Saudemos e apoiemos a vitoriosa campanha "Um Manifesto na mão de cada Trabalhador!"



Com o objetivo de ampliar a divulgação da ideologia científica do proletariado entre nosso povo, o Grupo de Estudos Pedro Pomar (GEPP), em parceria com o Grupo de Estudos ao Povo Brasileiro (GEAPB), as editoras Expressão Popular e Nova Cultura e a organização União Reconstrução Comunista (URC), lançou a campanha “Um Manifesto na mão de cada trabalhador”, que pretende distribuir gratuitamente aos trabalhadores centenas de exemplares do famoso texto de Marx e Engels.


A campanha consiste no financiamento coletivo – uma “vaquinha” online – de um fundo para a aquisição dos exemplares do Manifestos do Partido Comunista a serem distribuídos. O objetivo inicial era a arrecadação de 1200 reais para a aquisição de 300 exemplares do livro. A distribuição será feita para os trabalhadores dos locais onde atuam os companheiros dos dois grupos de estudo que estão promovendo a campanha e para movimentos populares, associações e sindicatos da região. A campanha continua aceitando doações até o final deste mês.


Como forma de divulgação, estão sendo organizados pelas redes sociais sorteios de outros importantes textos do marxismo-leninismo-maoismo. A editora Expressão Popular, que auxiliou em todo o processo de concepção da campanha, deu sua contribuição doando para sorteio um exemplar do livro “Mao Zedong na Revolução Chinesa”, uma coletânea de textos do grande revolucionário chinês. A edições Nova Cultura, por sua vez, doou um exemplar do livro “Marxismo-Leninismo: uma introdução”, de autoria do líder revolucionário filipino José Maria Sison.


A repercussão da campanha superou todas as expectativas, alcançando a meta inicial em menos de um dia. Contou, para isso, com a contribuição de apoiadores e simpatizantes de todas as regiões do Brasil e até mesmo de outros países, em uma valorosa demonstração de internacionalismo proletário.


Com esse esplêndido sucesso, os idealizadores da campanha decidiram destinar o excedente das arrecadações de duas formas: 40% para adquirir o máximo de exemplares do Manifesto Comunista e 60% será entregue em solidariedade para a Liga dos Camponeses Pobres (LCP), em reconhecimento ao seu importante papel na luta contra o monopólio da terra em nosso país e o consequente recrudescimento dos ataques do Estado burguês-latifundiário contra esse movimento popular.


Saudamos essa importante iniciativa para o povo brasileiro! Convidamos nossos leitores a contribuir com a campanha! Que essa seja a primeira de muitas e cada vez maiores campanhas dessa natureza! Sigamos servindo ao povo!

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube