• NOVACULTURA.info

"Estaremos sempre com o povo de Cuba"



Devido à situação anormal criada pelas grandes manifestações antigovernamentais que ocorreram recentemente em várias regiões de Cuba, os Estados Unidos abrem as manobras de esmagamento a Cuba.


É claro que o verdadeiro culpado e manipulador por detrás desta situação cubana são os Estados Unidos. O fato de que depois da rebelião o alto círculo dos Estados Unidos se manifestou pessoal e persistentemente incitou e instigou as manifestações antigovernamentais o prova.


Como seu propósito de aniquilar o sistema socialista de Cuba fracassou nesta ocasião, os Estados Unidos se apegam tenazmente às maquinações de intervenção nos assuntos internos de Cuba sob a bandeira da "defesa dos direitos humanos".


No entanto, nem o desumano bloqueio econômico dos Estados Unidos, que se manteve ao longo de décadas, nem a astuta trama psicológica antigovernamental através da Internet não serão capazes de dobrar a vontade revolucionária do povo cubano de defender o socialismo até o fim.


O fato de que nos últimos 17, centenas de milhares de cubanos se levantaram como um só homem e as manifestações revelaram uma a uma as maquinações dos Estados Unidos e contrarrevolucionários que fracassaram e condenaram e rejeitaram resolutamente as tentativas de aniquilação de Cuba constituem a expressão categórica da convicção e vontade do povo cubano de defender com firmeza a pátria, a Revolução e as conquistas do socialismo.


Expresso todo o apoio e solidariedade ao governo e ao povo de Cuba que se lançaram na luta de todo o povo para rejeitar categoricamente as maquinações de esmagar Cuba e defender até o fim a dignidade, a soberania do país e as conquistas socialistas alcançadas com o sangue costa.


Como no passado, estaremos sempre ombro a ombro com o governo irmão e o povo de Cuba, na mesma trincheira da luta, para frustrar as agressões e os desafios das forças hostis e fazer avançar vitoriosamente a causa socialista comum.


A justa causa do governo e do povo cubano triunfará sem falta.


Pak Myong Guk

Vice Ministro das Relações Exteriores

República Popular Democrática da Coreia