"Como devemos avaliar os últimos acontecimentos no Irã?"

10/01/2018

Quem está dizendo o que? Os EUA e Israel e todos os imperialistas tomaram uma atitude abertamente: eles estão dizendo "é hora de uma mudança no Irã".

O que mudará? Os mulás irão embora e a Democracia virá? Quem trará a democracia?

Não há democracia que virá da mão do imperialismo. Não há democracia que venha das mãos dos burgueses, liberais e reformistas.

Na Síria, Líbia, Iraque, Afeganistão, Iugoslávia ... onde trouxeram a democracia?

Nacionalistas curdos, alguns reformistas, círculos democráticos e etc., avaliaram o poder político existente como reacionário-teocrático-despótico e afirmaram que eles apoiam os últimos acontecimentos relacionados ao Irã ... eles querem mudar o poder político existente.

Bem, então, o que virá no lugar?

Se o que virá no lugar do poder político existente é progressista, revolucionário, então sim, deixe o poder existente ser mudado e deve ser mudado. No entanto, não há tal coisa.

O que está sendo experimentado é um truque "democrático" nos territórios instáveis do imperialismo e os setores sob sua influência ideológica. O imperialismo está tentando usar a real democracia popular, a liberdade e o desejo da justiça em seu próprio favor.

Não existe uma liderança revolucionária no Irã que dê a resposta às aspirações do povo. Dentro do movimento existente no Irã, não existe a perspectiva de socialismo e o poder das massas revolucionárias. Essas são as circunstâncias.

Conclusão:

Democracia, socialismo e independência são o que é necessário para os povos e o que proporcionará a sua libertação... na realidade, esse poder pode ser estabelecido sob a liderança revolucionária e marxista-leninista.

A libertação dos povos se dá por meio do socialismo e do marxismo-leninismo, pela vanguarda do povo.

Todo caminho fora disto, faz um serviço ao imperialismo fortalece o establishment reacionário.

É por isto, como podemos ver: mais do que nunca, os povos do mundo precisam da liderança da ideologia revolucionária e do marxismo-leninismo, ou seja, eles precisam das frentes do Partido. E aquilo que é necessário para o povo, o povo cria mais cedo ou mais tarde.


Nota dos camaradas do DHKP-C (Partido da Frente de Libertação Revolucionária da Turquia)

Please reload

Leia também...

"Se querem a paz, vocês têm que lutar por ela"

10/12/2019

O Socialismo Científico de Marx e Engels e o combate às ideias antiproletárias

09/12/2019

"Conversa entre J.V. Stalin e Mao Tsé-tung"

29/11/2019

"Carta da Komintern ao Comitê Central do PCB em 1933"

28/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube