1/10

PC (AP): "O roubo do Cobre Chileno"


As transnacionais que se apropriaram de nosso cobre, graças a ditadura e a gestão do então ministro José Piñera, criador da “Lei Mineira”, no ano de 1982, sendo os sucessivos governos entreguistas que vieram em seguida da ditadura, os que entregaram 62% desta principal e estratégica riqueza nacional para as mãos de capitalistas estrangeiros, a partir da Lei 18.985 de Junho de 1990, a verdadeira desnacionalização que se iniciou com Aylwin e que foi seguida pelos demais governos “concertacionistas’’ que lhe sucederam, é assim como estas transnacionais alcançaram, no de 2011, um lucro de 34,6 bilhões de dólares, ou seja, o equivalente a uns 1,73 quatrilhões de pesos chilenos. Toda esta riqueza poderia ter ficado no Chile!


Por esta razão, defendo que o Chile e sua grande riqueza mineral são capazes de gerar os recursos necessários para que exista saúde, educação e habitação grátis para todos. Chile pode, com o cobre, dar bem-estar e futuro para todos.