NEP expropria 22 armas de fogo em ação contra empresa, nas Filipinas

11/10/2017

O Novo Exército Popular (NEP) da região norte de Mindanao elogia os combatentes vermelhos do comando sub-regional Centro e Sul de Bukidnon por seu triunfante ataque contra a Davao Ventures Corporation (DAVCO), uma empresa multinacional, localizada em Barangay Merangeran, Quezon, em Bukidnon, a 8 de outubro de 2017, às 16:15.

 

A DAVCO era anteriormente de propriedade da família Del Rosario e Antonio Leviste. Atualmente, opera através de um investidor estrangeiro do Brasil. As forças revolucionárias lançaram anteriormente duas ações punitivas contra a referida empresa de agro-empreendimentos, como um lembrete para que elas não se expandam agressivamente em áreas agrícolas onde culturas básicas como o arroz e o milho são cultivadas. As forças revolucionárias também visaram a proteção ambiental, já ela opera perto de uma área povoada. A inundação da terra e os riscos para a saúde decorrentes de produtos químicos tóxicos utilizados pela referida empresa são sempre iminentes.

 

Os combatentes vermelhos do NEP durante o ataque paralisaram um pulverizador, um trator, uma bomba de água, duas retroescavadeiras, um misturador químico e arrasou também um depósito de provisão onde os produtos químicos tóxicos são armazenados. Enquanto isso, os combatentes vermelhos apreenderam armas de fogo diversas das unidades de defesa da empresa, a saber, a Agência de Segurança de Mangust e a Agência de Segurança Fireball. Sem um único tiro disparado, eles expropriaram 22 armas de fogo, incluindo 12 rifles M16, um rifle M14, um rifle de tiro furtivo, quatro espingardas, três pistolas de calibre .45, munições de 9mm e de outros tipos, e equipamentos de comunicação. A referida ação militar durou cerca de 40 minutos e logo em seguida os combatentes do NEP bateram em retirada.

 

Essa ação militar servirá como entrave para o plano do regime EUA-Duterte em Mindanao, em relação às culturas comerciais e orientadas para a exportação, como óleo de palma, abacaxi, banana, cacau e borracha, que se dá através de expansão agressiva em milhões de hectares.

 

Por Ka Malem Mabini, Porta-voz do Novo Exército Popular da Região Centro-Norte de Mindanao

 

Traduzido pelo Camarada Fernando

Please reload

Leia também...

Stalin: "A Greve Geral Iminente"

14/11/2019

"O papel das mulheres na defesa de Stalingrado"

13/11/2019

Lenin: "Sobre os Sindicatos, o momento atual e os erros de Trotsky"

13/11/2019

URC: "Sobre o Golpe de Estado imperialista na Bolívia"

12/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube