1/10

"Atritos entre a História, o Conhecimento e o Poder"


Fazer história no Brasil, fora dos marcos oficiais, é uma prova de coragem. São muitos os assuntos proibidos e muitos os heróis sagrados das classes dominantes. Difícil é resgatar as raízes dos verdadeiros construtores do País

A História no Brasil é um ramo problemático das ciências sociais. Não por imprecisão conceituai ou metodológica, mas pelas barragens culturais e políticas que a pressionam e dificultam a sua legitimidade. Há uma distância imensa entre a verdade histórica que cabe ao historiador registrar e a necessidade e exigências que as classes dominantes impõem aos historiadores "oficiais", ideólogos dos valores, interesses e necessidades do atual tipo de sociedade.