"RPDC invoca o heroico espírito de luta dos anos 50"


No editorial publicado hoje para marcar o 67º aniversário da vitória na Guerra da Pátria, o jornal Rodong Sinmun destaca que o espírito de luta heroica manifestado pela geração anterior que alcançou a vitória na guerra constitui uma herança ideológica valiosa da Coreia do Juche e continua:

O inflexível espírito de defesa da pátria, manifestado em tempos de guerra, é um grande pensamento da época que herda o espírito revolucionário de Paektu. E inspira um fervoroso patriotismo em todos os civis e militares e os convoca a realizar façanhas heroicas.

Os vencedores da guerra ensinaram com suas ações que a liderança do líder deve ser fielmente apoiada para defender e glorificar a dignidade e a honra do país e confirmou a verdade de que ninguém neste mundo pode derrotar as pessoas que têm confiança em si mesmas.

Além disso, demonstraram que pessoas com força espiritual firme podem criar milagres de todos os tipos.

Quando encontraram uma infinidade de inimigos e se viram em uma situação desfavorável, os otimistas revolucionários coreanos travaram a batalha de vida ou morte com a firme convicção de que seriam vitoriosos sem falhar na guerra sob a orientação sábia do presidente Kim Il Sung.

Os soldados do Exército Popular cobriram a armadura inimiga com seus corpos e enfrentaram aviões e tanques inimigos arriscando suas vidas, enquanto os habitantes fabricaram as munições de guerra operando máquinas com as mãos e se dedicaram à produção agrícola, transporte de suprimentos e ajuda a frente apesar do bombardeio indiscriminado dos inimigos.

Os caças do EPC enterraram o cruzador inimigo no mar com 4 barcos de torpedo, resistiram ao ataque de 50 mil inimigos com 4 canhões por 3 dias e abateram o caça inimigo com a aeronave convencional.

O temperamento de luta dos militares e civis coreanos admirava a todos e chocava os inimigos.

Graças a esse espírito de luta heroica que continua geração após geração, nossa pátria se orgulhará para sempre como uma terra de milagres.

Da Korean Central Agency News (KCNA)

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube