top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Os estadunidenses estão transformando as Filipinas em uma zona de guerra"

Ilustração do Tio Sam fincando a bandeira dos EUA nas Filipinas

Milhares de soldados estadunidenses e seus veículos desembarcaram no país antes do início do Balikatan. Pelo menos 400 veículos militares da sede do Comando Indo-Pacífico dos EUA no Havaí foram descarregados por grandes navios na Baía de Subic em março. Em 1º de abril, os EUA conduziram manobras de combate em águas filipinas com navios de guerra australianos e japoneses e pequenos navios filipinos. Nos dias que se seguiram, os EUA até se vangloriaram de exercícios unilaterais de fogo real (detonação de mísseis), de caças a jato e de outras manobras militares no ar e nos mares do país.

 

Também em 1º de abril, começou a reunião militar de 5 dias em Camp Aguinaldo, onde as Forças Armadas das Filipinas compartilharam com os militares dos EUA as questões sensíveis e de segurança interna das Filipinas no que foi chamado de primeiro “Exercício de Guerra de Informação”.

 

Três grandes jogos de guerra foram iniciados simultaneamente em 8 de abril: Cope Thunder nos aeroportos do Centro e Norte de Luzon; MAREX 2024 em Maguindanao do Norte; e Salaknib 2024 em Fort Magsaysay em Nueva Ecija.

 

Nos primeiros lançamentos do Balikatan na década de 90, era um “exercício militar” bilateral ou bilateral para “interoperabilidade” ou adesão às forças armadas dos EUA e às Forças Armadas das Filipinas fantoches. Mas desde que os EUA “se voltaram” contra a Ásia, os EUA abriram-na, e ao território soberano das Filipinas, a outras tropas estrangeiras. No próximo Balikatan, outros 14 países (Brunei, Canadá, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, República da Coreia, Cingapura, Tailândia e Vietnã) participarão e observarão o espetáculo dos EUA.

 

Assim, Balikatan e outros jogos de guerra dos EUA também servem como uma enorme mostra de armas, onde mostram as armas fabricadas por empresas militares americanas monopolistas. Este ano, os Estados Unidos tornaram a operação do seu sistema comercializado de defesa antimísseis de fabricação israelense parte de Balikatan.

 

Do Ang Bayan

0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-mai24.png
capa29 miniatura.jpg