"Às vítimas da opressão e violência do regime de Duterte, estamos do seu lado!"

09/08/2018

 

Enquanto o regime de Duterte aumenta seus violentos ataques contra as massas filipinas, asseguramos ao povo que as forças do Novo Exército do Povo (NPA) estão do seu lado. Para Duterte, sua cabala militar e seu bando de opressores: estamos observando atentamente vocês.

Através de todas as informações na mídia e nas redes sociais, o NPA não só está ciente, mas se enfurece com os ataques violentos que estão sendo realizados pelas forças apoiadas pelo Estado contra o povo. A recente dispersão brutal de trabalhadores em greve na gigante fabricante de condimentos NutriAsia em Marilao, Bulacan, a violenta demolição de casas de pescadores em Laiya, Batangas e os atos opressivos das forças armadas contra os evacuados de Lianga, Surigao del Sur demonstraram o uso da violência pelo Estado contra civis desarmados.

As prisões e detenções ilegais de trabalhadores, simpatizantes e até mesmo de membros da mídia apontam para o uso total do Estado de suas instituições opressivas para proteger os interesses burgueses compradores de grande porte e aterrorizar os trabalhadores e seus partidários. A classe dominante está rapidamente fechando suas fileiras - até mesmo ao ponto de usar seu poder e influenciar as grandes mídias corporativas para enterrar as verdadeiras histórias de opressão.

O regime está atacando em todas as frentes: além dos ataques em NutriAsia, Laiya e Lianga, os trabalhadores que protestam em Middleby, Unipak, Pearl Island, CoreAsia, Jollibee, Manila Harbour Centre, entre outros, estão sendo submetidos a assédio e intimidação. Os sindicalistas estão sendo ameaçados. Estes ataques estão no topo do regime sangrento, opressivo e militarista Oplan Tokhang, Oplan Tanggal-Tambay e Oplan Kapayapaan.

No campo, os lumads e os camponeses que já foram evacuados devido à intensa militarização são implacavelmente perseguidos e oprimidos, até ao ponto da inanição. As unidades da AFP bloqueiam seu suprimento de comida, água e outras necessidades, mesmo sob as denúncias da mídia e das mídias sociais. Como os trabalhadores das cidades, eles são acusados ​​de casos ridículos para mantê-los imóveis e incapazes de levar suas vidas e lutas.

 

No NPA estão camponeses e trabalhadores, bem como estudantes, profissionais e pessoas comuns, que desejam corrigir as injustiças que continuam sendo perpetradas pelo Estado e seus patrocinadores. No coração da revolução democrático-nacional está a aspiração por uma nova sociedade onde tais injustiças se tornarão fracas lembranças de uma época passada.

A justiça revolucionária será alcançada. A crescente catástrofe que a tirania do regime está invariavelmente provocando intensificará rapidamente a ira das pessoas e certamente conduzirá à queda deste sistema opressivo. Nós conclamamos a todos os trabalhadores, camponeses, estudantes, profissionais e massas trabalhadoras que lutam para se unirem ao NPA, e juntos, vamos lutar e destruir o sistema para inaugurar o futuro brilhante - sem a opressão, sem violência, sem a injustiça - que o povo filipino merece.

 

Ka Oris
Porta-voz do Novo Exército Popular (NPA)

 

Please reload

Leia também...

"Para você, amado camarada"

19/11/2019

"Necessidade contínua da Revolução Cultural"

18/11/2019

Mao: "À Memória de Norman Bethune"

15/11/2019

Stalin: "A Greve Geral Iminente"

14/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube