1/10

"Uma nova era de paz e prosperidade para a Nação Coreana"


A nação coreana viveu por muito e muito tempo junta como um só país, dividindo a mesma história, cultura, tradições, linguagem, e muitas outras características comum aos habitantes da Península Coreana. Por conta de interferência estrangeira, em um momento de mudanças e de luta pela independência em todo o mundo, a Coreia não pôde ficar sequer um mês completo como única nação após sua libertação do domínio colonial japonês. Todo o esforço feito pelos coreanos do norte e do sul para libertar o país ficaram em cheque quando o imperialismo estadunidense adentrou no país para usufruir de uma base avançada para dominação e agressão de todo o mundo, trazendo além de toda a repressão e atrocidades para com o povo local, a divisão, algo que seria uma marca, ou melhor, uma sequela, da invasão imperialistas e que traz muita dor para todos, mesmo passadas muitas décadas. Por cerca de 3 anos, irmãos tiveram que apontar armas um contra o outro, causando uma tristeza imensurável para toda a nação que estava refém da potência mundial que escolheu a Península Coreana para colocar suas garras. Foram anos de incontáveis sofrimentos, muito difíceis de serem superados, onde coreanos morreram sem razão alguma. O imperialismo estadunidense sofreu uma grande derrota em sua guerra de agressão ao não conseguir alcançar seu objetivo de dominar toda a Península Coreana, todavia, manteve suas bases militares e sua influência direta nas decisões de regimes fantoches, escolhidos a dedo por eles e não pelo povo do sul. Foram sofríveis os anos de ditadura sob a liderança de Syngman Rhee, mas o povo sul coreano não se abaixou e lutou por sua liberdade, mesmo que isso custasse sua vida. Assim, conseguiram derrubar o tirano e tiveram a oportunidade de colocar um governante que representaria de fato o povo coreano, mas um golpe de Estado, orquestrado pelos EUA, fez Park Chung Hee ascender ao poder, instaurar uma ditadura sanguinária e por lá ficar até ser assassinado à tiros por um ex-companheiro. A luta por democracia manteve-se forte por muito mais tempo na Coreia do Sul, depois da derrubada de Park, até que se alcançasse finalmente