top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Fortaleçamos ainda mais o sistema socialista do nosso país"



Camarada Deputados,


As eleições para a Quinta Assembleia Popular Suprema da República Popular Democrática da Coreia foram realizadas com sucesso em um momento em que todo o nosso povo está fazendo um grande avanço revolucionário em todas as frentes da construção socialista, sustentando a decisão do histórico Quinto Congresso do Partido do Trabalho da Coreia, e quando toda a nação ferve com o desejo ardente de reunificação independente e pacífica.


Todos os nossos cidadãos, com grande orgulho e com um sentimento de honra por serem cidadãos da RPDC, participaram nas eleições e manifestaram o seu apoio incondicional e profunda confiança ao nosso Partido e ao Governo da República. Estas eleições fortaleceram ainda mais o nosso poder revolucionário, consolidando a base revolucionária da metade norte da República.


Em nome do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e do Governo da República, gostaria de agradecer calorosamente a todo povo pelo seu apoio sem reservas e pela profunda confiança no nosso Partido e no Governo da República, tal como se manifestou nas últimas eleições.


Camaradas, vinte e quatro anos se passaram desde que o povo coreano embarcou na criação de uma nova sociedade e uma nova vida sob a bandeira da República, com uma genuína constituição popular, a primeira desse tipo em sua história. Neste período, nosso povo, sob a sábia liderança do Partido do Trabalho da Coreia, fez grandes conquistas na revolução socialista e na construção do socialismo. Durante esses anos, houve uma transformação verdadeiramente grande neste país e as mudanças que marcaram época ocorreram nas esferas política, econômica e cultural da vida de nosso povo.


Nossa situação hoje exige urgentemente o estabelecimento de uma nova Constituição Socialista para dar força legal às tremendas conquistas de nosso povo na revolução socialista e na construção do socialismo e estabelecer os princípios das características políticas, econômicas e culturais da sociedade socialista. Portanto, formamos a Comissão para a Elaboração da Constituição Socialista da RPDC e preparamos o projeto da Constituição Socialista. O projeto da Constituição Socialista da RPDC foi discutido em uma reunião plenária do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e considerado pelo Comitê Central da Frente Democrática para a Reunificação da Pátria antes de ser submetido à Assembleia Popular Suprema.


A adoção da Constituição Socialista da RPDC na sessão atual da Assembleia Popular Suprema será um evento histórico na luta revolucionária de nosso povo e no trabalho de construção.


1. A luta do Governo da República para a revolução socialista e a construção do socialismo.


Camaradas, a revolução socialista é a transformação social mais completa na história da humanidade para a abolição da exploração do homem pelo homem de uma vez por todas e para a abertura de um novo caminho de progresso social.


Para a classe operária e o partido marxista-leninista, que lutam para libertar as massas populares da exploração e da opressão e as garantir uma vida feliz, cumprirem a sua missão histórica, devem liderar o povo na realização da revolução socialista. Somente quando o povo, que se livrou da escravização colonial do imperialismo, tomar o caminho do socialismo, poderá ser completamente liberto da exploração de classe e da opressão nacional, desfrutando de uma vida livre e feliz e alcançando a soberania, independência e prosperidade nacional de seu país.


Em nosso país, a revolução socialista começou após a realização da revolução antiimperialista, anti-feudal e democrática na metade norte da República após a libertação. É um processo lógico de desenvolvimento revolucionário que a revolução antiimperialista, anti-feudal e democrática liderada pela classe trabalhadora mude para a revolução socialista.


Depois que a revolução antiimperialista, anti-feudal e democrática foi levada a cabo, nosso país tinha um setor econômico socialista consistindo principalmente da economia estatal, ao lado de um pequeno setor de commodities que consistia na economia camponesa individual nas áreas rurais e uma economia de artesanato urbano, e um setor econômico capitalista de comércio e manufatura capitalista nas cidades e a rica economia camponesa nas áreas rurais.


Enquanto os setores capitalista e de pequenos commodities fossem deixados intactos, seria impossível erradicar completamente as fontes de exploração e pobreza e libertar inteiramente as forças produtivas da sociedade dos grilhões das antigas relações de produção e desenvolver a economia da nação como um todo rapidamente e de forma planejada. Portanto, a fim de libertar nosso povo completamente de todos os tipos de exploração e opressão e desenvolver rapidamente as forças produtivas do país, tivemos que realizar a revolução socialista após a conclusão da revolução democrática.


Além disso, tivemos que fazer isso para fortalecer a unidade e a solidariedade de todas o povo baseado na aliança operário-camponesa em uma nova fundação socialista, acabar com as fortalezas dos reacionários e o terreno fértil de velhas idéias, e aumentar a base política da revolução.


Nosso povo, assim, entrou no período de transição para o socialismo imediatamente após a revolução democrática. No entanto, nos dias de construção pacífica, nossa revolução socialista foi apenas parcialmente iniciada; ainda estava em fase preparatória. Por causa da guerra que nos foi imposta pelos imperialistas dos Estados Unidos, a transformação socialista na metade norte da República teve que ser interrompida temporariamente, e nossa revolução socialista só poderia começar virtualmente depois da guerra.


As condições socioeconômicas do pós-guerra na metade norte da República exigiam urgentemente a aceleração em grande escala da revolução socialista.


A guerra danificou gravemente os fundamentos tecnológicos e materiais da agricultura e trouxe extrema pobreza não apenas para os camponeses pobres, mas também para os camponeses médios e ricos. Depois da guerra, as áreas de nosso país estavam com pouco gado disponível, implementos agrícolas e mão-de-obra, e também havia uma aguda escassez de comida e roupas. Como a agricultura havia sido tão severamente danificada, a continuação da economia camponesa individual tornou impossível restaurar rapidamente as forças produtivas da agricultura e resolver o problema alimentar do pós-guerra, que se tornara muito sério. A menos que as devastadas forças produtivas da agricultura fossem rapidamente restauradas e o problema alimentar resolvido prontamente, havia o perigo de que o desenvolvimento da indústria e da economia nacional em geral fosse retido e que uma séria disparidade surgisse entre a indústria, que então estava sendo reconstruída e desenvolvida rapidamente de forma planejada, e a agricultura, que estava sendo reabilitada lentamente. Além disso, se a pequena economia camponesa tivesse sido deixada intacta, não teríamos conseguido melhorar rapidamente as condições de vida de nossos camponeses empobrecidos e, em particular, resolver o problema dos camponeses pobres cujo número aumentara durante a guerra. Em suma, as limitações da economia camponesa individual em nosso país manifestaram-se de forma mais impressionante nos anos do pós-guerra e não podíamos permitir que essa situação existisse por mais tempo. A única maneira de superar essas dificuldades era passar para uma forma cooperativa de agricultura.


A guerra também esgotou muito o comércio individual e a produção nas cidades. Os comerciantes e fabricantes capitalistas sofreram perdas tão severas que foram reduzidos a circunstâncias difíceis, assim como os artesãos e pequenos comerciantes. Depois da guerra, os empreendedores e comerciantes não conseguiram recuperar suas posições econômicas anteriores ou ganhar a vida sozinhos. A única saída para esses empresários e comerciantes empobrecidos era trabalhar coletivamente, reunindo seus esforços e recursos com a ajuda do Estado, isto é, seguindo o caminho socialista. Não foi apenas a demanda de nossa revolução, mas também uma necessidade objetiva decorrente das condições enfrentadas pelos comerciantes e fabricantes capitalistas, que eles tiveram que ser levados a seguir o caminho do socialismo após a guerra.


A aceleração em larga escala da revolução socialista após a guerra também foi necessária para fortalecer a base revolucionária da metade norte da República. Somente continuando a acelerar a revolução no norte, foi possível transformá-la em uma base forte para finalmente garantir a reunificação nacional e a vitória nacional da revolução. Portanto, a aceleração contínua e vigorosa da revolução no norte não foi necessária apenas para o desenvolvimento revolucionário do próprio norte, mas também foi essencial para o avanço da revolução coreana como um todo.


Com base em uma análise científica da situação revolucionária criada em nosso país depois da guerra, nosso Partido considerou o período do pós-guerra como o palco mais apropriado para a revolução socialista e, em suas Teses de Abril de 1955, estabeleceu a política de intensificar a revolução socialista em escala completa.


O mais importante para transformar as antigas relações de produção na cidade e no campo e estabelecer a supremacia incontestada das relações de produção socialistas é a cooperativização da economia camponesa individual.


À luz da situação específica do pós-guerra em nosso país, nosso Partido e o Governo da República avançaram uma política para transformar as formas econômicas ao longo de linhas socialistas antes da reforma tecnológica da agricultura, e lançaram um movimento cooperativo agrícola de forma empreendedora.


Como a transformação socialista da agricultura foi urgentemente exigida pela revolução após a guerra, não poderíamos adiar a cooperativismo agrícola simplesmente porque a economia havia sido danificada e nosso desenvolvimento tecnológico ainda estava em um nível baixo. A condição decisiva para a cooperativização agrícola não está em saber se a agricultura está equipada com tecnologia moderna, mas em saber se esse passo é uma exigência vital dos próprios camponeses, se as forças revolucionárias estão preparadas para realizá-la. Como o marxismo-leninismo nos ensina, mesmo uma economia coletiva que apenas agrupa a terra e os implementos agrícolas dos camponeses pode alcançar uma melhora na economia que, de outro modo, seria impossível na economia camponesa individual e, ao mesmo tempo, pode aumentar a produtividade do trabalho várias vezes. Assim, nosso Partido travou uma luta para transformar as formas econômicas primeiro, a fim de atender à necessidade urgente de desenvolvimento social, em vez de esperar até que a industrialização fosse realizada. Como resultado, fomos capazes de restaurar e desenvolver as forças produtivas da agricultura, que haviam sido severamente prejudicadas pela guerra, rapidamente, e prosseguir com a revolução técnica nas áreas rurais, acompanhando o desenvolvimento industrial.


Ao guiar o movimento cooperativo agrícola, nosso Partido e o Governo da República observaram estritamente o princípio voluntário. Nosso Partido rejeitou categoricamente métodos coercitivos nesse movimento e adotou uma série de políticas corretas para persuadir os camponeses a se unirem voluntariamente à economia cooperativa.


Uma lição objetiva no movimento cooperativo é a melhor maneira de persuadir os camponeses envolvidos em métodos seculares de agricultura individual a se unirem voluntariamente à agricultura cooperativa. Intensificamos a educação ideológica dos camponeses e, ao mesmo tempo, estabelecemos uma fase piloto e trabalhamos para mostrar as vantagens da economia cooperativa pelo exemplo prático.


Levando em consideração o fato de que a terra permaneceu como propriedade privada dos camponeses e que seu status de propriedade e consciência ideológica variavam, estabelecemos três formas de economia cooperativa agrícola e encorajamos os camponeses a escolher a forma que consideravam mais apropriada para eles. Ao reunir os meios de produção dos camponeses, fizemos com que, de acordo com o desejo deles, o gado e os implementos agrícolas fossem reunidos ou fossem deixados sob propriedade privada por um certo período enquanto eram usados ​​coletivamente, e quando eram reunidos, a compensação devida era feita sem falhar. Essas medidas tomadas por nosso Partido ajudaram os camponeses de diferentes níveis a aceitar prontamente a política de cooperativização e possibilitaram evitar alguns desvios que, de outro modo, poderiam ter aparecido no curso do movimento cooperativo.


Ao atrair os camponeses de vários níveis para a agricultura cooperativa de acordo com o princípio voluntário, nosso Partido seguiu a política de classe de confiar firmemente nos camponeses pobres, fortalecer a aliança com os camponeses médios e restringir e gradualmente reformar os camponeses ricos.


Nosso Partido primeiro organizou algumas cooperativas agrícolas em cada condado em uma base experimental com os camponeses pobres e o núcleo duro do povo nas áreas rurais que apoiaram mais ativamente a cooperativização agrícola, consolidaram-nas e, nessa base, desenvolveram o movimento cooperativo. Enquanto isso, os camponeses pobres foram encorajados a desempenhar o papel de liderança em todas as cooperativas agrícolas. Também garantiu que as cooperativas não fossem organizadas exclusivamente com camponeses abastados e que os camponeses ricos não pudessem influenciar o trabalho das cooperativas agrícolas. Ao mesmo tempo, protegeu estritamente contra a tendência de forçar os camponeses médios a entrar na economia cooperativa ou de infringir seus interesses e assim enfraquecer a aliança com eles, e demonstrou a superioridade da economia cooperativa aos camponeses médios através da competição entre e agricultura individual e cooperativa. Quanto aos camponeses ricos, não os expropriamos ou os eliminamos, mas os incentivamos a cooperar voluntariamente, restringindo sua capacidade de explorar os outros.


Durante todo o período do movimento cooperativo agrícola, nosso Partido e o Governo da República continuaram a realizar trabalhos organizacionais e políticos entre os camponeses e, contando com a indústria socialista, deram enorme ajuda material e técnica de diversas formas às cooperativas agrícolas e as ajudaram. em termos de mão de obra. Esta orientação e assistência desempenharam um papel decisivo, tanto no apoio às fracas cooperativas agrícolas organizadas com os camponeses pobres no estágio inicial para mostrar suas vantagens sobre a economia individual, quanto na consolidação do sistema econômico cooperativo política e economicamente.


Graças a estas políticas inteligentes e criativas do nosso Partido e do Governo da República, o nosso movimento cooperativo agrícola prosseguiu bastante suavemente e foi concluído com sucesso em apenas quatro ou cinco anos.


Para estabelecer o domínio incontestado das relações de produção socialistas na cidade e no campo, é necessário realizar uma reorganização socialista do comércio individual e da manufatura, bem como da cooperativização agrícola.


Nos primeiros dias do período de transição, o nosso Partido começou a criar cooperativas de artesanato em caráter experimental, e no período do pós-guerra, avançou com este programa, realizando-o com sucesso em um curto período.


Na reorganização socialista do comércio individual e industrial, nosso Partido e o Governo da República dedicaram atenção especial à transformação do comércio e da manufatura capitalista. Levando em conta suas características em nosso país, nosso Partido adotou a linha de reformar os comerciantes e fabricantes capitalistas ao longo de linhas socialistas, em vez de expropriar-los.


Os capitalistas nacionais em uma sociedade colonial, semi-feudal, embora inconsistentes, têm algum espírito revolucionário e estão profundamente interessados ​​na revolução antiimperialista, anti-feudal e democrática. À luz das características desses capitalistas, nós os conquistamos para o lado da revolução e realizamos a luta de libertação nacional e a revolução democrática com sua participação. Desde o início, nossa política em relação aos capitalistas nacionais não era apenas levar a cabo a revolução antiimperialista, anti-feudal e democrática com eles, mas também levá-los conosco para uma sociedade socialista e comunista. Portanto, não poderíamos expropriar os empresários e comerciantes no estágio da revolução socialista apenas porque os comerciantes e fabricantes capitalistas eram os alvos da revolução. Além disso, não precisávamos expropria-los porque o comércio e a indústria capitalistas foram totalmente destruídos na guerra e os empresários e comerciantes apoiaram a linha de revolução socialista do Partido. E eles não tinham nada, então não pudemos expropria-los.


Portanto, nosso Partido adotou a linha de transformar o comércio e a manufatura capitalistas de acordo com linhas socialistas e garantiu que os comerciantes e fabricantes capitalistas fossem atraídos para várias formas de economia cooperativa em estrita observância do princípio voluntário, pois todas as condições necessárias para isso estavam maduras após a guerra.


Primeiro, fortalecemos as cooperativas de produtores, formadas por artesãos, e gradualmente atraímos empresários para a economia cooperativa; organizamos cooperativas de marketing ou cooperativas de produção e comercialização com comerciantes individuais e aumentamos progressivamente a proporção de produção nessas cooperativas, de modo a reorganizá-las em cooperativas inteiramente engajadas na produção. Sob a orientação sábia do Partido, nossa transformação socialista do comércio e da manufatura capitalista progrediu a uma velocidade muito alta e foi concluída em 1958 quase ao mesmo tempo que a cooperativização agrícola.


Com a realização bem-sucedida da tarefa histórica da transformação socialista das antigas relações de produção na cidade e no campo, um sistema socialista avançado, livre de exploração e opressão, foi estabelecido na metade norte de nosso país. A vitória do sistema socialista no norte abriu um amplo caminho para a promoção da construção socialista e a melhoria radical do bem-estar material e cultural do povo.


Camaradas, nosso Partido e o Governo da República avançaram com a luta pela construção socialista, confiando no sistema socialista triunfante.


Na construção socialista, nosso Partido se ateve ao princípio de continuar energicamente o trabalho de lançar as bases materiais e tecnológicas do socialismo e o trabalho de educar e reformar as pessoas ao longo das linhas comunistas, ou seja, as lutas para aproveitar as fortalezas materiais e ideológicas. para a construção do comunismo.


A construção econômica socialista é uma das tarefas revolucionárias mais importantes que o Partido e o Estado da classe trabalhadora enfrentam. É somente quando a construção econômica socialista é realizada com sucesso que é possível atingir um alto nível de desenvolvimento das forças produtivas proporcionais a uma sociedade socialista, para melhorar sistematicamente os padrões materiais e culturais do povo, e para assegurar a independência política e o Chajusong do país.


A luta do nosso povo pela construção econômica socialista passou por três estágios - o estágio de reconstrução do pós-guerra, o estágio de estabelecer as bases da industrialização e o estágio de conclusão da industrialização. Em todas as fases da construção econômica socialista, nosso Partido e o Governo da República estabelecem linhas e políticas corretas que se adequam às nossas condições específicas e organizam e mobilizam todos os membros do Partido e os trabalhadores para uma luta poderosa pela sua implementação.


Durante todo o período de construção econômica socialista, nosso Partido aderiu consistentemente à linha básica da construção econômica socialista, dando prioridade ao crescimento da indústria pesada, ao mesmo tempo que desenvolvia a indústria leve e a agricultura.


Esta linha básica é uma linha correta construída sobre uma análise precisa dos requisitos da lei do nosso desenvolvimento econômico pós-guerra e do nosso potencial real. É também uma aplicação criativa da teoria marxista-leninista sobre a reprodução estendida em conformidade com nossas condições específicas; é uma linha correta que permite garantir o equilíbrio entre diferentes ramos da economia nacional e atingir um alto índice de crescimento da produção.


Ao implementar essa linha, nosso Partido e o Governo da República priorizaram a criação da indústria pesada com a indústria de máquinas em seu núcleo.


A linha do nosso partido na construção da indústria pesada era criar nossas próprias bases sólidas que seriam capazes de produzir a maioria das matérias-primas, combustível, energia, máquinas e equipamentos necessários para o desenvolvimento da economia nacional, confiando nos ricos recursos naturais. e fontes de matérias-primas em nosso país. A fim de construir sólidas bases industriais pesadas, reconstruímos e expandimos as fábricas existentes neste campo e, ao mesmo tempo, construímos novos ramos industriais e várias fábricas e outras empresas. Na construção de indústria pesada, asseguramos que esta indústria não fosse construída como um fim em si mesma, mas para servir o desenvolvimento da indústria leve e da agricultura e a melhoria dos padrões de vida do povo de forma mais eficaz. Esta política do nosso Partido permitiu-nos construir uma poderosa indústria pesada com um investimento de capital comparativamente pequeno, desenvolvendo rapidamente a indústria leve e a agricultura.


Hoje, temos uma poderosa indústria pesada com todos os seus principais ramos, e sua capacidade aumentou consideravelmente. Nossa indústria de máquinas, em particular, progrediu rapidamente. Chegou a tal nível que agora é capaz de produzir diferentes tipos de grandes máquinas de precisão e conjuntos completos de equipamentos para fábricas modernas.


Nosso Partido e o Governo da República dedicaram esforços consideráveis ​​ao crescimento da indústria leve também.


A este respeito, o nosso Partido prosseguiu uma política de desenvolvimento simultâneo de indústrias de grande escala, geridas a nível central, bem como de indústrias locais de pequena e média dimensão. O nosso partido e o governo da República asseguraram a criação de grandes e modernas fábricas da indústria ligeira central e, ao mesmo tempo, a criação de muitas fábricas industriais locais, utilizando extensivamente as reservas locais e a reconstrução tecnológica dos recursos da indústria local foi aumentada.


A política de desenvolvimento das indústrias centrais e locais simultaneamente ajudou a aumentar rapidamente a produção de bens de consumo, sem grandes investimentos de capital do Estado, e a garantir um alto índice de desenvolvimento da economia nacional como um todo, concentrando recursos estatais nas indústrias pesada e leve centrais. O crescimento da indústria local também tornou possível comprar e processar, na época, produtos agrícolas e produtos secundários dos camponeses elevando seus padrões de vida rapidamente e melhorando a oferta de bens de consumo para os moradores urbanos também.


Como resultado da implementação bem-sucedida da política do nosso Partido no desenvolvimento da indústria leve, grandes e modernas fábricas da indústria leve central e milhares de fábricas locais surgiram, e seu equipamento tecnológico foi aprimorado de forma acentuada. Nossa indústria leve agora se tornou uma base sólida para a produção de uma variedade de bens de consumo, capazes de atender às necessidades dos trabalhadores.


A distribuição racional das forças produtivas é de grande importância para o desenvolvimento da economia nacional como um todo e para o sucesso do programa de longo prazo da construção socialista e comunista.


Ao distribuir as forças produtivas do país, nosso Partido e o Governo da República seguiram o princípio de aproximar fábricas e outras empresas das fontes de matérias-primas e das áreas de consumo, de garantir o desenvolvimento equilibrado de diferentes ramos da economia nacional e de todas regiões do país, e diminuindo rapidamente a diferença entre a cidade e campo. Na reconstrução da economia nacional após a guerra, nós, de acordo com este princípio, construímos novas fábricas e empresas em diferentes áreas, enquanto reconstruímos muitas fábricas e empresas onde elas já existiam para garantir a aceleração da reabilitação e economizar recursos. Como resultado, novas cidades industriais surgiram em todo o país, as bases integradas para a produção industrial foram construídas em várias localidades e os defeitos e irracionalidades anteriores na distribuição das indústrias foram completamente eliminados.


A distribuição racional das indústrias nos permitiu usar os recursos naturais e a mão-de-obra de nossa nação efetivamente para acelerar a construção econômica socialista e desenvolver igualmente todas as áreas do país. Também ajudou a consolidar a aliança operário-camponesa, fortalecendo os laços políticos, econômicos e culturais entre a classe trabalhadora e o campesinato, para eliminar o atraso do campo e reduzir drasticamente a diferença entre a cidade e o campo e as diferenças de classe entre os operários e camponeses, aumentando a assistência da indústria à agricultura e o apoio de cidades para as áreas rurais. Além disso, impediu a concentração excessiva de fábricas e população em algumas cidades, bem como a poluição ambiental, que é um grande problema social nos países capitalistas de hoje.


Uma das principais tarefas da construção econômica socialista é o desenvolvimento rápido da agricultura. O nosso Partido e o Governo da República esforçaram-se para consolidar os fundamentos materiais e tecnológicos da agricultura e aumentar a sua produção, cooperando simultaneamente com a economia camponesa individual. Em particular, demos prioridade máxima à revolução ideológica no campo, de acordo com o programa de construção rural socialista do nosso partido. As Teses sobre a Questão Rural Socialista em Nosso País foram aplicadas e, ao mesmo tempo, realizaram vigorosamente as revoluções técnicas e culturais.


A irrigação foi uma tarefa primordial na revolução técnica em nossas áreas de país. Nos anos que se seguiram ao armistício, o Governo da República implementou muitos projetos de irrigação em sintonia com o movimento cooperativo agrícola e, com a conclusão da cooperativização, impulsionou o programa de irrigação em um movimento nacional. Em nosso país, a irrigação dos arrozais já foi concluída e uma grande parte dos campos não irrigados anteriormente foi irrigado, e os projetos de drenagem foram concluídos em nossas principais áreas produtoras de arroz. Assim, o desejo secular dos nossos camponeses de cultivar livres da ameaça de secas e inundações foi atingido.


O Governo da República garantiu que muitas pequenas e médias centrais fossem construídas além das grandes e assim completaram com sucesso a tarefa de eletrificação rural. Cada ri neste país agora tem eletricidade e cada casa de fazenda tem luz elétrica. Nas áreas rurais, a eletricidade é usada extensamente não apenas para a vida cultural dos camponeses, mas também como fonte de energia para máquinas e calor na produção agrícola.


O Governo da República também dedicou um grande esforço ao desenvolvimento da mecanização e ao incentivo ao uso de produtos químicos na agricultura. Nosso Partido e o Governo da República garantiram que tratores, caminhões e vários tipos de máquinas agrícolas eficientes, fertilizantes químicos e produtos químicos agrícolas fossem produzidos em grandes quantidades para as áreas do país. Como resultado, o nível de mecanização e o uso de produtos químicos na agricultura aumentaram muito e nossos camponeses estão gradualmente sendo libertados de um trabalho duro e árduo.


A produção agrícola aumentou rapidamente com o progresso da revolução técnica rural. Nossas áreas rurais, onde a pobreza e a ignorância prevaleceram no passado, agora se tornaram comunidades socialistas modernas ricas.


Treinar nossos próprios quadros era uma questão de importância vital neste país que já foi uma colônia atrasada. Imediatamente após a libertação, nossa nação tinha muito poucos quadros, e isso foi uma séria desvantagem em administrar o Estado e construir nossa economia e cultura. Portanto, o nosso Partido e o Governo da República dedicaram grandes esforços à formação dos nossos próprios quadros e, em particular, tomaram medidas para formar um grande exército de técnicos capazes de levar a cabo uma construção socialista que estava em grande escala após a guerra. Desenvolvemos um sistema regular de ensino superior, bem como vários programas que oferecem ensino superior para aqueles que já estavam trabalhando, e estabelecemos com firmeza bases abrangentes de treinamento de quadros nas localidades. Consequentemente, o nosso país tem agora um grande exército de cerca de 500.000 técnicos e especialistas. Eles estão gerenciando muito bem as organizações estatais e econômicas e as instituições culturais e fábricas modernas, empresas e cooperativas agrícolas.


A luta do nosso povo pela revolução socialista e pela construção do socialismo foi levada a cabo sob as condições muito difíceis das constantes ações inimigas do inimigo. A fim de defender o país e o povo e proteger os ganhos da revolução em face da agressão do inimigo, nosso Partido e o Governo da República prestaram grande atenção ao aumento de nossas capacidades de defesa ao longo de todo o curso da revolução e do trabalho de construção. Em particular, avançamos a nova linha de construção da economia e da defesa simultaneamente à luz das intensas ações agressivas dos imperialistas norte-americanos. Reorganizamos todo o trabalho de construção socialista de maneira revolucionária e prestamos mais atenção à construção de nossas capacidades de defesa. Para aperfeiçoar nossa defesa nacional, desviamos uma grande quantidade de mão-de-obra e recursos materiais para essa finalidade, ainda que isso tenha, em certa medida, prejudicado a construção econômica, organizando e mobilizando todas as pessoas para implementar a linha militar do Partido. Como resultado, nosso Exército Popular tornou-se uma força armada revolucionária invencível; todo o nosso povo foi armado e todo o país foi fortificado. Podemos dizer com confiança que temos capacidades de defesa que são poderosas o suficiente para repelir a invasão de todo e qualquer inimigo, defender nosso país e nosso povo e proteger nossos ganhos revolucionários.


Educar e transformar as pessoas ao longo das linhas comunistas é uma das tarefas mais importantes da construção socialista e comunista.


O homem é o mestre da natureza e da sociedade e o principal fator que decide tudo. As massas populares são os mestres da sociedade socialista, e são também elas que são capazes de promover a revolução e o trabalho de construção. Portanto, se quisermos construir o socialismo e o comunismo, devemos não apenas estabelecer os fundamentos materiais e tecnológicos do país, mas também educar e reformar o povo, os mestres da sociedade, ao longo das linhas comunistas e trazer sua sabedoria criativa e entusiasmo revolucionário para o pleno funcionamento.


Nosso Partido e o Governo da República avançaram a linha e política corretas para educar e reformar as pessoas em todas as etapas da revolução e da construção, e trabalharam arduamente para implementar isso. No período da revolução socialista, nós nos esforçamos para transformar todos os membros da sociedade em trabalhadores socialistas através de uma estreita ligação entre a transformação das formas econômicas e a reforma das pessoas. Após o triunfo do sistema socialista, prosseguimos com a reeducação do povo ao longo das linhas comunistas, com base na linha de revolucionar e de trabalhar a classe toda a sociedade.


Ao educar e reformar o povo, nosso Partido e o Governo da República sempre mantiveram o princípio de elevar a preparação ideológica, o senso de organização e o nível cultural da classe trabalhadora e de educar e reformar os camponeses e intelectuais no modelo de trabalho de classe.


Aumentamos a consciência de classe dos trabalhadores, em primeiro lugar, fortalecendo o trabalho político e ideológico entre eles, constantemente os temperando na produção real e realizando uma forte campanha pela consolidação organizacional e ideológica das fileiras da classe trabalhadora. Isso aumentou muito o papel de vanguarda da classe trabalhadora na revolução e na construção, e fortaleceu sua influência revolucionária sobre os trabalhadores. Nossa classe trabalhadora tornou-se agora a classe mais avançada e revolucionária que, em vez de trabalhar para alguns, trabalha com total devoção pela prosperidade e progresso do país e pela liberdade e felicidade do povo. Está cumprindo suas obrigações admiravelmente como a principal classe da revolução coreana.


O nosso Partido e o Governo da República também prestaram grande atenção à educação e reforma do campesinato, uma das principais forças da revolução. Ao intensificar a orientação e a assistência da classe trabalhadora para as áreas do país, aceleramos as revoluções técnica e cultural e, ao mesmo tempo, avançamos com a revolução ideológica. Como resultado, o nível de consciência ideológica dos camponeses aumentou acentuadamente e adotaram um modo de vida revolucionário e comunista. Como construtores confiáveis ​​do socialismo, nossos camponeses estão hoje trabalhando fielmente pela sociedade e pelo coletivo, e estão se esforçando para fornecer mais alimentos para os trabalhadores e todos os outros trabalhadores e para produzir matéria-prima suficiente para a indústria leve.


A classe trabalhadora que assumiu o poder deve construir as fileiras dos intelectuais. Isto é essencial para o rápido desenvolvimento da ciência e tecnologia, literatura e arte e para a construção bem-sucedida do socialismo e do comunismo. Em todo o curso da revolução e da construção, o nosso Partido e o Governo da República prosseguiram perseverantemente na educação dos intelectuais e, em particular, dirigiram grandes esforços para a educação e reforma de velhos intelectuais. Com a implementação da política do Partido sobre a educação e reforma de nossos intelectuais, eles se transformaram em intelectuais trabalhistas socialistas e estão avançando confiantemente pelo caminho indicado pelo Partido. Nossos intelectuais não estão trabalhando pela fama e glória, mas pelo Partido e pela revolução, pelo país e pelo povo com todo o seu conhecimento e talento, e estão lutando vigorosamente lado a lado com os trabalhadores e camponeses nas mesmas fileiras revolucionárias para consolidar e desenvolver nosso sistema socialista.


A educação e reforma do povo trabalhador são tarefas destinadas a eliminar todas as idéias ultrapassadas que permanecem em suas mentes e superar seus velhos hábitos e armá-los com as idéias revolucionárias da classe trabalhadora, a ideologia comunista. Nosso Partido e o Governo da República, portanto, conduziram o trabalho de educar e reformar as pessoas por meio de explicação e persuasão com ênfase na educação ideológica. Intensificamos a educação dos trabalhadores na política do Partido e, ao mesmo tempo, conduzimos pacientemente a educação comunista com a educação de classe como seu conteúdo principal, de modo que todos os trabalhadores estivessem firmemente armados com as avançadas idéias revolucionárias da classe trabalhadora e a ideologia comunista.


O fortalecimento da vida organizacional revolucionária é uma das maneiras importantes de educar e reformar as pessoas ao longo das linhas comunistas. O nosso Partido e o Governo da República prestaram particular atenção ao encorajamento de todos os trabalhadores para que participem ativamente na vida organizacional, observem a disciplina organizacional voluntariamente e conduzam as suas vidas sob a orientação e supervisão das suas organizações. Em particular, continuamos a luta ideológica pelo método da crítica e temperamos o povo trabalhador em um espírito revolucionário através da luta ideológica.


Nosso Partido e o Governo da República combinaram de perto atividades práticas com o trabalho de educar e reformar as pessoas através do Movimento de Equipes de Trabalho Chollima, e garantiram que até o trabalho se tornasse o trabalho das próprias massas.


Com o progresso bem-sucedido da educação e reforma dos trabalhadores de maneira comunista, uma grande mudança ocorreu na vida política e ideológica de nosso povo e nossas fileiras revolucionárias foram fortalecidas e transformadas em uma força invencível.


Sob a sábia orientação do nosso Partido, o governo da República alcançou grandes sucessos na luta revolucionária e no trabalho de construção nos últimos anos. Estabeleceu o sistema socialista mais avançado nesta terra onde a exploração e a opressão prevaleceram antes, e converteu nosso país agrário colonial atrasado em um tempo muito curto em uma potência socialista com sua sólida economia nacional independente e enormes capacidades de defesa. Trouxe um florescimento brilhante e desenvolvimento da ciência e da cultura e alcançou grande sucesso também no trabalho de revolucionar e trabalhar classificando toda a sociedade. Conquistamos grandes vitórias na revolução socialista e na construção do socialismo e ascendemos a um novo auge que está a caminho do socialismo e do comunismo.


2. A superioridade de nosso sistema socialista.


Camaradas, O notável sucesso alcançado em todas as esferas da política, economia e cultura desde o triunfo da nossa revolução socialista é uma evidência gráfica da superioridade e vitalidade indestrutível do nosso sistema socialista.


Nosso sistema socialista é o sistema social mais avançado, onde as massas trabalhadoras são mestres em tudo e onde tudo na sociedade serve as massas trabalhadoras.


As massas trabalhadoras transformam a natureza e a sociedade e fazem história. O trabalho criativo e a luta das massas trabalhadoras produzem todas as riquezas materiais da sociedade e trazem mudanças e progresso sociais. É por isso que as massas trabalhadoras devem se tornar mestres da sociedade e desfrutar de toda a sua riqueza material.


As massas trabalhadoras não são, no entanto, mestres de sua sociedade em todas as sociedades. A posição das pessoas na sociedade é determinada pelo fato de elas possuírem ou não o poder do Estado e os meios de produção em suas mãos. Somente aqueles que têm os dois podem ser os mestres da sociedade.


Em uma sociedade exploradora, as massas trabalhadoras não são mestres da sociedade, mas vítimas de exploração e opressão, sofrendo todo tipo de humilhação e insulto à sua dignidade, porque não possuem poder de Estado e não possuem meios de produção. Em uma sociedade capitalista onde o dinheiro é tudo, até mesmo a dignidade de um homem é determinada pela quantidade de dinheiro que ele tem; os pobres são tratados como mercadorias.


Somente em uma sociedade socialista as massas trabalhadoras podem desfrutar de uma vida independente e criativa como verdadeiros mestres da sociedade. Hoje, todas as nossas políticas governamentais são voltadas para os interesses e a felicidade dos trabalhadores, camponeses e outros trabalhadores; Toda a riqueza da sociedade é dedicada à promoção de seu bem-estar. Em nossa sociedade, as massas trabalhadoras são altamente valorizadas e elas e seus direitos são respeitados. Neste país, especialmente, a geração em ascensão que representa o futuro da sociedade é mais valorizada do que qualquer outra pessoa; todo esforço é feito para que eles sejam felizes, livres dos males sociais inerentes a uma sociedade exploradora.


O fato de que as massas trabalhadoras em uma sociedade socialista são as mestres da sociedade e que elas e seus direitos são respeitados ao máximo é explicado precisamente por serem mestres do poder do Estado e dos meios de produção. Esta é a base de todas as vantagens e vitalidade indestrutível do sistema socialista.


Nosso sistema socialista é um sistema genuinamente democrático que garante na prática os direitos e liberdades políticas dos trabalhadores, camponeses e outros trabalhadores.


Independentemente do sexo, ocupação, status de propriedade, educação e afiliação partidária, todos os nossos trabalhadores têm o direito de eleger e serem eleitos e são garantidos todos os direitos e liberdade de atividades sociais e políticas, como discurso, imprensa e manifestação. Os trabalhadores, camponeses e outros trabalhadores, que antes eram mantidos em cativeiro sem nenhum direito, agora participam diretamente da administração do Estado e da política como senhores do poder do Estado e conduzem atividades sociais e políticas livres como membros de partidos políticos e organizações sociais. Nossos trabalhadores hoje desfrutam de uma vida digna e frutífera, com direitos e liberdades políticas genuínos sob o sistema socialista.


Em contraste, numa sociedade capitalista em que o poder estatal está nas mãos de uma pequena minoria da classe exploradora, as massas trabalhadoras não têm direitos ou liberdades políticas. O povo trabalhador não tem sequer o direito mais elementar e liberdade para expressar suas opiniões políticas, para não falar do direito de participar do poder do Estado; eles só têm a obrigação de obedecer à classe exploradora. As chamadas “liberdades” e “direitos” anunciadas em voz alta pelos capitalistas estão confinadas exclusivamente aos governantes que oprimem e exploram as massas populares; a "democracia" que eles defendem não é senão um meio de camuflagem para encobrir a ditadura da burguesia.


A superioridade do nosso sistema socialista também reside no fato de que o Estado assume total responsabilidade pelo bem-estar material e cultural dos trabalhadores, camponeses e outros trabalhadores.


Proporcionar uma vida igualmente próspera para o povo e melhorar sistematicamente seus padrões materiais e culturais é uma das características intrínsecas do sistema socialista. Numa sociedade socialista, o Estado serve os interesses do povo e é responsável por assegurar o bem-estar material e cultural dos trabalhadores, enquanto o Estado, numa sociedade exploradora, serve como instrumento de opressão e exploração contra os trabalhadores e camponeses.


Hoje, todos os que estão em idade de trabalhar em nosso país recebem um emprego do estado, de acordo com sua capacidade e aptidão, e são recompensados ​​de acordo com a quantidade e a qualidade do trabalho realizado. Os trabalhadores também se beneficiam da proteção trabalhista, uma jornada de trabalho de oito horas, férias pagas e acomodação em casas de férias e descanso; eles são fornecidos com condições de trabalho seguras e tempo de lazer adequado. Em particular, as mães trabalhadoras desfrutam de tremendos benefícios do Estado. Além de proporcionar empregos para todos que podem trabalhar, nosso Estado também assume responsabilidade por aqueles que não podem trabalhar por causa da idade avançada, lesões decorrentes do trabalho ou problemas de saúde, e para pessoas idosas e crianças que não têm outros meios de apoio. Portanto, em nosso país, ninguém perambula em busca de trabalho ou recorre à mendicidade; todas as nossas pessoas, jovens e velhas, estão levando uma vida feliz sob os cuidados do Estado e da sociedade.


Todos os nossos trabalhadores recebem alimentos, roupas e moradia adequados pelo Estado. Todos nesta terra recebem o direito de serem alimentados no momento em que nascem; todas as crianças e estudantes, desde os de creches e escolas até estudantes de faculdades e universidades, recebem roupas do Estado. O Estado oferece aos nossos trabalhadores e empregados de escritório bons alojamentos, e os camponeses também moram em casas modernas construídas pelo Estado.


A assistência médica gratuita universal também foi introduzida neste país, de modo que todos os trabalhadores estão livres de preocupações sobre isso. Existem instituições médicas e trabalhadores médicos em áreas urbanas e rurais, onde quer que as pessoas trabalhem e vivam. Através do sistema médico de seção, um sistema avançado de serviços médicos, o Estado cuida da saúde dos trabalhadores de maneira responsável. Nossa taxa de mortalidade foi reduzida pela metade e o tempo médio de vida das pessoas aumentou em 26 anos, comparado com os anos pré-libertação. O antigo desejo de nosso povo de erradicar todos os tipos de doenças só foi realizado sob nosso sistema social.


Todos neste país são providos de condições adequadas para educação e desenvolvimento. Todos os nossos alunos, desde crianças da escola primária até estudantes universitários, recebem agora educação gratuita, e crianças em idade pré-escolar estão crescendo alegremente em creches e jardins de infância a custos do estatais. Em particular, com a introdução da educação obrigatória universal de dez anos, que dá dez anos de escolaridade, mais um ano de treinamento pré-escolar compulsório, nossa geração mais jovem está recebendo onze anos de excelente educação geral fornecida pelo Estado. Isso é praticamente uma educação obrigatória de onze anos, o que significa que a educação obrigatória mais avançada do mundo é dada neste país.


O Estado socialista também oferece oportunidades de aprendizagem para os adultos que foram anteriormente privados do direito de estudar na sociedade exploradora e deixados para trás em termos de cultura social. Todos os nossos trabalhadores estão aprendendo da melhor maneira possível, de acordo com seu desejo e aptidão, em escolas de ensino médio, escolas técnicas de fábrica, faculdades de fábrica e outras instituições de ensino onde estudam durante o trabalho. De fato, nosso país é a “terra da educação”, a “terra do aprendizado”, onde todos estudam às custas do Estado.


Embora não vivam no luxo como os latifundiários e os capitalistas, todo o nosso povo vive agora uma vida igualmente boa e estuda de acordo com seus desejos, sem ter que se preocupar com trabalho, comida, roupas e moradia. Isto mostra claramente que o nosso sistema socialista é um sistema verdadeiramente para os trabalhadores, agricultores e todas as outras pessoas.


O sistema socialista é o melhor sistema social, não apenas por proporcionar às pessoas uma vida feliz hoje, mas também prometendo-lhes um futuro melhor. Uma vez que todos os frutos do trabalho na sociedade socialista são usados ​​para o progresso social e para melhorar o bem-estar dos trabalhadores, o aumento da riqueza social traz às pessoas uma abundância cada vez maior e um nível cada vez mais elevado de vida cultural.


No entanto, em uma sociedade capitalista, os poucos exploradores ficam mais ricos a cada dia, enquanto os trabalhadores que compõem a esmagadora maioria da população tornam-se cada vez mais empobrecidos e miseráveis. Uma sociedade capitalista é uma sociedade onde “os ricos ficam cada vez mais ricos e os pobres ficam mais pobres”, o abismo entre as classes exploradora e explorada vem crescendo diariamente; é um inferno onde as massas trabalhadoras estão empobrecidas e famintas.


Todos esses fatos nos fazem ter muito orgulho do nosso sistema socialista, um sistema social do povo que é verdadeiramente para os trabalhadores, camponeses e intelectuais trabalhistas.


Em nosso país, a economia, a cultura, a ciência e a tecnologia estão progredindo rapidamente. Esta é uma das grandes vantagens do nosso sistema socialista.


Uma sociedade socialista oferece todas as oportunidades e possibilidades para o desenvolvimento rápido e contínuo da economia. Nesta sociedade, um estado de desenvolvimento econômico planejado e equilibrado é garantido pelo Estado através de uma mobilização planejada e uso de toda a mão-de-obra e recursos materiais da nação e através de um controle coordenado e orientação de produção, distribuição, acumulação e consumo. Nessa sociedade, os trabalhadores também exibem um alto grau de entusiasmo revolucionário e iniciativa criativa em suas atividades produtivas, uma vez que trabalham por sua sociedade e coletivamente e por seu próprio bem-estar como senhores do país.


À medida que as funções do Estado como organizador econômico aumentam e a consciência ideológica do povo trabalhador cresce em nosso país, a economia se desenvolve de maneira constante e elevada. Nossa produção industrial cresceu a uma taxa alta - uma média anual de 19,1% - ao longo do período de industrialização de 1957 a 1970, e a difícil e complexa tarefa da industrialização socialista foi alcançada com credibilidade em um tempo muito curto, em apenas 14 anos.


Em uma sociedade socialista, literatura e arte florescem brilhantemente. O sistema socialista colocou não apenas o poder estatal e os meios de produção, mas também a literatura e a arte nas mãos do povo, abrindo assim uma estrada para o desenvolvimento da literatura e da arte e tornando-as verdadeiras literatura e arte que servem às massas trabalhadoras.


Hoje, amplas seções de nossos trabalhadores participam ativamente de atividades literárias e artísticas e as desfrutam com o conteúdo de seus corações. Devido ao seu caráter popular e revolucionário, nossa literatura e arte se desenvolvem em plena floração, desfrutando do afeto ilimitado do povo.


É uma das vantagens essenciais do sistema socialista que a unidade político-ideológica das massas populares é fortalecida e que a relação de cooperação de camaradagem entre os trabalhadores se desenvolve dia a dia.


A eliminação da classe exploradora e de todos os tipos de sistemas exploradores mudou fundamentalmente a posição e o status social dos trabalhadores, camponeses e intelectuais trabalhistas. O estabelecimento do sistema socialista fez de todo o nosso povo trabalhadores socialistas e provocou uma mudança radical em suas qualidades mentais e morais. Por causa de seu status sócio-econômico comum e seus objetivos e interesses comuns, nossa classe trabalhadora, agricultores cooperativos e intelectuais de trabalho estão firmemente unidos política e ideologicamente e cooperam intimamente uns com os outros como camaradas.


Em uma sociedade capitalista que é construída sobre o egoísmo raivoso e onde a lei da selva prevalece, fraudes são desenfreadas e as pessoas são antagônicas e hostis umas às outras, e é uma prática comum para elas sacrificarem outros por sua própria fama e carreira, conforto e prazer. Em nossa sociedade, no entanto, todos os seus membros estão imbuídos de verdadeira camaradagem, respeitando, confiando e cooperando uns com os outros sobre o princípio do coletivismo. Nossos trabalhadores estão exibindo plenamente o bom espírito comunista de avançar juntos.


Hoje, nossa sociedade foi transformada em uma grande e harmoniosa família vermelha, onde todas as pessoas são unidas como uma força política; Nesta grande família, todos estão trabalhando e vivendo cheios de entusiasmo e otimismo revolucionários. Todo o povo está unido político e ideologicamente e trabalhando com o zelo revolucionário. Esta é precisamente a base da solidez de nossa sociedade e a fonte de nossa força indestrutível.


Nosso sistema socialista está exibindo sua superioridade e vitalidade inquebrável mais plenamente a cada dia que passa.


Por meio de sua própria experiência, nosso povo está convencido de que somente o sistema socialista pode garantir liberdades e direitos genuínos às massas trabalhadoras e proporcionar-lhes uma vida mais generosa e feliz; eles consideram a maior honra e prazer viver e fazer a revolução sob este sistema. O povo da metade norte da República não entregará a ninguém o nosso sistema socialista que eles próprios escolheram e cuja superioridade e grande vitalidade foram inequivocamente provadas, e todos estão entusiasmados com a determinação de lutar firmemente para consolidar e desenvolver este sistema socialista.


3. O principal conteúdo da Constituição Socialista da República Popular Democrática da Coreia.


Camaradas, A sessão atual da Assembleia Popular Suprema vai adotar a Constituição Socialista da RPDC com o objetivo de consolidar o sistema socialista estabelecido na metade norte da República e intensificar a luta pela vitória completa do socialismo.


A nova Constituição Socialista reflete corretamente as realizações feitas na revolução socialista e na construção do socialismo em nosso país, define os princípios a serem seguidos em atividades de governança nos campos político, econômico e cultural em uma sociedade socialista e os direitos e deveres básicos dos cidadãos e estipula a composição e funções dos órgãos estatais e os princípios de suas atividades. Sua finalidade é dar proteção legal ao sistema socialista e à ditadura do proletariado estabelecida na metade norte da República e servir à causa revolucionária da classe trabalhadora.


A Constituição Socialista da RPDC afirma legislativamente as vitórias e sucessos políticos alcançados pelo nosso povo na luta revolucionária dos últimos anos e define o caráter e as funções do nosso Estado e os princípios da sua atividade para satisfazer as necessidades do nosso desenvolvimento revolucionário.


Ele proclama a República Popular Democrática da Coreia como um Estado socialista independente. Em nosso país, o sistema socialista foi estabelecido, a unidade política e ideológica de todo o povo apoiada na aliança operário-camponesa liderada pela classe trabalhadora fortalecida com esse sistema como base e a tarefa histórica da industrialização socialista conquistada com credibilidade. Como resultado, o governo da República foi fortalecido e desenvolvido como um poder socialista em uma nova base socialista e firme base política.


A soberania da RPDC pertence aos trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas. A Assembleia Popular Suprema e as assembleias populares locais em todos os níveis são compostas de deputados que representam os trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas, e gerenciam e operam os órgãos estatais. Nosso Estado é um Estado genuíno dos trabalhadores e camponeses em que as massas trabalhadoras são os senhores do país e todo o povo exerce poder. Portanto, o nosso Estado considera como seu dever supremo proteger os interesses dos trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhadores libertos da exploração e da opressão para sempre.


O governo de nossa República, que herdou as gloriosas tradições revolucionárias de nosso povo, é guiado em sua atividade pela Ideia Juche, que é uma aplicação criativa do marxismo-leninismo nas condições de nosso país, e se esforça para executar as linhas e políticas do Partido do Trabalho da Coreia.


É a tarefa revolucionária fundamental do Governo da República alcançar a vitória completa do socialismo na metade norte da República, expulsar forças estrangeiras em escala nacional e alcançar a reunificação e independência do país em bases democráticas. Para a implementação bem-sucedida desta tarefa devemos, em primeiro lugar, fortalecer a função e o papel do nosso governo para intensificar a luta contra os elementos hostis internos e externos que se opõem ao nosso sistema socialista e acelerar a revolução ideológica para revolucionar e dar consciência de classe para todos os membros da sociedade.


A Constituição Socialista deixa claro que em suas atividades o Governo de nossa República deve sempre realizar as linhas de classe e de massa, dar prioridade ao trabalho político, trabalhar com o povo em todos os assuntos, conforme exigido pelo espírito de Chongsanri e pelo método de Chongsanri para despertar o entusiasmo das massas, e persistentemente manter o Movimento Chollima, linha geral do nosso partido na construção socialista, avançando assim com a educação comunista e a reforma do povo trabalhador e construção econômica.


Também estipula claramente os deveres das forças armadas da RPDC e a política de defesa nacional baseada no princípio da autodefesa, bem como na política externa da República baseada nos princípios da igualdade completa e Chajusong, marxismo-leninismo e internacionalismo proletário.


A Constituição Socialista da RPDC afirma legalmente as conquistas obtidas por nosso povo na construção de uma economia nacional independente e esclarece os princípios que regem nossa vida socioeconômica.


A propriedade socialista dos meios de produção é a base econômica da RPDC. Todas as actividades econômicas do nosso Estado e a vida socioeconômica dos trabalhadores são inteiramente baseadas nos princípios do socialismo, e a economia da nação está a desenvolver-se a um ritmo muito elevado, com base nas relações socialistas de produção que têm, realizou a influência indivisa na cidade e no campo. O poder econômico da RPDC está firmemente garantido pela grande superioridade das relações de produção socialistas e os sólidos alicerces de uma economia nacional independente.


O trabalho é um dos elementos mais importantes que formam a base da vida socioeconômica em uma sociedade socialista. A Constituição Socialista fornece uma definição clara do caráter do trabalho, dos princípios que regem a vida profissional dos trabalhadores e do princípio socialista de distribuição em nossa sociedade.


O socialismo e o comunismo só podem ser construídos pelo trabalho criativo dos milhões de trabalhadores. É um dever solene e a maior honra do povo trabalhador de uma sociedade socialista amar o trabalho e participar conscienciosamente no trabalho comunitário para a construção do socialismo e do comunismo. Todos os nossos trabalhadores participam do trabalho e trabalham pelo bem do seu país e do povo e pelo seu próprio bem-estar, demonstrando entusiasmo e criatividade voluntários.


Os frutos do trabalho em nosso país são alocados inteiramente para a prosperidade e progresso nacional e a promoção do bem-estar dos trabalhadores. É um princípio socialista imutável que todos os trabalhadores trabalhem de acordo com a sua capacidade e assumam a sua parte de acordo com a quantidade e a qualidade do trabalho realizado. Nosso Estado considera a melhoria constante da vida material e cultural do povo como seu dever primário, como o princípio supremo que orienta suas atividades.


A Constituição Socialista estipula a forma socialista de gestão econômica e o princípio da orientação estatal da economia em nosso país.


O sistema de trabalho Taean, sob o qual a economia é gerida de maneira científica e racional com base na força coletiva das massas produtoras, e o novo sistema de orientação agrícola, sob o qual a agricultura é dirigida por métodos industriais, é a melhor forma de gestão econômica socialista, cuja superioridade tem sido claramente comprovada na prática. Além disso, o planejamento unificado e detalhado constitui o sistema socialista e o método de planejamento, que tornam possível estreitar a disciplina do centralismo democrático na gestão econômica e assegurar um alto índice de crescimento da produção e o desenvolvimento equilibrado da economia nacional. A garantia decisiva para o sucesso da construção da economia socialista é dar pleno controle à superioridade do sistema de gestão econômica socialista criados por nosso Partido e guiar e administrar a economia para atender às exigências desse sistema.


A Constituição Socialista também estabelece as tarefas econômicas de estabelecer o fundamento material e tecnológico do socialismo mais firme, emancipando o povo trabalhador de uma vez por todas do trabalho pesado, gradualmente transformando a propriedade cooperativa em propriedade de todos o povo e eliminando as diferenças entre cidade e campo, distinção de classes entre trabalhadores e camponeses.


A Constituição Socialista da RPDC, com base nas brilhantes conquistas feitas por nosso povo no desenvolvimento da cultura, deixa clara a direção a ser tomada na realização da revolução cultural e na aceleração da construção de uma cultura nacional socialista, bem como os princípios que devem ser observados pelo Estado nesta esfera, o objetivo básico da revolução cultural em uma sociedade socialista é treinar todos os trabalhadores para serem competentes construtores do socialismo e do comunismo com um profundo conhecimento da natureza e da sociedade e um alto nível de conhecimento de tecnologia, e tornar nossa cultura uma verdadeira cultura revolucionária popular que serve ao povo trabalhador socialista. Para atingir este objetivo da revolução cultural, temos de combater resolutamente a infiltração cultural pelo imperialismo e qualquer tendência para voltar ao passado e desenvolver rapidamente a educação, a ciência, a literatura e a arte e todos os outros domínios da construção cultural socialista numa base sólida.


A Constituição Socialista explica especificamente a política educacional do Estado de realizar os princípios da educação socialista e combinar a educação geral com educação técnica e educação com trabalho produtivo, bem como programas de educação vital como a introdução de uma educação obrigatória de dez anos. A Constituição também elucida as políticas revolucionárias do nosso Estado para o desenvolvimento da ciência, literatura e arte, cultura física e esportes e o serviço de saúde pública.


A Constituição Socialista da RPDC prevê explicitamente os direitos e deveres básicos dos cidadãos, de acordo com a natureza intrínseca de uma sociedade socialista. Neste país onde não há exploração ou opressão e onde os interesses sociais e individuais estão em pleno acordo, os direitos e deveres dos cidadãos são baseados no princípio coletivista de “Um por todos e todos por um”. Os direitos básicos dos cidadãos estabelecidos na Constituição Socialista são a confirmação legal dos direitos e liberdades democráticas desfrutados por nosso povo em sua vida social cotidiana. Os deveres dos cidadãos, tal como estipulados na Constituição, são deveres honrosos que devem ser cumpridos pelo povo, como os senhores do seu país, na consolidação e desenvolvimento do sistema socialista e em tornar a sua pátria mais rica e mais forte.


A Constituição Socialista da RPDC contém novas disposições relativas à composição e funções dos órgãos estatais, e os princípios de sua atividade para se adequar às condições existentes de desenvolvimento revolucionário.


A nova estrutura estatal instituída pela Constituição Socialista permitirá que os trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas participem mais ativamente dos assuntos do Estado e da administração do Estado, permitindo que os órgãos estatais sirvam melhor os interesses do povo e avancem mais vigorosamente com a luta revolucionária e trabalho de construção, melhorando suas funções e papel.


Nossos órgãos de poder são compostos de representantes dos trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas; eles protegem os interesses dos trabalhadores e lutam pela liberdade e bem-estar do povo. A nova estrutura estatal é construída de tal forma que as atividades dos órgãos administrativos são sempre supervisionadas e controladas pelas massas populares. Sob a nova estrutura estatal, ao contrário do antigo, os comitês populares são separados dos órgãos administrativos, e os primeiros, compostos de representantes dos trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas, têm a função de exercer continuamente a supervisão e controle das atividades deste último, para que os funcionários dos órgãos administrativos possam acabar com a burocracia no seu trabalho e servir melhor o povo.


A Constituição Socialista define o princípios do centralismo democrático como o princípio básico de organização e atividade para todos os órgãos do Estado. O centralismo democrático, em sua organização e atividade, permite-lhes realizar linhas e políticas partidárias de maneira coordenada em todo o país e organizar e mobilizar toda a população para o trabalho de construção do socialismo e do comunismo. Uma vez que eles são baseados no centralismo democrático, os órgãos do poder populares são capazes de desempenhar suas funções e papel satisfatoriamente como uma ferramenta poderosa para a construção do socialismo e do comunismo.


A Constituição Socialista da RPDC é uma constituição muito popular para o benefício dos trabalhadores, camponeses, soldados e intelectuais trabalhistas. A nova Constituição reflete plenamente sua vontade e desejo e defende completamente os interesses dos trabalhadores. A nova Constituição também dá a todas as pessoas liberdades e direitos genuínos em todas as esferas da vida social e garante legalmente todas as condições para torná-las viáveis.


A Constituição Socialista da RPDC é a constituição mais revolucionária. Ao contrário daquelas constituições que se referem principalmente à estrutura do Estado, nossa Constituição Socialista, que estabelece todos os princípios que regem as atividades políticas, econômicas e culturais de uma sociedade socialista, servirá como uma arma afiada da ditadura do proletariado para proteger a política do nosso Partido e do Governo da República e defender firmemente os ganhos da revolução socialista, como um meio poderoso para dar um forte impulso à construção econômica socialista e revolucionando e conscientizando toda a sociedade, intensificando as revoluções ideológica e cultural e estabelecendo um modo de vida socialista.


Com a instituição da Constituição Socialista, o Governo da República terá uma nova arma da ditadura do proletariado e o nosso povo terá uma garantia legal confiável na luta para alcançar a vitória completa do socialismo e a reunificação independente e pacífica do país. A entrada em vigor da Constituição Socialista na metade norte da República encorajará grandemente as pessoas na Coreia do Sul que estão lutando pela democratização da sociedade e pela reunificação pacífica e independente do país.


Com a Constituição Socialista entrando em vigor, uma mudança ocorrerá na vida política, econômica e cultural de nosso povo e eles avançarão com força redobrada ao longo do caminho do socialismo e do comunismo, profundamente convencidos da justiça de sua causa.


4. Nossas tarefas na consolidação e desenvolvimento do sistema socialista.


Camaradas, O Governo da República Popular Democrática da Coreia e o nosso povo são confrontados hoje com a tarefa histórica de consolidar e desenvolver o sistema socialista e alcançar a completa vitória do socialismo, promovendo a luta e construção revolucionárias incansavelmente, com base na realizações brilhantes adquiridas na construção de uma nova sociedade.


A fim de alcançar a completa vitória do socialismo, devemos eliminar as diferenças entre as cidades e as áreas rurais e a distinção de classe entre os trabalhadores e os camponeses, reforçar os fundamentos técnicos e materiais do socialismo, melhorar acentuadamente os padrões materiais e culturais das pessoas,, esmagar os esquemas insidiosos da classe hostil e acabar com a influência corrosiva de velhas idéias de uma vez por todas.


A luta pela vitória completa do socialismo é uma batalha pela liquidação final dos vestígios da velha sociedade de todas as esferas da vida social; é uma batalha para transformar a sociedade no padrão da classe trabalhadora em todos os domínios da economia e cultura, ideologia e moralidade. Para alcançar a completa vitória do socialismo, portanto, o partido e o Estado operário devem prosseguir com a luta para ocupar duas fortalezas, a material e a ideológica, a caminho da construção do comunismo. Devemos continuar a promover as revoluções técnica, cultural e ideológica para consolidar o sistema socialista e alcançar a completa vitória do socialismo.


O objetivo básico da revolução técnica no estágio atual é realizar com sucesso suas três tarefas principais, conforme estabelecido no Quinto Congresso do Partido do Trabalho da Coreia.


Estas três tarefas que visam reduzir consideravelmente a disparidade entre o trabalho pesado e o trabalho leve e o trabalho agrícola e industrial e libertar as mulheres do fardo pesado das tarefas domésticas são uma tarefa honrosa para garantir a vitória completa do socialismo; elas são uma tarefa estratégica que enfrentamos na construção socialista após a industrialização socialista. Cumprir estas três tarefas principais é o modo básico de libertar os trabalhadores do trabalho árduo, fornecer-lhes condições de trabalho iguais e acelerar a reconstrução tecnológica da economia nacional e o desenvolvimento das forças produtivas. Além disso, somente quando essas tarefas forem executadas será possível resolver as questões de elevar os padrões técnicos e culturais do povo trabalhador, reformando sua consciência ideológica e eliminando a diferença entre cidade e campo e a distinção de classe entre trabalhadores e camponeses.


Segurando as três principais tarefas da revolução técnica estabelecidas pelo Partido como a questão primordial na construção econômica socialista no presente, o Governo da República se esforçará para sua implementação bem-sucedida.


A fim de reduzir a distinção entre trabalho pesado e leve e eliminar o trabalho em calor excessivo ou sob outras condições prejudiciais, devemos elevar o nível geral de mecanização, semi-automação e automação em escala completa onde essas condições de trabalho existirem. Devemos também introduzir a mecanização abrangente da agricultura e o maior uso de produtos químicos em larga escala para reduzir a diferença entre mão-de-obra agrícola e industrial. Ao mesmo tempo, a fim de libertar as nossas mulheres do fardo pesado da labuta familiar, devemos proporcionar-lhes condições adequadas para fazer os trabalhos na cozinha e outros trabalhos domésticos de forma rápida e fácil. Para atingir estes três grandes alvos, deve ser iniciado um vigoroso movimento de massa para a inovação tecnológica em todos os campos da economia nacional, trazendo um novo avanço na produção.


Devemos primeiro fazer um esforço para desenvolver a indústria de máquinas e trazer uma melhoria neste ramo.


A revolução técnica é essencialmente uma revolução mecânica. A maquinaria é o fator determinante para aliviar o trabalho árduo das pessoas, e as forças produtivas também são desenvolvidas pela melhoria do maquinário. A realização bem-sucedida das três principais tarefas da revolução técnica depende, em última análise, da existência ou não de vários tipos de máquinas e equipamentos modernos produzidos satisfatoriamente pelo rápido desenvolvimento da indústria de máquinas.


Para fazer avançar a indústria de máquinas, deve-se dar prioridade ao aumento da produção de máquinas-ferramentas de forma rápida e constante. Fiel ao apelo do Partido, os trabalhadores heróicos desta indústria realizaram recentemente uma inovação na produção de máquinas-ferramentas e alcançaram admiravelmente a meta de produção de 30.000 unidades por ano, abrindo assim perspectivas brilhantes para a implementação vitoriosa das três principais tarefas da revolução técnica. Os trabalhadores da indústria de máquinas, que não descansam satisfeitos com essa vitória, devem trabalhar duro para continuar aumentando a produção de máquinas operatrizes, consolidando o sucesso já alcançado e, em particular, devem trabalhar duro para aumentar a variedade e melhorar a qualidade.


Um rápido aumento na produção de tratores e caminhões é urgentemente necessário para o cumprimento das três principais tarefas da revolução técnica, e esta é uma das tarefas mais importantes enfrentadas pela indústria de máquinas. Para realizar com sucesso a mecanização abrangente da agricultura, nosso Partido avançou uma política de fornecer 6-7 tratores e um caminhão para cada 100 hectares de campos em um futuro próximo. Para que esta política possa ser implementada em profundidade, os centros de produção de caminhões e tratores devem ser expandidos e consolidados e uma nova inovação deve ser efetuada em sua produção. Se isso for feito, devemos atingir um nível de produção anual de 30.000 tratores e 15.000-30.000 caminhões em um ano ou dois.


Uma tarefa importante que agora atua na indústria de máquinas é aumentar a produção de máquinas pesadas e instalações especialmente ordenadas. Devemos expandir e consolidar os centros de produção de máquinas pesadas para produzir quantidades maiores de máquinas de perfuração universais, escavadeiras médias e grandes e vários outros tipos de máquinas pesadas necessárias para as indústrias extrativas e grandes projetos para aproveitar a natureza, bem como grandes navios e melhorias devem ser feitas na produção de plantas especialmente ordenadas.


A fim de introduzir semi-automação e automação completa extensivamente em todos os campos da economia nacional, devemos desenvolver rapidamente os setores de eletrônica e automação. Diferentes tipos de componentes de automação, medidores e instrumentos devem ser produzidos em massa, fazendo o melhor uso das fundações existentes das indústrias de eletrônica e automação e, ao mesmo tempo, muitas pequenas e médias fábricas de filial devem ser desenvolvidas para produzir peças de automação, medidores e instrumentos.


A fim de desenvolver a indústria de máquinas de forma rápida e totalmente garantir obras enormes, devemos aumentar significativamente a produção de diferentes tipos de materiais de ferro e aço e metais não-ferrosos, concentrando-se na melhoria da indústria metalúrgica. Projetos já em andamento para reconstruir e ampliar a Fábrica Metalúrgica Kim Chaek, a Fábrica Metalúrgica de Kangson e outras usinas metalúrgicas em linhas atualizadas devem ser concluídas rapidamente para trazer um crescimento radical da produção e, ao mesmo tempo, devemos trabalhar duro para construir outra grande base metalúrgica moderna. Além disso, a produção de vários metais não-ferrosos deve ser drasticamente aumentada através da consolidação de seus centros de produção e do uso máximo das capacidades de produção das fundições.


Dar prioridade às indústrias extrativa e de energia é uma garantia importante para o cumprimento bem-sucedido das três principais tarefas da revolução técnica e para um progresso rápido em todos os domínios da economia nacional. Na indústria extrativa, a prospecção geológica deve sempre ter prioridade e o nível de mecanização e automação das minas de carvão e minério deve ser determinado de forma científica por meio de um movimento dinâmico de inovação técnica e, como resultado, novas inovações serão feitas na produção. No setor de energia, a produção deve ser aumentada ao máximo, cuidando bem dos equipamentos das usinas existentes e, simultaneamente, a construção de novos projetos deve ser acelerada para acelerar o comissionamento.


Uma tarefa importante da indústria química é expandir e consolidar a base de matérias-primas para a indústria leve e aumentar constantemente a produção de fertilizantes químicos e produtos químicos agrícolas necessários para a revolução técnica nas áreas rurais. Os trabalhadores da indústria química já conseguiram grandes conquistas na luta pelo cumprimento do Plano de Seis Anos. Em particular, a produção de vinalon e cloreto de vinila este ano já excedeu o nível previsto para o final do Plano de Seis Anos. Na indústria química, devemos trabalhar, a partir de agora, para aproveitar melhor as capacidades de produção existentes e, ao mesmo tempo, nos esforçar para criar centros industriais químicos atualizados. Também devemos normalizar a produção de amônia através da gaseificação e aumentar significativamente a proporção de fertilizantes fosfatados e microelementos na produção de fertilizantes químicos. Além disso, temos que construir os centros de fabricação de papel para suprir o papel necessário para a educação universal obrigatória de dez anos e a revolução cultural.


Devemos realizar um enorme trabalho de construção para a implementação bem-sucedida das três principais tarefas da revolução técnica e para maiores progressos na economia nacional. Na construção capital, temos que concentrar nossos esforços em grandes projetos de importância primordial para o desenvolvimento econômico nacional e para a melhoria das condições de vida das pessoas, de acordo com a política de construção concentrada do nosso Partido, e assim acelerar o comissionamento.


Devemos fazer todos os esforços para desenvolver os materiais de construção e as indústrias madeireiras, para que as demandas por diferentes materiais de construção sejam totalmente atendidas.


O rápido desenvolvimento da indústria leve é ​​extremamente importante para melhorar radicalmente os padrões de vida das pessoas e libertar as mulheres do pesado fardo das tarefas domésticas. O Governo da República deve prestar especial atenção ao desenvolvimento das indústrias têxtil e do vestuário e, em particular, esforçar-se por modernizar as necessidades diárias e as indústrias agro-alimentares. Para agilizar estes últimos, a indústria de máquinas deve produzir grandes quantidades de diferentes máquinas de propósito único. Precisamos modernizar as necessidades diárias e as indústrias de processamento de alimentos o mais rápido possível através de uma campanha em massa para que uma máquina faça outra e que uma fábrica construa outra, e assim provocar uma grande mudança na produção de bens de consumo e alimentos.


A principal tarefa de reduzir as diferenças entre o trabalho agrícola e industrial e libertar os camponeses do árduo trabalho é efetuar a mecanização geral e abrangente da agricultura. Na agricultura, temos que elevar radicalmente o nível de mecanização e concentrar nossos esforços, particularmente na introdução da mecanização em áreas intermediárias, em consonância com o rápido crescimento na produção de tratores e caminhões. Devemos realizar a mecanização abrangente da agricultura com sucesso; Isso pode ser feito com o máximo aproveitamento dos tratores através da ampliação das bases de reparo de tratores e dos centros de produção de implementos de tratores e o extenso nivelamento e realinhamento dos campos. Além disso, devemos aumentar o uso de produtos químicos agrícolas e introduzir amplamente métodos avançados de agricultura e, assim, trazer um novo avanço na produção agrícola.


O transporte desempenha um papel vital na realização das três principais tarefas da revolução técnica. Neste ramo, devemos continuar a acelerar a eletrificação ferroviária e avançar com a construção de novas linhas ferroviárias e portos, para que a base de transporte material e técnica seja reforçada. Devemos também melhorar a organização do transporte e mecanizar as operações de carga e descarga. Desta forma, seremos capazes de transportar o rápido crescimento do tráfego de mercadorias.


O Governo da República deve continuar com o desenvolvimento simultâneo da revolução cultural e técnica. A tarefa urgente que enfrentamos atualmente no desenvolvimento da cultura é formar um grande número de técnicos para atender às demandas da construção socialista e elevar o nível cultural geral da classe trabalhadora e competências técnicas em grande medida.


Precisamos melhorar o trabalho de universidades e faculdades, construir mais universidades e melhorar o trabalho de escolas noturnas e cursos por correspondência. Ao fazer isso, devemos cumprir com determinação a decisão do Quinto Congresso do nosso Partido de aumentar o número de técnicos e especialistas para mais de um milhão nos próximos anos.


Se quisermos elevar o nível cultural e as habilidades técnicas dos trabalhadores, devemos garantir uma educação universitária compulsória de dez anos de alta qualidade. Para garantir isso, o Governo da República deve fornecer todas as condições materiais necessárias e melhorar o treinamento dos professores para produzir um grande número de bons professores. No campo da educação, devemos aplicar os princípios da educação socialista cuidadosamente, de modo a treinar todos os nossos estudantes para serem construtores confiáveis ​​do socialismo e do comunismo, firmemente armados com a ideologia revolucionária do nosso partido e equipados com amplo conhecimento, alta moralidade e corpos fortes.


A fim de elevar os níveis gerais culturais e técnicos dos trabalhadores, devemos continuar a desenvolver o sistema educacional de meio-período que inclui a escola média de trabalhadores, a escola técnica de fábrica e outras escolas, inscrevendo assim todos os trabalhadores em alguns estabelecimentos de ensino, para que possam estudar regularmente.


Desta forma, devemos garantir que todos os trabalhadores atinjam o nível de um graduado do ensino médio e dominem mais de uma habilidade técnica.


O Governo da República deve perseguir vigorosamente a revolução ideológica e, assim, alcançar a conscientização e revolucionização de toda a sociedade, de acordo com a política consistente do Partido.


Para revolucionar e conscientizar a sociedade como um todo, é muito importante equipar a classe trabalhadora com a ideia monolítica de nosso partido, a Ideia Juche. A ideia Juche do nosso partido é o único guia ideológico correto para o sucesso da revolução coreana. É somente quando o povo trabalhador está firmemente armado com essa ideia que eles podem ter uma genuína visão revolucionária do mundo e desempenhar dignamente as tarefas que lhes são atribuídas na revolução e na construção. Temos de intensificar a educação dos trabalhadores nas políticas do nosso partido e nas tradições revolucionárias, de modo a fortalecê-las firmemente com a ideia monolítica do nosso partido, a ideia Juche, treinando assim todos eles para serem verdadeiros combatentes vermelhos do Partido, revolucionários comunistas, que aderem aos princípios revolucionários sob qualquer adversidade e cumprem as linhas e políticas do Partido.


Temos que intensificar a educação comunista, com a educação de classe como seu conteúdo principal entre os trabalhadores enquanto os armarmos com a Ideia Juche, de modo que todos estejam firmemente armados com consciência e coletivismo da classe trabalhadora, valorizem ardentemente nosso sistema socialista e trabalhem com dedicação pela sua consolidação e desenvolvimento.


A melhoria constante dos padrões materiais e culturais do povo é o princípio supremo que rege todas as atividades do Governo da República. Como no passado, o Governo da República continuará a envidar todos os esforços para elevar os padrões materiais e culturais do povo.


Devemos aderir firmemente ao princípio de garantir a melhoria igual das condições de vida de todos os trabalhadores, promovendo sistematicamente o bem-estar do povo. O Governo da República deve, em particular, esforçar-se por eliminar as diferenças entre o nível de vida dos trabalhadores e dos camponeses e entre as condições de vida da população urbana e rural, melhorando simultaneamente a vida das pessoas em geral de acordo com a política estabelecida no Quinto Congresso do nosso Partido.


Devemos fortalecer os órgãos do poder e melhorar suas funções e seu papel para implementar as tarefas revolucionárias que nos confrontam no presente e consolidar e desenvolver o sistema socialista com sucesso.


Fortalecer o governo dos trabalhadores e camponeses, que é uma arma poderosa da revolução e da construção, é uma garantia importante para conquistar a vitória completa do socialismo e realizar a causa histórica da classe trabalhadora. Devemos fazer esforços incansáveis ​​para fortalecer os órgãos do poder em todos os níveis e melhorar suas funções e seu papel na revolução e na construção.


Os órgãos do poder de cima para baixo devem radicalmente aumentar seu papel como defensores dos direitos e interesses políticos dos trabalhadores, camponeses e outros trabalhadores e como senhores responsáveis ​​por suas vidas. Eles devem se esforçar para defender os direitos políticos dos trabalhadores em todos os sentidos, proteger suas vidas e propriedades e fazer com que todas as pessoas vivam bem. Os órgãos do poder em todos os níveis devem administrar o comércio, a administração de condado, a educação, os serviços de saúde pública e a produção e construção diretamente relacionados à vida das pessoas e fortalecer sua liderança para proporcionar melhores condições de vida para o povo. Eles devem proteger e cuidar bem da propriedade estatal e comunitária e lutar resolutamente contra sua apropriação indébita e desperdício.


Para o nosso governo ser um governo genuíno dos trabalhadores e camponeses que serve fielmente os interesses da revolução e do povo, devemos assegurar que o sistema ideológico monolítico do Partido seja completamente estabelecido, acima de tudo, entre os funcionários dos órgãos governamentais. Os funcionários do governo em todos os níveis devem armar-se mais firmemente com a ideologia monolítica do nosso partido, sempre basear todas as suas atividades estritamente nas linhas e políticas do Partido, e defendê-las e levá-las até o fim sob quaisquer condições difíceis. Ao mesmo tempo, eles devem melhorar constantemente seu método e estilo de trabalho. O burocratismo é um dos principais defeitos que muitas vezes podem se manifestar no método e estilo de trabalho após a tomada do poder pela classe trabalhadora. O burocratismo dos funcionários do governo decorre do subjetivismo, bem como da ideia equivocada de equiparar seus cargos a escritórios do governo dos velhos tempos. Ele afasta o Partido das massas e torna impossível realizar tarefas revolucionárias com sucesso. Devemos acabar completamente com o método de trabalho burocrático dos funcionários dos órgãos governamentais e aderir estritamente ao método de Chongsanri, que é o método revolucionário de trabalho de nosso partido.


O governo da República deve continuar trabalhando duro para aumentar as capacidades de defesa do país.


Como estamos construindo o socialismo em confronto direto com o imperialismo dos EUA, o líder do imperialismo mundial, não devemos negligenciar o trabalho de aumentar as capacidades de defesa da nação por um momento sequer. O Governo da República deve sempre vigiar a política de guerra e as ações hostis dos imperialistas e aumentar a capacidade de defesa da nação em todos os sentidos, de acordo com o princípio revolucionário de autodefesa. Devemos continuar a implementar a linha militar do Partido, cujo conteúdo principal é transformar todo o exército em um exército de quadros, modernizá-lo, armar todo o povo e fortalecer todo o país, e tornar as defesas do país inexpugnáveis ​​para esmagar, de imediato, quaisquer actos agressivos dos imperialistas e defender firmemente a segurança do país e do povo e as nossas conquistas socialistas.


A fim de consolidar e desenvolver o sistema socialista e acelerar a vitória final de nossa revolução, devemos fortalecer nossa solidariedade com as forças revolucionárias do mundo, ao mesmo tempo em que aumentamos nossas próprias forças revolucionárias.


O princípio consistentemente seguido pela República Popular Democrática da Coreia em sua política externa é desenvolver amizade e cooperação com todos os países que são amigáveis ​​em relação ao nosso país, nos princípios de igualdade e benefício mútuo. No futuro, também, continuaremos a manter esse princípio em nossa política externa.


O Governo da República fará o seu melhor para alcançar a unidade e coesão dos países socialistas e promover a amizade e cooperação com eles nos princípios do Marxismo-Leninismo e do internacionalismo proletário.


Trabalhará para expandir e fortalecer suas relações diplomáticas com os países asiáticos, africanos e latino-americanos que lutam pela liberdade e independência nacional e por estabelecer e promover relações de amizade com mais países. Esforçar-nos-emos também por estabelecer relações diplomáticas, políticas, econômicas e culturais, com os cinco princípios da coexistência pacífica, com os países capitalistas que desejam ter boas relações com o nosso país e que seguem políticas imparciais que não mostram apoio ou intenção de agressão ao norte ou sul da Península Coreana.


A política consistente seguida pelo Governo da República nas suas atividades externas é lutar contra a política de agressão e guerra dos imperialistas liderados pelos EUA e pela paz e segurança mundiais.


Os imperialistas liderados pelos EUA ainda estão habilmente perseguindo sua política de agressão e guerra sob os slogans ostensivos de "paz" e "negociações". Mantendo a bandeira revolucionária da luta anti-imperialista e anti-EUA, devemos lutar resolutamente para impedir e frustrar a política imperialista de agressão e guerra e defender a paz mundial. Além disso, daremos apoio ativo e encorajamento à luta de todos os povos do mundo contra o imperialismo e trabalharemos duro para fortalecer a solidariedade com todas as forças antiimperialistas.


O Governo da RPDC e o povo coreano ficarão sempre do lado dos povos que lutam pela paz e pela democracia, pela independência nacional e pelo socialismo.


No passado recente, os cidadãos coreanos no Japão alcançaram tremendos sucessos em sua batalha para defender seus direitos democráticos e nacionais, facilitar a reunificação independente e pacífica da pátria e fortalecer a solidariedade internacional com o povo japonês e outros povos progressistas do mundo.


No futuro, também, eles devem continuar a lutar resolutamente para desenvolver a educação nacional e alcançar o direito de voltar para casa e visitar seu país, unidos em torno de Chongryon (Associação Geral de Residentes Coreanos no Japão), sob a bandeira da Ideia Juche. Devem também contribuir ativamente para acelerar a reunificação do país, a suprema tarefa nacional do nosso povo, defender a política do nosso Partido de reunificação pacífica e independente e fortalecer a amizade internacionalista com o povo japonês e outros povos do mundo.


O Governo da RPDC considera como seu dever solene proteger nossos nacionais no Japão e todos os outros cidadãos coreanos no exterior. O Governo da República continuará a lutar firmemente contra todos os atos injustos de violação dos interesses e direitos nacionais de nossos cidadãos residentes no exterior, e fazer todo o possível para apoiar e encorajar sua luta justa.


Camarada Deputados, Nosso povo alcançou grandes vitórias e sucessos na luta pela revolução socialista e construção socialista sob a sábia liderança do Partido do Trabalho da Coreia, corajosamente superando muitas dificuldades e duros julgamentos. Todas essas vitórias e conquistas brilhantes atestam a vitalidade indestrutível da ideia Juche do nosso partido e demonstram o poder inesgotável de nosso povo.


Nosso povo enfrenta hoje a importante tarefa de alcançar a completa vitória do socialismo na metade norte da República e a reunificação independente e pacífica do país, promovendo a revolução e a construção. Para realizar esta tarefa, devemos continuar nossa vigorosa luta com energia e devoção inabaláveis, e avançar mais rapidamente, superando todas as dificuldades.


Devemos incorporar completamente a nova Constituição Socialista, que vamos adotar aqui, em todos os campos do Estado e da vida social, e avançar mais decididamente com a revolução e a construção. Todos os nossos cidadãos devem observar a Constituição Socialista voluntariamente e, assim, provocar uma grande mudança na luta revolucionária e no trabalho de construção.


Nossa causa revolucionária é justa e a vitória é definitivamente nossa.


Nenhuma força pode bloquear o caminho do povo coreano que está avançando sob a liderança do nosso Partido, com o poder do Estado firmemente em suas mãos.


Vamos todos nos unir em torno do Comitê Central do Partido e do Governo da República e avançar valentemente para o futuro brilhante do socialismo e do comunismo, mantendo a bandeira do marxismo-leninismo, a bandeira revolucionária da Ideia Juche.


Discurso de Kim Il Sung pronunciado na Primeira Sessão da Quinta Assembleia Popular Suprema da República Popular Democrática da Coreia em 25 de dezembro de Juche 61 (1972).


Tradução do A Voz do Povo de 1945

0 comentário
  • Instagram