top of page
partido-dos-panteras-negras.png
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Intensificar a resistência ao regime EUA-Marcos Jr. em meio a crises e conflitos nas Filipinas"



As crises econômicas e políticas simultâneas estão agora a atingir o podre sistema de governo do país. O intenso sofrimento do povo filipino no meio da crise inflama ainda mais a sua determinação de lutar pela sua subsistência e bem-estar, defender os seus direitos democráticos e lutar pelo bem-estar do povo contra a pilhagem e a opressão estrangeiras.


A economia do país está prostrada sob o colapso da indústria e da agricultura, da falência nacional e das crescentes montanhas de dívidas. Ligada ao sistema capitalista global que está agora em estagnação, a economia filipina deverá entrar em uma recessão ou em uma nova contração nos próximos meses. A crise é ainda exacerbada pela corrupção descarada em grande escala por parte da camarilha governante de Marcos Jr. e pelo desperdício de grandes despesas militares.


A subsistência e o estado de vida das amplas massas da classe trabalhadora e da pequena burguesia estão em queda livre. Os preços do petróleo, dos alimentos e de outros produtos básicos aumentam constantemente, enquanto os salários e os rendimentos das pessoas permanecem insuficientes, apesar de trabalharem o dia todo. Sob as políticas neoliberais, milhões de pessoas estão desempregadas, roubadas de terras e privadas das suas fontes de rendimento (pescadores, vendedores, pequenas lojas, condutores e operadores de jeepney) por empresas estrangeiras e grandes capitalistas. A maioria das famílias filipinas está mergulhada na lama da pobreza e da miséria.


Marcos está empenhado em proporcionar isenções fiscais, proteção de terras e forças armadas e outros privilégios aos grandes capitalistas estrangeiros e à sua grande burguesia compradora local, comparsas e capitalistas burocratas. Por outro lado, ignora as queixas das massas trabalhadoras e de todo o povo filipino que procuram salários mais elevados, uma verdadeira reforma agrária, redução de preços, emprego e outras exigências urgentes.


No momento em que assumiu o poder, Marcos Jr. prestou imediatamente homenagem aos imperialistas norte-americanos. Em linha com a política dos EUA de contrariar o crescente poder econômico e militar da China, Marcos Jr. abriu o caminho para a expansão da presença militar dos EUA no país e permitiu a utilização do país como uma grande base militar ianque.


No meio da crise econômica e da diminuição dos recursos que poderiam ser partilhados entre si, as facções rivais das classes dominantes estão envolvidas num conflito intensificado, mesmo entre as camarilhas governantes de Marcos e Duterte, que estão ambas famintas por riqueza e poder. Os Marcos e os Dutertes estão agora se empurrando publicamente.


É claro para o povo que o regime dos EUA-Marcos Jr. é anti-pobre e anti-povo. O regime de Marcos Jr. está isolado das massas filipinas. É muito odiado pelo povo por ser herdeiro da ditadura de Marcos e porque agora está no poder devido à fraude generalizada e à manipulação das eleições de 2022. É agora ainda mais detestado devido ao seu estilo de vida ultrajante e luxuoso e ao desperdício do dinheiro do povo em jet-set e banquetes, enquanto as massas populares estão atoladas na pobreza e na fome.


A tirania estatal sob o regime EUA-Marcos Jr. é implacável. Impõe terror e medo através de táticas fascistas brutais como assassinato, rapto, tortura, encarceramento prolongado com recurso a acusações forjadas e prisão de comunidades inteiras em guarnições militares. Em meio à crise, abafa as vozes das pessoas numa tentativa fútil de suprimir as suas queixas e resistência. No entanto, está também a ensinar às massas que não têm outro recurso senão unir-se e lutar para defender os seus direitos, em vez de sofrerem ainda mais empobrecimento e morte.


A crise gera condições que favorecem ainda mais a vontade, organização e mobilização das massas. O Partido Comunista das Filipinas está em posição de liderar lutas de massas maiores e de fortalecer o movimento revolucionário de massas tanto na cidade como no campo, no quadro do avanço global da revolução democrática popular.


Para liderar eficazmente o povo filipino, o Partido precisa superar e repudiar várias formas de conservadorismo, reformismo e legalismo que bloquearam a marcha do povo no caminho da resistência. Fortalecer a determinação, a coragem e a militância das massas para lutar.


Sob a liderança do Partido e das forças revolucionárias, as lutas econômicas de massas de todas as classes e setores democráticos devem ser ainda mais fortalecidas, especialmente das massas operárias e camponesas que constituem a maioria do povo, bem como de outros setores das massas trabalhadoras e da pequena burguesia. Em todos os cantos do país, ampliem a defesa dos seus direitos e bem-estar, e a condenação do fascismo e da opressão do regime EUA-Marcos Jr.


Expor totalmente os bancos e corporações capitalistas monopolistas estrangeiros por trás da pilhagem e da opressão do povo filipino. Fortalecer também as lutas contra a intervenção militar dos EUA nas Filipinas e lutar pela independência nacional no meio dos conflitos armados interimperialistas.


Fortalecer ainda mais as lutas antifascistas. Duplicar esforços para expor o terrorismo de Estado no campo. Lutar por justiça para todas as vítimas de crimes fascistas. Aumentar a capacidade e a determinação das massas para reagir através de meios legais e outros.


Construir a mais ampla frente única anti-Marcos Jr. e isolar totalmente o regime governante do povo. Ao mesmo tempo, fazer um esforço vigoroso para responsabilizar Duterte e os seus asseclas pelos seus crimes fascistas, fraude eleitoral e corrupção. Incentivar o envolvimento ativo das camadas médias da população contra o regime EUA-Marcos Jr.


As lutas de massas deverão fortalecer-se nos próximos meses, juntamente com o fortalecimento da luta armada no campo e o agravamento da crise do sistema dominante. O Novo Exército Popular deve ser fortalecido para combater os criminosos fascistas e defender o povo.


Reunir a raiva coletiva das massas e dirigir o seu objetivo ao regime de Marcos Jr e à camarilha de Duterte. Promover o movimento revolucionário de massas e a luta armada para lutar e abalar os alicerces do regime EUA-Marcos Jr.


Do Ang Bayan


  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-jun24.png
capa29 miniatura.jpg