1/10

"Duterte é um tirano misógino a caminho de sua queda"


Makibaka [1], a organização revolucionária clandestina de mulheres, do sul de Mindanao condena nos mais altos termos a recente ordem de Duterte para que soldados das Forças Armadas Filipinas (FAF) atirem nas vaginas de mulheres membras do Novo Exército Popular (NEP), uma vez que supostamente o levante armado dessas mulheres tornaria seus órgãos reprodutivos “inúteis”. Ao evocar a tradição fascista das FAF de chauvinismo masculino e da prática do estupro, Duterte assume ignorantemente que poderá reunir suas tropas para cometer os crimes de guerra mais hediondos com impunidade em sua operação reacionária “Oplan Kayapaan” [2].

Nós convocamos todas as mulheres, organizações, liberais defensores dos direitos civis e até mesmo as mulheres das FAF, que se ofenderam com as opiniões misóginas e primitivas de Duterte acerca de direitos humanos básicos para as mulheres e se situa do lado errado da história e zomba de anos de duras lutas das mulheres, não apenas das Filipinas, mas de todo o mundo.