1/10

Breves informações sobre o VIII Congresso do Partido do Trabalho da Coreia



Entre 5 e 12 de janeiro de 2021, o Partido do Trabalho da Coreia (PTC) reuniu seu VIII Congresso em meio a difíceis condições externas e internas para a Revolução Coreana. Como se sabe, o país se encontra há mais de um ano em estado de alerta e fechamento, para evitar que a Covid-19 se alastre entre a sua população. Ademais, já se sabe que o recém-eleito presidente estadunidense Joe Biden planeja uma retomada da retórica belicista e agressiva contra a República Popular Democrática da Coreia, colocando sobre o povo coreano e seu Partido dirigente duras tarefas históricas. Não foi à toa a declaração do camarada Kim Jong Un, secretário-geral do PTC, segundo a qual a convocação do VIII Congresso “desferiu um golpe demolidor contra todos os reacionários que sentem aversão por nossa causa e tentam impedi-la.”


Segundo o portal de notícias KCNA (Korean Central News Agency), o VIII Congresso do PTC se baseou nas seguintes pautas: 1) balanço do trabalho do Comitê Central do PTC; 2) balanço do trabalho da Comissão Central de Auditoria do PTC; 3) acerca da revisão das regras (Estatuto) do PTC; 4) eleição do órgão dirigente do Comitê Central do PTC. No que diz respeito à estruturação do Congresso, a regra decidiu pela eleição de um delegado com direito a voto para cada 1,3 mil membros partidários, e um delegado com direito à fala para cada 1,3 mil membros.