top of page
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

"Comunistas conduziram inúmeras ofensivas contra as forças de segurança filipinas"



O Comando Melito Glor parabeniza os guerilheiros vermelhos e comandantes das unidades do NPA (Novo Exército Popular) em Quezon e Rizal que realizaram retumbantes ações militares em setembro deste ano. É dedicado ao povo de Southern Tagalog que está lutando na luta democrática nacional, apesar da intensificação do terrorismo de Estado.


Em Rizal, duas ofensivas contra inimigos de classe e exércitos mercenários ocorreram na última semana de setembro. O povo saudou o ataque do Comando Narciso Antazo Aramil - NPA Rizal no forte dos capangas do usurpador Arturo Robes em Brgy. San Isidro Rodriguez em 27 de setembro. O NPA também destruiu equipamentos de demolição de casas e confiscou armas usadas por capangas para intimidar os agricultores.


A operação ocorreu em resposta à ameaça de Robes e ao despejo de 150 famílias de camponeses pobres que viviam pacificamente no Monte Balagbag. Os residentes seriam privados de terras e meios de subsistência para um projeto de ecoturismo.


Em 30 de setembro, outra unidade da NAAC emboscou o 80º IBPA em operação no Sítio Ilas, Brgy. Puray, Rodriguez. Dois foram declarados mortos pelo Exército filipino, incluindo o soldado Warren Fold Montebon.


Enquanto isso, uma unidade do Comando Apolonio Mendoza-NPA Quezon se defendeu bem quando foi atacada por tropas do 85º IBPA sob a 201ª Brigada em 27 de setembro, às 11 horas, no Sítio Hagakhak, Barangay Malaya, General Luna. Dois soldados foram mortos no confronto de 10 minutos.


De acordo com o AMC, os combatentes vermelhos não atiraram imediatamente no inimigo porque os soldados foram astuciosamente posicionados na direção em que as balas poderiam atingir os civis. O Novo Exército Popular então respondeu ao fogo para garantir a segurança dos residentes.


Foi condenada veementemente a violência contra os residentes do Sitio Hagakhak após os combates. Reagan Avila e sua esposa Leonina Ilag e Poli Naval, todos morando perto do local do encontro, foram presos. Eles foram levados para o acampamento dos soldados para investigação.


Os golpes bem-sucedidos sobre os inimigos fascistas mostram que o Novo Exército Popular é fiel à sua promessa de defender os interesses e direitos das massas trabalhadoras. Quem quiser ser um defensor do povo está convidado a aderir ao Novo Exército Popular e a travar uma guerra justa contra a opressão e a exploração.


Por Armando Cienfuego, Porta-voz do Comando Operacional Regional do Sul do Tagalo


0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-mai24.png
capa29 miniatura.jpg