1/10

"O 29º Aniversário da Morte de V. I. Lenin"


Camaradas! Faz hoje 29 anos da morte do fundador e dirigente do Partido Comunista da União Soviética, criador do Estado Socialista Soviético, guia e mestre dos trabalhadores do mundo, genial pensador e grande figura da ciência revolucionária — Vladimir Ilitchi Lênin. Todos estes anos, o Partido Comunista vem guiando com segurança o povo soviético pelo caminho indicado por Lênin. As ideias do leninismo, como a luz radiante do sol, iluminam o caminho de luta e de vitórias. Sob a bandeira de Lênin, sob a direção do camarada Stálin, o povo soviético constrói vitoriosamente o majestoso edifício do Comunismo. As realizações do Estado Soviético e o imenso crescimento das forças do campo da paz e da democracia encarnam a força invencível e a grandeza do leninismo, que exerce decisiva influência no curso da história mundial. A causa de Lênin é imortal. O tempo é impotente diante do gênio de Lênin. A imagem de Lênin vive no coração dos trabalhadores de todo mundo, inspirando-os a lutar por uma nova vida, pela democracia, pelo Socialismo. I Lênin é o maior gênio da revolução socialista. Foi sob sua liderança que os operários e camponeses de nosso país tomaram o poder em suas próprias mãos. Começou uma nova era na história da humanidade — a era da derrocada do capitalismo e do triunfo do Socialismo. "A destruição do capitalismo e de suas sobrevivências — disse Lênin — e o estabelecimento das bases do sistema comunista são o conteúdo da nova era que agora se inicia, na história mundial". Desde os primeiros dias de sua existência, o Estado soviético empenhou-se na solução da histórica tarefa da construção do Socialismo, depois dos duros anos da guerra civil e da intervenção armada, os trabalhadores de nosso país restauraram a indústria, os transportes e a agricultura; estruturou-se a aliança entre a cidade e o campo; a aliança entre operários e camponeses ampliou-se e consolidou-se. Lênin tinha ilimitada fé na energia criadora do povo. O grande líder discerniu o caminho do desenvolvimento do Estado Soviético por várias décadas de antecipação e afirmou profticamente que a Rússia se tornaria um país socialista. Ao traçar o caminho da construção do Socialismo na U.R.S.S, Lênin indicava que a indústria pesada é a base material do Socialismo. Concedia especial importância à eletrificação para a transformação comunista do país. Unicamente quando todo o país estiver coberto de densa rede de centrais elétricas, dizia Vladimir Ilitch Lênin, estará apto a criar a sociedade comunista. O Partido Comunista tinha que construir o Socialismo num pais em que predominava a pequena economia camponesa. Em suas obras, Lênin expunha profunda e compreensivamente os caminhos da reconstrução do campo em sentido novo, da incorporação dos camponeses trabalhadores do país à construção socialista. Os inimigos do Partido e do povo soviético — os monstros trotskistas e bukharinistas, capituladores e traidores — tentaram impedir o Partido de cumprir suas tarefas históricas e desviá-lo do caminho justo. Lênin e Stálin responderam implacavelmente a todas essas tentativas, forjando, ensinando o Partido, educando-o no espírito da intransigência para com todos os inimigos da Pátria Soviética, no espírito da fidelidade ilimitada à causa dos trabalhadores. Lênin legou ao Partido e ao povo um tesouro inapreciável — a grande e invencível ciência da construção de um mundo novo. Sobre o túmulo de Lênin, o camarada Stálin, seu fiel companheiro de luta e continuador, jurou levar adiante a herança de Lênin e marchar invariavelmente pela senda leninista. O camarada Stálin e o Partido Comunista cumpriram seu juramento. O atraso secular da Rússia Czarista foi banido para sempre. Desapareceram para sempre o desemprego, o analfabetismo, a negra miséria e os sofrimentos dos trabalhadores. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas é hoje poderosa potência socialista com uma indústria de primeira classe, altamente desenvolvida, uma agricultura coletiva baseada na grande produção, uma economia e uma cultura de vanguarda. O País Soviético é o orgulho e a esperança de toda a humanidade progressista, que luta pela paz e pela amizade entre as nações, o farol inextinguível do Socialismo. O XIX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, realizado recentemente, fez o balanço das grandiosas vitórias, obtidas sob a direção do Partido de Lênin e Stálin e traçou o programa para a construção ulterior do Comunismo na U.R.S.S.. O Congresso aprovou as diretrizes do Quinto Plano Quinquenal de desenvolvimento da U.R.S.S., cujo cumprimento marcará importante etapa na passagem gradual do socialismo para o Comunismo. O povo soviético acolheu com entusiasmo as diretrizes e as tarefas do Quinto Plano Quinquenal e aprovou-as unanimemente. Chegam diariamente notícias de todos os recantos de nossa Pátria sobre o trabalho heroico do povo soviético. A provada direção do Partido de Lênin e Stálin, a vontade dos cidadãos soviéticos e a emulação socialista desenvolvida com redobrado vigor são as melhores garantias de que as tarefas do Plano Quinquenal serão cumpridas e até ultrapassadas. Lênin definiu, brilhantemente, em suas obras, a linha fundamental do avanço da sociedade soviética para o Comunismo, destacou as duas fases do desenvolvimento da sociedade comunista. Lênin nos ensina que o Socialismo e o Comunismo não são separados por uma muralha chinesa, que não são duas diferentes formações sociais e econômicas. "O Socialismo — diz Lênin — é a sociedade que emerge diretamente do capitalismo, é a primeira forma da nova sociedade. O Comunismo é a mais elevada forma de sociedade e só se pode desenvolver quando o Socialismo estiver completamente consolidado". À base da herança leninista, desenvolvendo e enriquecendo o Marxismo-leninismo, o camarada Stálin sintetizou a experiência da construção socialista da U.R.S.S., descobriu as leis objetivas que regem a transição do Socialismo para o Comunismo e armou o Partido e o povo soviético com um claro programa de luta pelo Comunismo. A obra do camarada Stálin "Problemas Econômicos do Socialismo na U.R.S.S." soluciona os mais complexos problemas teóricos e práticos que se colocam ante o Partido nas novas condições históricas, abre e ilumina as perspectivas da construção comunista. As tarefas que o povo soviético tem que resolver na transição do Socialismo para o Comunismo são complexas e variadas. Mas serão indubitavelmente resolvidas de forma vitoriosa. Inspirado pelo Partido de Lênin e Stálin, cheio de força e confiança em que seu futuro ainda será melhor, o povo soviético marcha pelo caminho de Lênin. E, durante todos esses anos de trabalho sem Lênin, em todas as dificuldades, nos momentos cruciais, o Partido tem diante de si, à frente das massas, seu dirigente e guia, o camarada Stálin. (Prolongados aplausos). O apelo de luta de nosso Partido — sob a bandeira de Lênin e sob a direção de Stálin, avante para a vitória do Comunismo — calou profundamente no coração do povo soviético e é a esplêndida expressão da verdade incontestável de que a causa de Lênin triunfa, de que o camarada Stálin guia firme e inquebrantávelmente o povo trabalhador para o Comunismo. (Prolongados aplausos). II Marx e Engels, fundadores do Comunismo científico, descobriram da as leis econômicas do capitalismo e provaram a inevitabilidade histórica da queda da sociedade capitalista e sua substituição por um novo regime social. Sintetizando, genialmente, os fenômenos do subsequente período histórico Lênin demonstrou a essência, os traços fundamentais e as leis do desenvolvimento da fase superior do capitalismo — o imperialismo. "O mérito de Lênin e, portanto, o que há de novo em Lênin — disse o camarada Stálin — é que, baseando-se nas teses essenciais de "O Capital", fez uma fundamentada análise marxista do imperialismo como a última fase do capitalismo, revelando suas úlceras e as condições de seu colapso inevitável". Desenvolvendo, de maneira criadora, o leninismo, o camarada Stálin fez profunda analise da crise geral de todo o sistema capitalista, revelou a essência das leis econômicas do capitalismo contemporâneo e do Socialismo. O camarada Stálin descobriu a lei econômica fundamental do capitalismo contemporâneo e a lei econômica fundamental do Socialismo. O caráter oposto destas leis determina as duas linhas opostas de desenvolvimento econômico: a do campo do Socialismo e a do campo do capitalismo. Uma linha de desenvolvimento é a do ascenso ininterrupto da economia de paz na União Soviética e nos países de democracia popular. A outra linha de desenvolvimento é a da economia do capitalismo cujas forças produtivas estão estagnadas, economia que se debate na crise geral do capitalismo, cada vez mais profunda e nas repetidas crises econômicas; é a linha da militarização da economia, da competição entre os países e da escravização de uns países por outros. O imperialismo americano que encabeça o campo capitalista, é a força mais reacionária e tenebrosa, é o gendarme e verdugo da liberdade dos povos. "Os multimilionários americanos — escreveu Lênin — esses modernos escravagistas, abriram uma página particularmente trágica na sangrenta história do sanguinário imperialismo". Fabulosos gastos para a preparação da guerra, furiosa corrida armamentista, liquidação dos últimos vestígios da democracia burguesa, impiedoso saque aos trabalhadores e contínuo enriquecimento de um punhado de arrogantes multimilionários: eis a América do Norte atual, eis seu modo de vida. O imperialismo americano está cego de raiva e feroz contra tudo que é avançado e progressista. Em vão, os imperialistas americanos clamam em altas vozes, pelas páginas da imprensa venal, seu amor à paz. Os fatos testemunham o contrário. Se os imperialistas americanos são realmente pela paz, contra uma nova guerra, porque frustram e sabotam as propostas de redução dos armamentos, de conclusão de um Pacto de Paz entre as Cinco Grandes Potências? Se os imperialistas americanos são co