top of page
partido-dos-panteras-negras.png
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Os EUA seguirão como o inimigo número um dos povos, a face mais criminosa do mal do mundo"



As declarações do Departamento de Estado dos EUA procuram embelezar a face horrorosa da ocupação e comercializar as suas mentiras.


A Administração dos EUA tornou-se o porta-voz militar da Entidade sionista.


A criminosa administração dos EUA tornou-se o porta-voz militar da Entidade sionista, reafirmando que é um parceiro principal no genocídio e nos horríveis e brutais massacres cometidos na Faixa de Gaza.


As declarações de ontem do Departamento de Estado dos EUA sobre “ver que a Entidade está preocupada com as operações de evacuação no sul da Faixa de Gaza para evitar mais vítimas” é uma tentativa flagrante dos EUA de glamourizar a face feia da ocupação, comercializar as suas mentiras e legitimar os crimes e massacres que serão cometidos no sul da Faixa de Gaza, especialmente porque a mesma declaração se contradiz quando promove a “espera de mais vítimas civis”.


A evasão do Departamento de Estado dos EUA em responder ao foco do inimigo em atacar jornalistas revela as suas mentiras e o pleno conhecimento deste crime, em uma altura em que entidades palestinas e internacionais documentaram o martírio de mais de 70 jornalistas que foram direta e deliberadamente atacados pela ocupação na tentativa de esconder seus crimes e silenciar a verdade.


O país estadunidense continuará a ser o inimigo número um do povo, a face mais criminosa do mal no mundo, e um dia pagará o preço pelos seus crimes contra o povo e pelo seu apoio ilimitado à Entidade sionista. O acerto de contas virá inevitavelmente.


Da Frente Popular para a Libertação da Palestina

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-jun24.png
capa29 miniatura.jpg