Notícias

Publicada carta sobre a violação dos Direitos Humanos nos EUA em 2017

O Instituto para o Estudo dos Assuntos Internacionais da República Popular Democrática da Coreia publicou a carta branca sobre a violação dos direitos humanos nos EUA em 2017. Assim que assumiu o poder, Trump ergueu-se nas posições importantes de administração para os milionários e seus porta-vozes que "contribuíram" para a eleição presidencial, revela o documento e continua: O Secretário de Estado, do Comércio, Tesouro, Defesa, etc., também são milionários. O patrimônio dos funcionários superiores ao subsecretário da administração atual é avaliado em 14 bilhões de US$. Durante o ano passado, a administração Trump praticou políticas antipopulares a favor da minoria privilegiada. Na sociedade

“Afeganistão, um país condenado à morte”

No último sábado, 20, o Talibã efetuou um ataque ao Hotel Intercontinental em Kabul, que eventualmente deixou 43 mortos e quase 70 feridos. No meio da semana houve o assalto de homens do Daesh no escritório da missão da Save the Children na cidade de Jalalabad, capital da província de Nangarhar, cerca de 150 quilômetros a leste de Kabul. O fato de deixar "apenas" 6 mortos e 27 feridos, a magnitude de vítimas fez com que a notícia passasse despercebida, mas para o alvo escolhido, uma ONG de origem britânica, que ajuda nada menos do que crianças vítimas de vários conflitos em todo o mundo. O último ataque de grande magnitude tinha ocorrido naquela cidade último dia 31 de dezembro, quando uma e

"As contradições da reação"

Os ideólogos neotomistas [1] da Itália de da França que, na ânsia de edificar a teoria reacionária sobre as bases de uma intransigente negação do liberalismo, condenam a Reforma e pregam a restauração da ordem romana, entre outros riscos doutrinais e teóricos movem-se à heresia. Este é, sem dúvida, o perigo com o qual Henri Massis – tão profundamente convencido de que apenas o dogma é fecundo - mais terá que se preocupar. Embora esses ideólogos tenham a filosofia escolástica como uma propriedade incontestável, a Igreja Romana, de autoridade inegável, se manifesta desfavorável à punição quanto ao uso que estes fazem da sua tradição e doutrina. A excomunhão do L'Action Française [2] não é o ún

"Quem foi José Martí?"

“O verdadeiro homem não busca o lado que se vive melhor, mas sim o lado que está o dever; e esse é o verdadeiro homem, o único homem prático, cujo sonho de hoje será a lei de amanhã, porque ele que pôs os olhos nas entranhas universais, e viu ferver os povos, ardentes e ensanguentados, no caldeirão dos séculos sabe que no futuro fez a diferença, está do lado do dever” José Martí, En Hardman Hall, Nueva York, 10 de octubre de 1890 Em 1953, em seu histórico "A História me absolverá", Fidel Castro Ruz, ao descrever as dificuldades e a censura a ele impostas na prisão, afirmava "(...) Da mesma forma se proibiu que chegassem em minhas mãos os livros de Martí; parece que a censura da prisão os co

Sobre a condenação de Lula e a nova fase da luta de classes no país

A condenação de Lula por unanimidade na oitava turma do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4) é mais um episódio do Golpe de Estado que se desenvolve em nosso país. Tratou-se da condução farsesca de um julgamento – antecipado sem qualquer razão legal, apenas para atender às exigências da agenda golpista – que visava, desde o seu início, não a averiguação de possíveis atos ilícitos do réu, mas sim impossibilitar sua candidatura eleitoral, considerada hoje a favorita para o pleito de 2018 em todas as pesquisas prévias, independente das circunstâncias. Não foram poucas as arbitrariedades jurídicas cometidas, apontadas por inúmeros especialistas da própria legalidade burguesa existente

"O capitalismo monopolista de Estado"

O Estado capitalista, segundo a definição de Stalin, é uma instituição destinada a organizar a defesa do país e a organizar a defesa da "ordem", como também um aparelho de cobrar impostos. Quanto à economia propriamente dita, esta pouca coisa tem a ver com o Estado capitalista, e não se acha em suas mãos. Ao contrário, é o Estado que se encontra nas mãos da economia capitalista. Esta fórmula clássica define a essência da relação existente, nos países capitalistas, entre o Estado e a economia. O capitalismo monopolista de Estado não é senão a submissão absoluta do estado burguês à economia capitalista, e, portanto, aos monopólios, e não o contrário disto. É a interpenetração cada vez mais com

"Romper com os grilhões do Imperialismo: a luta pela independência na Austrália"

O Imperialismo britânico coloca seu dedo muito pesadamente na Austrália e no povo australiano. Ainda hoje, "notícias" britânicas são publicadas amplamente na imprensa australiana, etc., livros britânicos, programas de televisão, a realeza britânica e assim por diante, todos obtêm grande publicidade. É um resquício da Grã-Bretanha que “mandava nos mares” e de seu domínio colonial. Agora a Grã-Bretanha perdeu seu poder e o Imperialismo norte-americano tornou-se o imperialismo de primeira ordem. Houve um certo desgaste da "lealdade" à Grã-Bretanha. Mas as semelhanças da origem britânica da Austrália com as colônias americanas encobriram a ruptura. Além disso, há grande semelhança nas perspectiv

"A política dos EUA para a Síria: Um passo mais perto da guerra de larga escala"

A administração norte-americana tem enfrentado alguns inconvenientes na sua tentativa de dar vida a seus planos de construir um muro na fronteira mexicana. O Presidente Trump terá de lutar uma batalha árdua para manter sua promessa pré-eleitoral, mas o lançamento de um programa que tem por objetivo garantir a segurança fronteiriça de um outro estado, situado a milhares de quilômetros – um plano que nunca foi anunciado – se mostrou muito mais simples. As notícias foram uma grande surpresa para aqueles que acompanham o desenrolar dos eventos no Oriente Médio. Uma “Força de Segurança Fronteiriça” de 30 mil homens, apoiada pelos Estados Unidos, deverá operar nas fronteiras da Turquia e Iraque,

"Nelson Mandela e a Revolução Cubana"

É um grande prazer e uma honra estar presente aqui hoje, especialmente em um dia tão importante na história revolucionária do povo cubano. Hoje Cuba comemora o 38º aniversário do assalto ao quartel de La Moncada. Sem Moncada, a expedição no Granma, a batalha de Sierra Maestra e a extraordinária vitória de 1º de janeiro de 1959 nunca teriam ocorrido. Hoje é a Cuba revolucionária, a Cuba internacionalista, o país que mais tem feito pelos povos da África. Esperamos muito tempo para visitar seu país e expressar os sentimentos que temos sobre a revolução cubana, sobre o papel de Cuba na África, no Sul da África, e no mundo. O povo cubano tem um lugar especial nos corações do povo da África. Os in

"A geopolítica, arma ideológica do imperialismo estadunidense"

Os Estados Unidos da América, centro mundial da política reacionária e agressiva, gendarmes do mundo, são o principal foco da ideologia reacionária, fascista. Em seu desejo de justificar as pretensões dos Estados Unidos ao domínio mundial, os lacaios “sábios” do imperialismo norte-americano difundem zelosamente as ideias, plenas de ódio aos outros homens, da superioridade da raça anglo-saxã e realizam desenfreada propaganda em prol da agressão imperialista. Na bagagem ideológica dos incendiários de guerra norte-americanos, a geopolítica, como é chamada, distingue-se por sua orientação extremamente agressiva e pelas diretivas de banditismo claramente formuladas. Essa reacionária pseudoteoria

"Os ideólogos da reação"

O ato reacionário – como tive a oportunidade de apontar na ocasião da adesão de Maeztu à ditadura em seu país [1] – precedeu a ideia reacionária. Contudo, temos agora uma abundante filosofia da reação, que para florescer tranquilamente necessitou, previamente, da própria reação. Portanto, não estou querendo dizer que antes da crise da democracia e do liberalismo a reação carecesse de intelectuais, mas suas teses, desarticuladas e fragmentárias, tinham um caráter de protesto romântico, ou de uma crise pessimista das instituições e princípios democráticos, e não apresentavam um sistema ou uma doutrina afirmativa e beligerante, caráter que adquiriu após a marcha fascista em Roma. A atitude gera

"As mulheres da Revolução Cubana"

A luta das mulheres cubanas já é registrada desde a luta pela independência do país. No século XIX, ainda sob domínio espanhol, inicia-se em Cuba um movimento independentista, que lutava contra a escravidão e a colonização. Nascida em Santiago de Cuba, em 1815, Mariana Grajales Cuello foi uma das primeiras mulheres que lutou pela liberdade de seu país, teve treze filhos e foi com a maioria deles embora de sua cidade para juntar-se à luta. Criou os Maceos, para lutarem pela independência, combatentes de destaque. Seu filho Antônio Maceo foi o maior general do Exército Libertador e era reconhecido pelas suas táticas militares. Junto com seus filhos e netos, Mariana Grajales organizou um lug

"Comunidades ribeirinhas de Porto Velho vivem drama cotidiano do abandono e desinformação"

Desde a cheia histórica do rio Madeira em 2014, ocasião na qual milhares de pessoas ficaram desabrigadas e perderam pertences e casas, a vida dos ribeirinhos da região do baixo rio Madeira segue entre a tensão de um cotidiano degradado e o medo de uma nova ameaça. Com a região à jusante negligenciada nos relatórios de impacto ambiental da construção das barragens de Santo Antônio e Jirau, os destrutivos impactos sobre os modos de vida tradicionais dos moradores do baixo rio Madeira seguem impunes. O caso do distrito de São Carlos é emblemático. Ao baixar das águas, ainda em 2014, a prefeitura de Porto Velho junto ao governo do estado prometeu aos moradores de São Carlos a aquisição de um

"O que é a Política Songun?"

A República Popular Democrática da Coreia dede sua fundação sofre constantemente com as inúmeras provocações e ameaças de agressão do imperialismo. Logo depois de fundada sofreu com uma gigantesca guerra promovida pelos Estados Unidos, os governantes títeres sul-coreanos e mais uma série de países imperialistas. A guerra foi iniciada em 25 de Junho de 1950, após soldados do “Exército de Defesa Nacional” da Coreia do Sul, dirigidos e orientados por oficiais norte-americanos, promoverem ataques surpresas na região do Paralelo 38, avançando na região norte da Coreia (RPDC). A guerra, além de ter custado a vida de milhões de coreanos, causou também a destruição completa da infra-estrutura de sua

"Guerra biológica, o objetivo dos EUA na Amazônia"

Em artigos passadas, mostramos o projeto perigoso que o governo dos Estados Unidos tem para controle territorial através de laboratórios biológicos estrategicamente localizados. De fato, exceto na Austrália, a Casa Branca tem centros de pesquisa sobre vírus e bactérias em todos os continentes. Chama a atenção para o plano de "cercar" a Rússia, porque de acordo com as denúncias feitas pelo Kremlin, os Estados Unidos têm laboratórios na Geórgia, na Ucrânia e no Cazaquistão (todas as ex-repúblicas soviéticas que compartilham fronteiras com a Rússia. Desta forma, em um eventual ataque, o governo do atual presidente Trump teria uma vantagem notável sobre seus adversários, revivendo a antiga lógic

"Verdades e mitos sobre o filme 'O jovem Karl Marx'"

O jovem Karl Marx é um belo filme, realizado de maneira muito profissional por um admirável diretor de esquerda (o haitiano Raoul Peck) e com uma série de atores realmente bons. Ele abarca o período entre 1842, quando Marx era o editor-chefe da Gazeta Renana (Rheinische Zeitung), e início de 1848, quando fica pronto o Manifesto Comunista. O filme não foca apenas na amizade entre os dois rapazes, Karl Marx e Friedrich Engels, cujas teorias posteriormente tornaram-se enormemente influentes; ele trata também das relações desses dois homens com suas parceiras – Jenny von Westphalen e Mary Burns, respectivamente – e do importante papel que essas mulheres desempenharam. Comparado com algumas das p

Mella: "Pela criação de revolucionários profissionais"

Satisfazer as necessidades sociais foi a causa da criação das profissões. Algumas necessidades, artificialmente criadas pelo atual regime de opressão e desigualdades serão consideradas pelo homem do futuro como inúteis. Mas outras perduraram, adaptadas ao momento histórico. Sempre, por exemplo, os humanos terão a necessidade dos trabalhadores que dominem a natureza das minas, dos mares e dos bosques. Poderá ser, e é de se desejar, que o comerciante, o militar e os enganadores da justiça, junto com outros vários, desapareçam, como já desapareceram o clássico patrão de escravos, os oráculos e outros parasitas de épocas pretéritas. (Também é certo que esses foram substituídos pelo burguês e pel

'2017 foi sangrento', aponta balanço da Comissão Pastoral da Terra

Balanço da questão agrária brasileira em 2017, divulgado esta semana pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), mostra que 2017 começou e terminou sangrento. De acordo com a entidade, "o contexto vivido pelos povos da terra, das águas e das florestas exigiu teimosia, resistência e questionamento sobre o papel do Estado, do modelo de desenvolvimento e das formas viciadas e distorcidas de construção de poder”. A sucessão de ataques a direitos conquistados historicamente pelo povo brasileiro, consolidou em 2017 um sombrio ciclo de retrocessos políticos, conduzidos pelo conjunto das forças mais elitistas e reacionárias do país. Tais retrocessos, conforme a análise da CPT, penalizaram principalment

"A guerra é um denominador comum"

O ambiente geográfico conhecido como Oriente Médio, onde 60% das reservas mundiais de petróleo estão concentradas, vem mudando no ponto de vista da mídia, a partir do domínio geopolítico dos Estados Unidos na área. Agora, não é incomum saber sobre o conflito no Oriente Médio quando se trata da guerra na Síria ou no Iraque, ou quando inclui nações do norte africano ou da Ásia. A explicação — na minha opinião — deve ser buscada no denominador comum dessa geopolítica: o papel dos Estados Unidos. A última ação de guerra e desestabilização de Washington — o anúncio de Donald Trump para mover a embaixada dos EUA para Jerusalém — faz parte de uma longa história, a partir do momento em que as

"Unificar o povo filipino para derrubar o governo fascista de Duterte"

O Comitê Central do Partido Comunista das Filipinas transmite suas mais calorosas saudações ao povo filipino e aos membros do Partido por ocasião do 49º aniversário de sua reestruturação nos fundamentos teóricos do Marxismo-Leninismo-Maoísmo e da linha política geral da revolução democrática popular através da Guerra Popular. Nós saudamos todos os quadros e membros por fortalecerem o Partido nos aspectos político, organizativo e ideológico; por dirigir com êxito o Novo Exército Popular no avanço da Guerra Popular; por ampliarem a Frente Democrática Nacional, as organizações revolucionárias das massas e os órgãos de poder político locais; e por marchar firmemente à frente das grandes massas d

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube