"Não se render às sanções dos imperialistas"

21/10/2019

 

Os EUA e outras forças ocidentais sancionam e pressionam os países desobedientes, ameaçando-os com o levantamento de sanções se aceitarem suas demandas.

 

Como os imperialistas alternam a "cenoura" com a "faca" para ajoelhar esses países, fazer uma concessão significa recuar dez mil passos e acabar em ruína.

 

É isso que o jornal Rodong Sinmun aponta em um artigo publicado na segunda-feira e continua:

 

A realidade de hoje mostra que a humanidade nunca pode viver em paz se não frustrar o despotismo e a arbitrariedade dos imperialistas.

 

A sanção dos imperialistas persegue o objetivo de gerar caos na economia dos países que não gostam deles, perturbar suas populações, demolir seus poderes e finalmente subjugá-los.

 

Através da conciliação com essa medida punitiva, o país não pode ser defendido ou o fazer povo feliz.

 

A soberania e a dignidade nacional do país são defendidas apenas com a luta anti-imperialista.

 

Da Korean Central News Agency (KCNA)

Please reload

Leia também...

Bancos sobem os juros em meio a crise: quem sofre com isso?

27/03/2020

Como o capitalismo põe o mundo de joelhos diante da crise sanitária?

27/03/2020

"Cuba, a humanidade e a Covid-19"

26/03/2020

"O coronavírus e a luta de classes: o monstro bate à nossa porta"

25/03/2020

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube