Balanço aponta prejuízo na Petrobras


Depois de meses de atraso, devido a recusa da empresa de auditoria PricewaterhouseCooper em assinar os balanços da companhia, o balanço auditado de 2014 da Petrobras foi publicado. A companhia registrou um prejuízo líquido de R$21 bilhões diante de um lucro líquido de R$23 bilhões em 2013. É o primeiro prejuízo anual registrado desde a chegada do PT na presidência em 2003.


O que mais influenciou o resultado foi a desvalorização dos ativos em R$44 bilhões, desvalorização essa que ocorreu graças a problemas nas execuções dos projetos das refinarias de Abreu e lima e do COPERJ, provocados pelas dificuldades de caixa e com fornecedores causados pela operação lava jato, e em menor escala, pela queda do preço do barril de petróleo no mercado internacional.


Também entrou no balanço um suposto prejuízo de R$ 6,2 bilhões que a companhia teria tido com o esquema de corrupção que supostamente se instalado na empresa, segundo investigações da operação lava jato. A empresa chegou a esse valor a partir de uma vaga estimativa feita partindo dos depoimentos colhidos, sem especificar os valores de cada movimentação suspeita.


a Petrobras por outro lado teve lucro bruto de R$ 80 bilhões, 15% a mais que no ano anterior e que se não fosse a operação lava jato, a Petrobras teria lucro líquido próximo do patamar de R$20 bilhões.


Por conta dessas dificuldades, o presidente da petrobras Aldemir Bendini, anunciou que não repassará os lucros da companhia e que ira realizar um Plano de Demissão Voluntária, que visa afetar mais de 7 mil trabalhadores.


Mesmo com todos os problemas de gestão, sabotagem econômica do imperialismo e conjuntura internacional desfavorável, a produção de petróleo da Petrobras foi de 2,460 milhões de barris dia, o que representa um aumento de 6% em relação ao ano passado.


por Diego Gregório

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube