Marx: "Demandas do Partido Comunista na Alemanha"

25/03/2019

 
“Trabalhadores de todos os países, uni-vos!”

1. Todo território da Alemanha deverá ser declarado como uma única e indivisível república.

2. Todo alemão, ao atingir a idade de 21 anos, deverá ter o direito de votar e de ser eleito, desde que não tenha sido condenado por um crime.

3. Os representantes do povo deverão receber salário para que os trabalhadores, também, possam ser membros do Parlamento Alemão.

4. Armamento universal do povo. No futuro, os Exércitos serão, simultaneamente, Exércitos de Trabalho, para que as tropas não apenas consumam, como antigamente, mas que produzam mais do que o necessário para sua sobrevivência. Isso será, também, uma contribuição para a organização do trabalho.

5. Os serviços legais serão gratuitos.

6. Todas as obrigações feudais — dívidas, corvéias, dízimos etc. — que sempre foram praticadas com a população rural, deverão ser abolidas sem compensação.

7. As fazendas dos príncipes e outros tipos de posses feudais, juntamente com as minas e afins, deverão se tornar propriedade do Estado. As fazendas deverão ser cultivadas em larga escala e com os métodos científicos mais avançados seguindo os interesses de toda a sociedade.

8. As hipotecas nas terras dos camponeses deverão ser declaradas propriedade do Estado. Os valores de tais hipotecas deverão ser pagos pelos camponeses ao Estado.

 9. Nas localidades onde o sistema de aluguel está desenvolvido, os aluguéis deverão ser pagos ao Estado tal como um imposto.

As medidas descritas nos itens 6, 7, 8 e 9 deverão ser adotadas para reduzirem o peso comunal — entre outros — que sempre foram impostos aos camponeses e pequenos fazendeiros locatários, sem diminuir os meios disponíveis para custear o estado e sem colocar a produção em perigo.

O senhorio no sentido estrito, aquele que não é nem camponês e nem fazendeiro locatário, não terá participação na produção. O seu consumo é, então, nada além de um abuso.

10. Um banco estatal, cujas emissões são o meio legal de pagamento, deverá substituir todos os bancos privados.

Essa medida tornará possível a regulação do sistema de crédito seguindo o interesse do povo como um todo, e assim irá minar a dominação dos grandes magnatas financeiros. Futuramente, ao substituir gradualmente as cédulas por moedas de ouro e de prata, os meios universais de troca (aqueles indispensáveis pré-requisitos do comércio burguês) serão barateados; e o ouro e a prata estarão liberados para o uso no comércio exterior. Finalmente, essa medida é necessária para proteger o Governo dos interesses da burguesia conservadora.

11. Todos os meios de transporte — ferrovias, canais, barcos a vapor, rodovias, postos etc. — deverão ser tomados pelo Estado. Eles deverão se tornar propriedade do Estado e oferecidos gratuitamente para as classes necessitadas.

12. Todos os trabalhadores civis deverão receber o mesmo salário, sendo que a única exceção está naqueles trabalhadores civis que possuem uma família para sustentar e, assim, deverão receber um salário maior.

13. Separação completa da Igreja e do Estado. O clero de cada congregação deverá ser pago apenas pelos contribuintes voluntários de sua congregação.

14. O direito à herança será abolido.

15. Introdução de acentuado imposto progressivo e a abolição de taxas nos artigos de consumo.

16. Criação de workshops nacionais. O Estado deverá garantir o sustento para todos os trabalhadores e provê-lo para aqueles que são incapacitados ao trabalho.

17. Educação universal e gratuita para o povo.

É pelo interesse do proletariado alemão, da pequena burguesia e dos pequenos camponeses, que apoiamos essas demandas com toda a energia possível. Apenas com a realização dessas demandas, os milhões na Alemanha — que sempre foram explorados por um punhado de pessoas e que são aqueles que os exploradores querem que continuem em tal situação — ganharão direitos e chegarão ao poder que os chama de produtores de todas as riquezas.

O Comitê:
Karl Marx, Karl Schapper, H. Bauer, F. Engels, J. Moll, W. Wolff

 

24 de Março de 1848

Please reload

Leia também...

Stalin: "A Greve Geral Iminente"

14/11/2019

"O papel das mulheres na defesa de Stalingrado"

13/11/2019

Lenin: "Sobre os Sindicatos, o momento atual e os erros de Trotsky"

13/11/2019

URC: "Sobre o Golpe de Estado imperialista na Bolívia"

12/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube