1/10

"Devemos seguir a palavra de ordem 'Um por todos e todos por um!'"



O slogan revolucionário "Um por todos e todos por um!", que incorpora o princípio fundamental da existência e desenvolvimento do socialismo de estilo coreano e reflete a demanda e aspiração do povo coreano.


É assim que o jornal Rodong Sinmun avança em seu editorial divulgado nesta segunda-feira e segue:


A palavra de ordem coletivista, nascida na época histórica em que se instalou o regime socialista em nosso país, conquistou a simpatia das massas por ter refletido a demanda natural da sociedade socialista e tem provocado grandes transformações no campo ideológico e espiritual e na forma de luta e trabalho do povo.


Sob tal lema, acendeu-se a chama do movimento Chollima, que permitiu a conclusão da industrialização em apenas 14 anos – conquista que levou vários séculos para outros países – e possibilitou a RPDC tornar-se um estado industrial socialista.


O objetivo do Partido consiste em criar novos milagres surpreendentes, como no tempo de Chollima, sob a mesma palavra de ordem.


A marcha geral de hoje para cumprir o novo Plano Quinquenal irá verificar a correção da linha e estratégia do Partido do Trabalho da Coreia para gerar saltos incessantes com o poder do coletivo.


O lema torna possível transformar a sociedade coreana em uma grande família fortemente unida, frustrar as manobras sujas dos inimigos e defender com firmeza a ideia e a cultura de nosso país e a pureza de sua moralidade.


O povo coreano invariavelmente defenderá o atributo da RPDC de sociedade harmoniosa com virtudes e afetos, e superará as dificuldades de hoje com o poder da unidade monolítica.


Erguendo a bandeira mais alto, todos devem glorificar a grande pátria socialista com propósito, afeto, inteligência e entusiasmo unidos.


"Um por todos e todos por um!" reflete a concepção coletivista de vida


O slogan apontado no título é uma impressão da natureza do socialismo e da verdadeira imagem da RPDC, onde todos marcham juntos ajudando uns aos outros.


A concepção coletivista de vida está presente em todas as orgulhosas vitórias e viradas do século que coroam a luta do povo coreano.


Na época de Chollima, houve uma mudança radical na perspectiva coreana e na forma de trabalhar, e milagres e inovações foram registrados na construção socialista.


Durante o então movimento Chollima, os coreanos estavam acostumados a colocar os interesses do coletivo e do país antes do que os dos indivíduos e das famílias, mesmo que fundos, materiais, alimentos e roupas fossem escassos.


Seu mundo espiritual consistia em trabalhar com abnegação pelo país, pelo povo, pelo coletivo e pelos camaradas.


Em virtude dessa concepção coletivista, a industrialização socialista foi concluída no país apenas em 14 anos.


A cada dia o coletivismo do povo coreano está se desenvolvendo.


Membros de um esquadrão de heróis do Komdok superaram a meta de produção de janeiro passado em quatro vezes.


O chefe e outros veteranos da brigada se esforçam para treinar novatos como mineiros qualificados, ensinando-lhes as habilidades e experiências de trabalho.


Hoje em dia, comportamentos louváveis ​​de ajuda voluntária aos necessitados, atrasados ​​e sofredores são relatados um após o outro na RPDC.


Da KCNA (Korean Central News Agency)

20 visualizações
JORNAL-BANNER.png
WHATSAPP-CANAL.png
TELEGRAM-CANAL.png