• NOVACULTURA.info

"Condenar o bloqueio imperialista dos EUA à Cuba"



A Liga Internacional da Lutas dos Povos (ILPS) condena nos termos mais veementes o bloqueio econômico imperialista dos EUA a Cuba e exige sua cessação imediata.


Os EUA mantiveram seu bloqueio ilegal a Cuba por décadas e praticaram outros atos guerra e agressões, incluindo tentativas de assassinato contra seus líderes.


O povo cubano corajosamente fez uma revolução contra o governo fantoche dos EUA corrupto, desumano, incompetente e antidemocrático em 1959 e deu início a uma nova vida para si. O imperialismo ianque nunca aceitou a decisão do povo cubano e continuou a causar perturbação e caos econômico, por meio de bloqueios e outras formas de atos ilegais e agressões.


Que tipo de entidade monstruosa está jogando seu peso ilegalmente em muitas partes do mundo, inclusive em Cuba, infringindo tanta dor e sofrimento ao povo?


É o imperialismo dos EUA, a rica classe dominante estadunidense, que busca seus próprios interesses econômicos e políticos em todo o mundo: na América Latina, no Oriente Médio, na Ásia-Pacífico e em muitos outros lugares. Este comportamento vil, desumano e antidemocrático do imperialismo está sendo revestido de “liberalismo democrático”, mas tem mais a ver com opressão, guerra como agressão e exploração. A hipocrisia é de tirar o fôlego.


A classe dominante dos EUA está sendo apoiada pelos países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) da Europa e outros aliados que desejam cavalgar no rastro do imperialismo dos EUA. Na Assembleia Geral da ONU, mais de 180 países votaram pelo fim das violentas sanções desumanas contra o povo cubano e apenas dois países votaram contra o levantamento das sanções: os EUA e Israel.


Alguns dos meios de comunicação ocidentais, incluindo na Austrália, têm feito muitas das recentes manifestações de pessoas preocupadas com a escassez na economia e a falta de suprimentos médicos para lidar com a pandemia.


Sem dúvida, o povo enfrenta problemas em consequência das sanções ilegais que recentemente foram intensificadas para ter um impacto prejudicial deliberado sobre o povo cubano em face da pandemia.


No entanto, a mesma mídia está silenciosa em face das atuais manifestações massivas do povo cubano contra o bloqueio e sanções ilegais dos EUA em andamento.


A ILPS declara sua solidariedade militante ao povo cubano em suas lutas contra a agressão e a ruptura imperialistas.


A ILPS conclama seus membros e apoiadores em todo o mundo a apresentarem seus protestos ao governo dos Estados Unidos e exigir o fim das sanções desumanas e ilegais contra Cuba.


Viva a independência, a libertação e a democracia!


Viva a solidariedade internacionalista do povo!


Liga Internacional da Lutas dos Povos (ILPS)


10 de agosto de 2021