RPDC denuncia atos imprudentes dos Estados Unidos


Recentemente, os meios de imprensa estadunidenses reportaram que agora está em marcha os exercícios militares conjuntos EUA/Coreia do Sul e revelaram que cada vez que se desenrolava os distúrbios bélicos em solo sul-coreano o círculo militar norte-americano realizou espionagem de alto nível e vigilância tendo como alvo principal a Direção Suprema da República Popular Democrática da Coreia. Continuaram dizendo que nos últimos anos EUA tem perpetrado vigilância espectrográfica sobre a RPDC combinando de maneira universal os aparatos de vigilância cibernética, terrestre e outros instalados em satélites, os aviões de reconhecimento, os drones, etc., segundo os roteiros de guerra coreana já elaborados. Isso volta a mostrar claramente a má intenção dos imperialistas norte-americanos que descrevem os exercícios bélicos conjuntos como treinamentos “defensivos e anuais”. Assinala o diário Rodong Sinmun em um comentário individual nessa segunda-feira e continua: o que não podemos deixar passar em branco é que os inimigos tomam como alvo principal os movimentos da Direção Suprema, os quadros de alta patente e até a sede da Direção Suprema da RPDC. Insatisfeitos com isso, empregam até a “operação de decapitação” no exercício de guerra nuclear. Esta imprudência militar multiplica a decisão de vingança dos militares e civis coreanos. O grave atentado contra o Sol deve ser castigado mais duramente. O golpe ao estilo coreano será a guerra de vingança nunca vista no mundo e eliminará por completo deste planeta o império americano, ninho do mal.


da Korean Central News Agency KCNA)

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube