ILPS: 'Responder aos ataques fascistas na Índia!'


A Liga Internacional da Luta dos Povos (ILPS) condena veementemente os ataques fascistas do governo Modi, com sua nova lei de cidadania discriminando a minoria muçulmana na Índia. O primeiro-ministro Narendra Modi está aplicando a islamofobia exaltada pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump e a extrema direita em sua própria tentativa de intensificar a guerra contra o Paquistão e seu povo. Em conjunto com a implementação do Registro Nacional de Cidadãos, o regime de Modi está envolvido na limpeza étnica em linhas comunitárias religiosas para tornar real a perspectiva direitista do Partido Bharatiya Janata de um Estado fundamentalista hindu. A grande burguesia da Índia pretende extrair cada vez mais lucros da exploração do seu povo trabalhador, dividida em linhas religiosas. Pisou em sua própria Constituição secular e viola flagrantemente leis e normas internacionalmente reconhecidas. Com a lei de cidadania conhecida como Lei de Emenda à Cidadania (CAA), o Estado fascista indiano, sob o comando do primeiro-ministro Modi, impôs um registro da população nacional aos muçulmanos para provar sua cidadania com documentos de sua linhagem que remontam a 1986 quando a alfabetização era de apenas 40% entre os muçulmanos. O governo indiano está agora construindo "campos de detenção" para cidadãos "ilegais" semelhantes aos guetos judeus e campos de concentração sob o domínio nazista de Hitler. A grande mídia e a mídia social são inundadas com notícias manipuladas em favor da lei da cidadania. O ataque fascista é apoiado por grupos paramilitares liderados pelo Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS) que pede abertamente o genocídio dos muçulmanos. De fato, os manifestantes já estão sendo mortos ou detidos arbitrariamente. O número de refugiados em situação de vulnerabilidade está aumentando. A ILPS apela a todos os seus membros e aliados para que denunciem esse ataque fascista na Índia e apoiem a justa luta do povo da Índia para revidar os ataques e reivindicar sua liberdade, direitos democráticos e solidariedade com os povos que resistem ao imperialismo e ao fascismo. 10 de janeiro de 2020 Emitido pelo Gabinete do Presidente da Liga Internacional da Luta dos Povos (ILPS)

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube