1/10

"A bandeira do dia da mulher convoca a unir e lutar contra Regime EUA-Duterte!"


Neste dia histórico, de ações coletivas das mulheres se tornando uma força mundial a ser reconhecida, as mulheres revolucionárias filipinas sob a bandeira de Malayang Kilusan e Bagong Kababaihan (MAKIBAKA) continuam a feroz tradição de mulheres fortes que resistem e lutam ao longo da linha e do programa da revolução nacional democrática contra o sistema semicolonial e semifeudal. Ao celebrarmos o Dia Internacional da Mulher, reconhecemos e juramos derrubar o principal inimigo das mulheres filipinas e de todo o povo filipino hoje: o regime norte-americano de Duterte.

No comando deste regime está Rodrigo Duterte, que é a misoginia personificada. Ele é um chauvinista que reivindica estimar a memória de sua falecida mãe ativista, mas reduz nosso valor aos nossos órgãos sexuais e ordena que seus cães raivosos na FAF (Forças Armadas Filipinas) mutilem mulheres que ousam desafiar sua tirania e ditadura. Ele é um mentiroso descarado que há muito rouba o crédito pelo árduo trabalho de mulheres ativistas na cidade Davao, que realizam programas e legislações pró-mulheres a fim de desodorizar o mau cheiro de seu sexismo entrincheirado.