top of page
partido-dos-panteras-negras.png
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"As relações entre Cuba e RPDC são baseadas no internacionalismo proletário e moral revolucionária"



62 anos se passaram desde que as relações diplomáticas foram estabelecidas entre a República Popular Democrática da Coreia e a República de Cuba.


Em 29 de agosto de 49 da era Juche (1960), nosso país estabeleceu relações diplomáticas em nível de embaixador com a República de Cuba, como sinal de apoio e solidariedade ao governo cubano e ao povo que entrou no caminho da construção da nova sociedade levantando a bandeira da revolução pondo fim à política de subjugação colonial dos Estados Unidos no Hemisfério Ocidental da Terra. Há mais de 60 anos, ambos os países vêm bordando a bela história de relações amistosas baseadas no apoio mútuo e na colaboração no caminho da independência anti-imperialista e do socialismo.


Essas relações bilaterais não são simples relações diplomáticas, mas especiais de amizade baseadas em princípios revolucionários e socialistas e fidelidade camarada.


Há muito tempo, os ex-líderes de ambos os países estabeleceram relações amistosas baseadas no internacionalismo proletário e na moral revolucionária. e prepararam a história e a tradição do desenvolvimento das relações bilaterais.


Embora os dois países estejam distantes geograficamente, o presidente Kim Il Sung e o líder Kim Jong Il, considerando Fidel Castro Ruz e outros revolucionários cubanos como companheiros de armas próximos que defenderam firmemente o princípio socialista sempre com a posição contra o imperialismo e os EUA, os ajudaram e os apoiaram desinteressadamente.


Fidel Castro, que por muito tempo estimava infinitamente o presidente Kim Il Sung como um veterano da revolução e um gigante da política mundial, queria muito conhecê-lo e trocar opiniões sobre muitos assuntos, então enviou nosso país para líderes de seu partido e governo em várias ocasiões.


O presidente Kim Il Sung deu uma audiência a Raúl Castro Ruz que visitou nosso país em outubro de 55 da era Juche (1966) e outros revolucionários e personalidades do Partido e do governo cubano em ocasiões em que lhes deu instruções detalhadas sobre os problemas de interesse para eles e as questões que surgiram no desenvolvimento de relações amistosas entre os dois países.


O líder Kim Jong Il, afirmando que defender a Revolução Cubana significava defender a posição socialista no Hemisfério Ocidental, enviou seu absoluto apoio e solidariedade à luta do povo cubano pela construção do socialismo.


Em março de 75 da era Juche (1986) Fidel Castro Ruz fez sua primeira visita ao nosso país.


Presidente Kim Il Sung e Líder Kim Jong Il o receberam gentilmente como um colega revolucionário e amigo próximo de nosso povo. Por meio de conversas e visitas a vários lugares do nosso país, os líderes de ambos os países trocaram opiniões francamente sobre os problemas que surgem para fortalecer ainda mais os laços de amizade bilaterais e acordaram sobre as principais questões internacionais.


A reunião de cúpula serviu como uma ocasião histórica muito importante para destacar a amizade combativa e a unidade dos povos de ambos os países e fortalecer a unidade e a coesão do movimento comunista internacional.


A história e a tradição das relações bilaterais de amizade e colaboração elaboradas pelos ex-líderes de ambos os países se consolidam e se fortalecem século após século sob a atenção especial do secretário-geral Kim Jong Un e do camarada Miguel Mario Díaz-Canel Bermúdez.


O primeiro acolheu calorosamente o último que visitou a Coreia do Norte em setembro de 104 da era Juche (2015) e novembro de 107 da era Juche (2018).


Na reunião de cúpula de 2018, o secretário-geral expressou seu apoio absoluto à luta do povo cubano para construir um país poderoso e próspero, dizendo que a RPDC e a República de Cuba estão na mesma trincheira na luta para manter a soberania e a dignidade nacional e defender a justiça internacional.


Seguindo sua nobre ideia, buscamos consolidar, ampliar e desenvolver relações amistosas entre os parlamentos de ambos os países em diversas esferas.


Por ocasião do dia comemorativo da fundação da República Popular da Coreia, dia comemorativo do triunfo da Revolução Cubana, dia do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países e outras ocasiões, são trocados telegramas de felicitações ao presidente entre a Assembleia Popular Suprema de nosso país e a Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba, enquanto se promovem energicamente as relações bilaterais, ampliando e desenvolvendo multilateralmente o intercâmbio e a colaboração entre os grupos de amigos membros de ambos os parlamentos.


Atualmente, o povo cubano, firmemente unido em torno do Partido Comunista de Cuba chefiado pelo estimado camarada Miguel Mario Díaz-Canel Bermúdez, está alcançando êxitos louváveis ​​na defesa da soberania nacional, na construção da economia nacional, na estabilização da vida do povo e no desenvolvimento das relações exteriores rejeitando as crescentes sanções econômicas dos EUA e os desafios e maquinações impeditivas das forças contrarrevolucionárias dentro e fora do país.


Nosso povo está feliz por considerar seus sucessos como seus e deseja de todo o coração que você alcance maiores sucessos na luta para concretizar a resolução do VIII Congresso do Partido Comunista de Cuba.


No futuro estaremos também ao lado do povo cubano na luta pela independência anti-imperialista e pela causa comum do socialismo e fortaleceremos ainda mais as tradicionais relações de amizade e colaboração com Cuba.


Por So Ho Won, Presidente do Grupo de Amizade Coreia-Cuba da Assembleia Popular Suprema da RPDC

0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-jun24.png
capa29 miniatura.jpg