"Nós não podemos respirar: Sobre o linchamento de George Floyd"

02/06/2020

 

Em 24 de maio de 2020, uma multidão de espectadores testemunhou a lenta morte por asfixia de um negro algemado em Minneapolis. Isto foi um linchamento público.

 

Só que, ao contrário de outros tempos, essa multidão não aplaudiu, mas suplicou repetidamente para que o policial que assassinou George Floyd o deixasse respirar; para tirar o joelho do pescoço e deixá-lo levantar. Várias vezes os espectadores tentaram intervir fisicamente, apenas para serem eles mesmos ameaçados com a violência dos porcos.

 

Além disso, ao contrário dos velhos tempos, este assassinato foi filmado para que o mundo também testemunhasse. E Minneapolis explodiu! Milhares de pessoas foram para as ruas em protesto.

Até poucos anos atrás, o mundo e a Amerika em geral negavam que os Negros e Pardos em fossem rotineiramente assassinados pela polícia.

 

O advento da tecnologia do celular e das mídias sociais permitiu que pessoas comuns forçassem um mundo em negação a dar testemunho da realidade de nossas vidas sob ocupação imperialista racista.

 

Proporcionalmente, mais de nós somos assassinados hoje pela polícia do que fomos mortos por linchamentos durante a era Jim Crow. E assim como durante Jim Crow, nossos assassinos são protegidos por um sistema que cerra fileiras para vilipendiar as vítimas e retratar nossos agressores como árbitros bem-intencionados da justiça. Eles até criaram uma linguagem para reformular esses assassinatos como benignos e algo mais do que assassinatos. Ao invés de chamá-lo como é, eles cunharam o eufemismo, "polícia envolvida em tiroteios".

 

O que eles são é uma continuação do linchamento. Os policiais sempre participaram desse tipo de violência. Eles nunca foram uma fonte de serviço ou proteção em nossas comunidades.

Os Negros e Pardos sempre foram encurralados em espaços marginalizados da sociedade americana, onde vivemos uma existência sufocada. Fomos sufocados até a morte por amerikanos comuns, por instigação e participação de suas elites, líderes políticos e muitas vezes a polícia, quando fomos enforcados em árvores.

 

O linchamento por sufocamento de George Floyd, como o de Eric Garner em 2014, ao protestarem repetidamente "Não consigo respirar!", é apenas uma continuação do mesmo em uma sociedade capitalista racista que deve ser fundamentalmente derrubada. Nunca conseguiremos respirar livremente até que isso aconteça!

 

Atreva-se a lutar! Atreva-se a vencer!

Todo Poder para o Povo!

 

por Kevin "Rashid"Johnson, Ministro da Defesa do News Afrikan Black Panther Party

 

Please reload

Leia também...

"Comunismo e Pan-Islamismo"

06/07/2020

O pensamento de Nelson Werneck Sodré sobre a imprensa e os meios de comunicação no Brasil

06/07/2020

Mariátegui: "A unidade da América Indo-Espanhola"

03/07/2020

"90 anos da Conferência de Kalun: o nascimento da Ideia Juche"

02/07/2020

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube