a Coreia e suas maquinações na Coreia do Sul. Também devem dar a conhecer claramente a luta que os jovens sul-coreanos empreendem com coragem derramando sangue pela reunificação da pátria contra a bárbara domação fascista e terrorista dos imperialistas ianques e seus lacaios. Em especial, têm que disseminar amplamente entre os jovens trabalhadores do mundo a orientação de nosso Partido sobre a reunificação da pátria e a luta dos jovens norte-coreanos para leva-la a feliz término.


Na Conferência, vocês devem se esforçar para fortalecer a amizade e a solidariedade com jovens de todos os países do mundo que lutam pela paz, democracia, independência nacional e pelo socialismo.


Aprenderão bem as experiências de luta dos jovens trabalhadores de outros países e retornarão com notas claras de todos os debates da Conferência, bem como das coisas que viram e experimentaram.


Quando retornarem, anunciarão a todos os jovens os trabalhos da Conferência e a atividade da delegação por meio de comícios de informação, conferências e publicações. Deste modo, farão que sintam dignidade e orgulho nacionais, entendendo que os jovens coreanos exibem uma atividade legítima na arena internacional.


Hoje nossos jovens vivem uma era gloriosa na qual uma nova Coreia democrática é construída. Portanto, têm que viver, trabalhar e lutar com dignidade como executores desta empresa.


Os jovens são protagonistas da construção da nova sociedade. Se querem cumprir exitosamente sua missão, devem primeiro estudar.


Estudar é o primeiro dever da juventude de nossa época. Sem estudar, não poderão ser protagonistas da construção de uma nova pátria. Os jovens devem estudar, estudar e estudar.


Devem estar bem preparados para construir o país e constantemente aumentar sua consciência ideológica. Tem que estudar profundamente as linhas, decisões e diretrizes de nosso Partido e conhecer bem a história da luta de nosso povo e a situação política.


As organizações da União da Juventude Democrática devem ensinar adequadamente os jovens, aplicando várias formas e métodos de acordo com seus gostos e características.


A juventude deve marchar à frente das massas na construção de uma nova pátria. Ela é a executora principal da edificação de um Estado soberano e independente, rico e poderoso. Como não se pode erguer uma casa magnífica sem fortes pilares, tampouco se pode construir um Estado soberano e independente, rico e poderoso sem o trabalho ativo de jovens vigorosos e valentes.


Os jovens devem tomar sempre a dianteira nos trabalhos mais difíceis e penosos e realizar façanhas heroicas em todos os setores da economia nacional: fábricas, minas, indústria florestal, pesca, economia rural, etc.


Os jovens devem amar o trabalho e considerá-lo a atividade mais honrosa.


O trabalho é a fonte de criação dos bens materiais. Na sociedade antiga, o trabalho era considerado algo baixo e vergonhoso, mas em nossa sociedade não há nada mais honroso que o trabalho.


Nossos jovens de ambos os sexos devem não apenas querer trabalhar, mas também rejeitar a ideia de permanecer ocioso. Tem que participar com abnegação no trabalho conjunto e observar conscientemente a disciplina do trabalho.


Os jovens também devem encabeçar a luta para reunificar a pátria.


Hoje, nosso país enfrenta o perigo de ser dividido para sempre. O imperialismo ianque levou ilegalmente a questão coreana à Assembleia Geral da ONU e inventou a "Comissão Provisória da ONU para a Coreia" usando seu aparato de votação. Em 10 de maio passado, efetuou eleições separadas na Coreia do Sul sob a supervisão dessa "Comissão" e hoje em dia convocou o chamado "parlamento", tratando de criar um governo fantoche com elementos pró-japoneses, pró-ianques e traidores à nação.


Não podemos contemplar com braços cruzados as maquinações que os imperialistas ianques perpetram na Coreia do Sul para formar um governo fantoche. Todo o povo e toda a juventude devem detê-la e frustrá-las, isolar completamente seus lacaios, os traidores da nação.


A juventude e a população da Coreia do Norte devem apoiar e ajudar ativamente seus companheiros do Sul em sua luta anti-ianque pela salvação nacional. Devem encorajá-los a se levantar como um só homem na luta para estabelecer um governo central unificado, contra as manobras dos imperialistas ianques que desejam formar um governo fantoche.


Estou certo de que vocês voltarão havendo cumprido as tarefas designadas na Conferência Internacional de Jovens Trabalhadores.


Instruções de Kim Il Sung dadas aos delegados da juventude trabalhadora da Coreia que assistirão à Conferência Internacional de Jovens Trabalhadores, em 20 de junho de 1948


Tradução da KFA-Brasil