Dimitrov: "A Juventude contra o Fascismo"

19/03/2019

 

Camaradas, venho trazendo calorosas saudações do Comitê Executivo da Internacional Comunista.

 

Nenhum perigo que se mostrou na longa e árdua estrada, nenhum fascista ou barricada policial foi capaz de lhes prevenir de se reunir na capital proletária Vermelha com o propósito de discutir, de maneira cordial e amigável, como a família internacional que vocês são, as tarefas de unir as forças da jovem geração de trabalhadores.

 

Vocês são um congresso da juventude revolucionária, um congresso de força e coragem. Quantos dos melhores e mais exemplares lutadores da causa da juventude operária vocês agregaram neste congresso!

 

É com orgulho e carinho que acolho, através de vós, em nome da geração revolucionária mais velha, a gloriosa jovem guarda do povo operário de todo o mundo.

 

Camaradas, há um mês atrás o Sétimo Congresso Mundial da Internacional Comunista completou seu trabalho neste salão que vocês estão reunidos hoje. O congresso, guiado pelos ensinamentos brilhanetes de Marx, Engels, e Lenin, discutiu minunciosamente todos os principais problemas do movimento operário internacional e mapeou a estrada a se tomar para superar a cisão neste movimento, e para soldar as forças dos trabalhadores na luta contra exploradores e opressores, contra o fascismo e a guerra. O Congresso da Internacional Comunista deu especial atenção ao movimento jovem como um dos principais problemas do movimento revolucionário internacional, entendendo muito bem que a vitória da classe operária depende do desenvolvimento correto e bem-sucedido do movimento jovem, assumindo um caráter de massa arrebatador.

 

O fascismo se vingou bestialmente dos melhores lutadores da juventude revolucionária. Ao mesmo tempo está fazendo todos os esforços para adaptar sua demagogia pútrida aos humores da massa da juventude, e para tirar vantagem da crescente atividade militante da juventude para seus próprios fins reacionários, a fim de convertê-la em um sustentáculo para o capitalismo moribundo.

 

Privando a jovem geração do povo operário de todos os direitos, os governos fascistas militarizam toda a juventude, e tentam treinar de suas fileiras obedientes escravos do capital financeiro tanto na guerra civil quanto na imperialista.

 

O que podemos colocar em oposição ao fascismo e a ameaça de guerra imperialista, que se tornou particularmente aguda em observância às preparaçoes sendo feitas pelo fascismo italiano para atacar a Etiópia e a crescente agressão do fascismo alemão?

 

Nós podemos e devemos colocar em oposição à tal a união de todas as forças antifascistas e, acima de tudo, a união de todas as forças da jovem geração do povo operário, ao mesmo tempo que reforça mil vezes o papel e a atividade da juventude na luta da classe operária por seus próprios interesses, para sua própria causa.

 

Deixe que toda a atividade do Congresso da Juventude Comunista Internacional seja devotada para a realização desse imediato e principal objetivo.

 

Com base nas experiências que vocês já adquiriram, e nas decisões do Sétimo Congresso da Internacional Comunista, nós esperamos que vocês sejam capazes de encontrar as maneiras certas de cumprir a mais importante tarefa do seu movimento, a tarefa de unir as forças de toda juventude não fascista, e, acima de tudo, da juventude da classe operária, a tarefa de alcançar a união com a juventude socialista.

 

No entanto, isso não pode ser alcançado se as Ligas Comunistas Jovens continuarem tentando, como elas tem feito até então, construir suas organizações como se elas fossem “Partidos” Comunistas da juventude; também não será possível se elas estão contentes, como até agora, em liderar a vida afastada de sectários isolados das massas.

 

Toda a juventude antifascista está interessada em unir e organizar suas forças. Portanto vocês, camaradas, tem de encontrar tais caminhos, formas e métodos de trabalho assim assegurará a formação, nos países capitalistas, de um novo tipo de organização de juventude de massas, a qual nenhum interesse vital da juventude trabalhadora será alheio, organizações que, sem copiar o Partido, lutarão por todos os interesses da juventude e levantarão a juventude no espírito da luta de classes e do internacionalismo proletário, no espírito do Marxismo-Leninismo.

 

Isto requer que o Congresso deve checar e reavaliar sériamente o trabalho das Ligas Comunistas Jovens, para o propósito de de fato realizar sua reorganização e a remoção destemida de tudo aquilo que obstrui o desenvolvimento do trabalho de massas e o estabelecimento da frente única e da união da juventude.

 

Nós esperamos que a Internacional Comunista Jovem construa sua atividade de tal maneira que solde e una todos os sindicatos, organizações culturais, educacionais e esportivas da juventude operária, todos as organizações revolucionárias, nacional-revolucionárias, nacional-libertadoras e juventudes antifascistas, para a luta contra o fascismo e a guerra, pelos direitos da geração jovem.

 

Observamos com grande prazer que nossos jovens camaradas na França e nos Estados Unidos tem se juntado ativamente ao movimento de massa por uma frente única da junventude que tem se desenvolvido com tanto sucesso, e já atingiu nessa esfera sucessos que sustentam grandes promessas. Todas as seções da Internacional Comunista Jovem devem se beneficiar dessa experiência dos camaradas franceses e americanos.

 

Em muitos países a juventude Comunista e Socialista estão se juntando cada vez mais. Um claro exemplo disso é a presença, neste Congresso da Internacional Comunista Jovem, de representantes não somente da juventude Comunista da Espanha mas também da Socialista.

 

Sendo assim, camaradas, sigam bravamente o caminho de unir a juventude Socialista e de formar organizações articuladas e unidas com ela. Sigam bravamente o caminho de unir todas as forças da juventude anticapitalista!

 

O Comitê Executivo da Internacional Comunista encorajará e apoiará de todas as maneiras sua iniciativa e atividade na luta pela união e por todos os interesses vitais da juventude operária.

 

Os milhões de jovens homens e mulheres para os quais a sociedade capitalista criou condições impossíveis de existência, que estão fora de qualquer organização ou estão em organizações lideradas pelo inimigo da classe, são seus irmãos e irmãs, que vocês podem e devem ganhar para o lado do socialismo pelo seu trabalho persistente.

 

Não esperem até que a união entre os Partidos Comunistas e Sociais-Democrátas e outras organizações da classe trabalhadora seja alcançada!

 

Sejam bravos, independentes e cheios de iniciativa!

 

Vocês são o Congresso da mais ativa, mais abnegada seção da geração jovem de hoje. Vocês não podem ficar de fora do movimento em favor da unidade que está crescendo e se fortalecendo nas fileiras da classe operária. Vocês não precisam esperar como a Juventude Internacional Socialista por permissão “de cima” antes que vocês possam apoiar o movimento da frente única e a união da juventude trabalhadora em uma organização.

 

Em nome do Comitê Executivo da Internacional Comunista eu declaro que a juventude unida nas fileiras da Internacional Comunista Jovem aproveita e continua a aproveitar todas as oportunidades de desenvolver independentemente seu movimento revolucionário e resolvendo todos os problemas deste movimento.

 

Comunistas em organizações de juventude devem ser capazes de trabalhar de tal maneira que influencie as decisões dessas organizações ao convencer seus membros, e não expedindo ordens em nome do Partido.

 

Lembro-me das palavras do grande Lenin que formam a base para as relações entre a Internacional Comunista e a juventude e suas organizações:

 

“Frequentemente os de meia-idade e idosos não sabem como se aproximar da juventude de maneira correta, visto isso, necessariamente, a juventude deve vir ao socialismo de uma maneira diferente, por outros caminhos, de outras formas, em outras circunstâncias que seus pais. A propósito, é por isso que nós devemos ser decididos em favor da independência da Liga da Juventude, não somente porque os oportunistas temem tal independência, mas pela própria natureza do caso; a menos que tenham total independência, a juventude continuará incapaz seja de treinar bons Socialistas entre si ou de se prepararem para levar o socialismo à frente.” [V. I. Lenin, Collected Works Volume 23, p. 164]

 

Camaradas, vocês devem estudar, estudar, enquanto lutam.

 

Combinar suas atividades práticas do dia a dia com um profundo estudo das fontes originais do Marxismo-Leninismo, pois sem teoria revolucionária, não pode haver prática revolucionária.

 

Sejam exemplares, leais e valentes lutadores contra o fascismo, contra o capitalismo.

 

Segurem alto o estandarte da libertação da humanidade da escravidão capitalista, o estandarte da Internacional Comunista.

 

Reúnam toda jovem geração de operários de todo o mundo em torno deste estandarte. O estandarte das grandes vitórias já tremula sob um sexto do globo e triunfará em todo o mundo!

 

[Saudações! A audiência começa a cantar.]

 

Discurso de Georgi Dimitrov na Abertura do Sexto Congresso da Internacional Comunista Jovem

 

25 de Setembro de 1935

 

Please reload

Leia também...

Stalin: "A Greve Geral Iminente"

14/11/2019

"O papel das mulheres na defesa de Stalingrado"

13/11/2019

Lenin: "Sobre os Sindicatos, o momento atual e os erros de Trotsky"

13/11/2019

URC: "Sobre o Golpe de Estado imperialista na Bolívia"

12/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube