1/10

"Macri, basta de fome!"


A política do governo de submissão ao FMI agrava todas as dificuldades dos trabalhadores e do povo, beneficiando aos grandes banqueiros, latifundiários e exportadores. Construamos ativamente a greve geral nacional!

1. Macri reafirmou o ajuste e o entreguismo abraçado ao FMI

O povo nas ruas enfrenta essa política que levou o país para a crise social, financeira, econômica e que, agora, também é uma crise política.

O auge das lutas de massas nas ruas contra o ajuste e a entrega do país pactuados por Macri e pelo FMI, junto do agravamento da crise social e econômica, resultaram e numa crise política do governo macrista.

Houveram vários dias de negociatas e fortes pressões para que houvesse uma mudança de ministros, para que se ampliassem as alianças ou para que, ao menos, o governo pudesse “limpar a barra” de seu gabinete. Mas o enfraquecimento do governo, as mudanças se reduziram a uma troca de seis por meia dúzia, apenas com um novo ordenamento hierárquico em que as decisões mais importantes são tomadas diretamente por Macri.