Duterte exige que o NEP se renda com o cessar-fogo enquanto promove a guerra


1. Duterte ao exigir do NEP (Novo Exército Popular) um cessar-fogo enquanto as FAF (Forças Armadas Filipinas) conduzem uma guerra total contra eles, enquanto pré-condição para início das conversas de paz, está exigindo a rendição. Isso é inaceitável. Duterte realmente pensa que as forças revolucionárias são tão tolas?


2. Duterte perdeu toda a moral para fazer esse tipo de exigência. Lembrem-se que o NEP declarou um cessar-fogo em 19 de Agosto de 2016, que durou quase 160 dias, em resposta ao compromisso formal de Duterte em libertar cerca de 500 prisioneiros políticos e dar-lhes a anistia. Duterte, entretanto, desperdiçou a boa vontade do Frente Democrática Nacional Filipina quando falhou em cumprir seu compromisso e se aproveitou do cessar-fogo para reposicionar seus soldados e conduzir ofensivas militares.


3. Diante do governo tirânico de Duterte e sua guerra total, o povo clama para que o NEP aumente cada vez mais suas ofensivas táticas. As vitórias do exército do povo inspiram a resistência em meio a matança e o clima de terror imposto pelo regime de Duterte.


4. O NEP lança suas ofensivas táticas levando em consideração que o governo Duterte, seus soldados e policiais, são responsáveis por milhares de assassinatos em Oplan Tokhang; por sucessivas execuções de camponeses, de minorias nacionais e da juventude; pela ocupação militar de comunidades civis; por bombardeios aéreos; pela guerra de quase genocídio contra os Maranaos de Mawari; por prisões e detenções injustificadas e muito mais.


5. Como já ficou provado no passado, as negociações entre o governo e a Frente Nacional podem continuar e progredir, mesmo em meio à guerra civil. Por questões de princípio, as forças revolucionárias permanecem abertas para as negociações como forma de alcançar uma paz justa e duradoura, mesmo enquanto leva a cabo a guerra popular, conduz ofensivas táticas e combate a guerra total do regime Duterte-USA. As negociações, entretanto, não poderão ser frutíferas enquanto Duterte permanecer obcecado pela guerra total de seu programa de contra-insurgência Oplan Kapayapaan e pela capitulação do NEP.


6. O povo filipino e suas forças revolucionárias sustentam há quase 50 anos sua guerra popular. Eles não se cansam. Eles estão dispostos, mais do que nunca, a levar a cabo sua revolução porque buscam enterrar o inaceitável sofrimento de operários e camponeses sob este sistema de exploração e opressão.


7. Duterte ameaça levar acabo mais 50 anos de guerra contra-revolucionária. Pelo visto, ele não durará até alcançar os seus termos. Ele instigou a ira do povo filipino, aumentando seu isolamento. O movimento revolucionário certamente perdurará por muito mais tempo que o regime USA-Duterte.

09 de Setembro de 2017

Bureau de Informações do Partido Comunista das Filipinas

29 visualizações

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube