"Liquidação de atrasos teóricos e políticos de quadros"



O camarada Stalin expôs clara e claramente os problemas da propaganda do Partido e da educação marxista-leninista dos quadros nos seguintes termos:


"É possível organizar satisfatoriamente a regularização da composição do Partido e a aproximação dos órgãos dirigentes ao trabalho de base; é possível organizar satisfatoriamente a promoção de quadros, a sua seleção e distribuição; mas se, com tudo isto, a nossa propaganda partidária começar a coxear por uma causa ou outra, se o trabalho de educação marxista-leninista começar a definhar, se o nosso trabalho de elevar o nível político e teórico destes quadros falhar, e este último, em relação a isto, deixar de estar interessado na perspectiva do nosso avanço, deixar de compreender a justiça da nossa causa e tornar-se rotineiro sem perspectivas que preencham cegamente e mecanicamente as indicações vindas de cima; então todo o nosso trabalho estatal e partidário deve definhar inevitavelmente. É necessário reconhecer como axioma que quanto maior for o nível político e o grau de consciência marxista-leninista dos trabalhadores em qualquer ramo do trabalho estatal e partidário, maior e mais frutuoso será o próprio trabalho, mais eficientes serão os resultados do trabalho, e, o grau de consciência marxista-leninista dos trabalhadores; quanto mais prováveis forem os fracassos e as falhas no trabalho, mais provável é a mesquinhez e a degradação dos militantes, que se tornam avarentos de rotina, tanto mais provável é a sua degeneração".


O camarada Stalin salientou que dispomos de todos os meios e recursos necessários para dar aos nossos quadros uma preparação ideológica e uma formação política, acrescentando que nove décimos da solução de todos os nossos problemas práticos dependem disso.


O problema da liquidação do atraso teórico e político dos quadros do Partido, o problema de dar aos membros do Partido a arma da teoria marxista-leninista e a assimilação do bolchevismo, exige que o trabalho de propaganda e agitação do Partido seja elevado ao nível necessário, de acordo com a resolução do Comité Central "Sobre a Organização da Propaganda do Partido em Relação à Emergência do Partido 'História do Partido Comunista (Bolchevique) da URSS", bem como as indicações que nos foram dadas pelo camarada Stalin no seu relatório a este Congresso.


O problema da assimilação do bolchevismo surge diretamente a partir dos problemas inerentes à atual fase da construção socialista.


Para resolver com sucesso o problema fundamental do terceiro quinquénio, o problema da educação comunista do povo trabalhador, da eliminação das reminiscências capitalistas da consciência popular, para resolver com sucesso os problemas práticos da construção socialista, para estar preparados para a luta contra o cerco capitalista e seus agentes, os nossos quadros devem armar-se teoricamente, ou seja, adquirir conhecimento das leis do desenvolvimento da sociedade e da luta política.


Os defeitos básicos da propaganda do Partido são expostos na conhecida resolução do Comité Central. Esta resolução indica os métodos de reorganização da propaganda do Partido, por ocasião do aparecimento do livro "História do Partido Comunista da União Soviética (Bolchevique)".


Agora a reorganização do trabalho de propaganda começou. Os primeiros passos nesta reorganização mostram que o aparecimento do livro "História do Partido Comunista da União Soviética (Bolchevique)" e a resolução do CC deram um forte impulso à melhoria de todo o trabalho ideológico-político. Milhões de pessoas começaram o estudo do marxismo-leninismo, o estudo da "História do Partido Comunista da União Soviética (Bolchevique)". Esta é uma das maiores vitórias do nosso Partido. Cerca de 12 milhões de exemplares do livro "História do Partido Comunista da União Soviética (Bolchevique)" foram vendidos em russo (aplausos) e outros 2 milhões nas outras línguas dos povos da URSS. O "História do Partido Comunista da União Soviética (Bolchevique)" está traduzido em 28 línguas, nas quais foram publicados mais de 673.000 exemplares. Podemos dizer, sem medo de exagero, que desde que o marxismo existe, este é o primeiro livro marxista a ter uma tal difusão (aplausos).


Os quadros do Partido iniciaram o estudo individual. As encomendas de literatura marxista-leninista cresceram consideravelmente. A propaganda do marxismo-leninismo concentrou em si mesma a atenção de todas as organizações do Partido.


Há uma certa experiência das novas formas de trabalho.


Após as resoluções do CC, os melhores teóricos e propagandistas do Partido dedicaram-se à propaganda oral e escrita do marxismo-leninismo. Estão a ser formados quadros de propagandistas profissionais experientes.


Antes da reorganização da propaganda, o Partido tinha mais de 112.000 propagandistas. É evidente que entre eles havia muitos com preparação deficiente. Agora, o contingente de propagandistas diminuiu consideravelmente. As organizações do Partido escolhem pessoas que estão verdadeiramente preparadas para o trabalho de propaganda.


O número de círculos políticos também diminuiu. Em Moscou, por exemplo, antes da resolução do CC existiam mais de 9000 círculos, e em Leningrado mais de 5000. Agora Moscou tem pouco mais de 5000 círculos e Leningrado cerca de 300.


A leitura, o estudo individual, está a tornar-se um método fundamental para o trabalho dos quadros.


A propaganda impressa, que é de importância decisiva na organização do trabalho de propaganda, está a ser expandida.


Tudo isto, porém, é apenas o início da extensão do trabalho de propaganda que o nosso Partido está a procurar. Neste processo ascendente, a nossa imprensa bolchevique desempenhará um papel decisivo. As encomendas de livros e jornais têm crescido consideravelmente e continuarão a crescer.


Estamos na véspera de um enorme avanço em todo o trabalho de propaganda do Partido. Para tal devem ser utilizados meios tão poderosos como o cinema, a rádio e a arte.


A fim de conduzir com sucesso o trabalho de propaganda marxista-leninista no Partido e no país, para resolver com sucesso os problemas de resolução do atraso teórico e político dos quadros do Partido, o CC deve ter uma poderosa secção de propaganda e agitação, a Direção de Agitação e Propaganda, que concentra todo o trabalho de agitação e propaganda oral e escrita.


A formação ideológica educará o homem soviético na consciência da dignidade do cidadão soviético e na segurança das suas forças. As palavras do camarada Stalin que a teoria dá aos militantes a força da orientação, autoconfiança, perspectiva, não só a capacidade de ver os acontecimentos, mas também de prevê-los, ressoam agora com mais força do que nunca.


A reorganização da propaganda do nosso Partido irá assegurar o florescimento do trabalho teórico e dar ainda mais força ideológica ao nosso Partido. (Aplausos prolongados).


Excerto do relatório lido por Zhdanov no 18º Congresso do PCUS(b) em 18 de Março de 1939.


Texto extraído do site culturaproletaria.wordpress.com, publicado pelo jornal "A Classe Operária", n° 36, em novembro de 1946


Tradução de Mateus C. Ortega



NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube