1/10

PC das Filipinas rechaça a exigência de rendição vinda de Duterte


O Partido Comunista das Filipinas (PCF) rechaçou a exigência do presidente Rodrigo Duterte para que o Novo Exército Popular (NEP) declare um novo cessar-fogo e para que as guerrilhas se rendam e comecem a trabalhar para seu governo como paramilitares.


Em uma declaração lançada no sábado, o bureau de informações do Partido disse que a demanda de Duterte de um cessar-fogo como pré-condição para a retomada das conversas de paz é inaceitável, levando em consideração que as Forças Armadas Filipinas estão conduzindo uma guerra total contra as forças revolucionárias e contra civis por todo o país.


“Isso é inaceitável. Duterte realmente toma as forças revolucionárias por tolas?’’, indagou o PCF.