"Quem é o Novo Exército Popular das Filipinas?"

01/02/2017

 

Antecedentes para a História da Luta Armada Filipina

Como muitos países do leste da Ásia tais como Vietnã, Coréia, Laos, Indonésia e Malásia, as Filipinas têm sido o campo de batalha de guerrilhas comunistas desde o século 20. O Novo Exército Popular das Filipinas (NPA-em inglês) é uma guerrilha comunista que vem operando nas Filipinas desde sua fundação em 1969 por um homem chamado Bernabe Buscayno que também é conhecido pelo pseudônimo “Comandante Dante”. O NPA atualmente ainda está lutando com dezenas de milhares de membros os quais integram o Novo Exército Popular o mais antigo exército de guerrilha comunista da história. Similar às já mencionadas revoluções comunistas, os comunistas filipinos a organizaram como uma resposta à terrível pobreza e às intervenções ocidentais imperialistas. Para dar um entendimento dos antecedentes sobre as Filipinas e sua luta por soberania, eis aqui algumas informações essenciais dos antecedentes:

 

Por mais de 300 anos as Filipinas foram um território colonial da Espanha até uma revolução derrubá-la em 1898. A Espanha vendeu as Filipinas para os Estados Unidos por 20 milhões de dólares. Revolucionários lutaram pela independência dos EUA em uma guerra que testemunhou a morte de mais de 1 milhão de cidadãos filipinos. Os EUA vêm mantendo presença extensiva nas Filipinas desde então. Os EUA possui um grande interesse nas Filipinas por conta de sua localização estratégica na Ásia, seus recursos naturais abundantes, e sua força de trabalho barata. Os EUA reconheceram a independência das Filipinas em 1946, todavia eles continuam a ter estreitos laços econômicos e políticos nas Filipinas. A década de 1960 testemunhou estudantes e camponeses conduzindo uma organização política da esquerda e no fim da década de 1960 uma revolução armada foi deflagrada pelos comunistas filipinos contra o governo. Em uma tentativa desesperada de refrear a revolução, o governo das Filipinas declarou lei marcial em 1972.

 
Por que rebelar-se nas Filipinas?

O que fez das Filipinas um terreno tão fértil para guerrilhas comunistas tais como o Novo Exército Popular (NPA) não foi apenas a interferência externa dos EUA, mas a estrutura econômica do campo. Na área rural das Filipinas, a terra é em sua maioria propriedade de grandes dinastias de latifundiários que transferem a propriedade de pai para filho. Polícia e as forças armadas são conhecidas por conduzirem detenções arbitrárias e assassinatos de trabalhadores que fazem greve. Um dos casos mais conhecidos foi o massacre de Hacienda Luisita no qual 12 agricultores e duas crianças foram assassinados pela polícia filipina e soldados (duas vítimas sufocaram-se e morreram depois de inalarem gás lacrimogênio). Outros vários problemas enfrentados pela classe operária filipina incluem poluição e destruição do meio ambiente, falta de empregos, baixos salários, vício em drogas, terrorismo islâmico e crimes violentos.

 

O que o NPA proporciona para os aldeões rurais?

Apesar de ser um exército de combate guerrilheiro, a maioria das atividades do Novo Exército Popular das Filipinas não inclui o combate. Recrutas do NPA são requeridos para passar por vários meses de trabalho para o NPA antes de eles tornarem-se combatentes efetivos. A maioria desse trabalho depende da habilidade do indivíduo recrutado, mas ele é em geral enviado para a agricultura e pequenos serviços nas vilas rurais do NPA. O NPA oferece serviço médico para os aldeões rurais e oferece seus guerrilheiros para conduzir trabalhos manuais nas áreas rurais e vilas. Os serviços médicos que o NPA oferece são variados, mas os serviços médicos mais comuns que o NPA oferece são a vacinação, a circuncisão, aconselhamento médico infantil e tratamento de feridos. Sua melhor demonstração foi depois do Typhoon Haiyan[1] em 2013 o qual matou 10.000 pessoas nas Filipinas. Depois que o Typhoon acabara, soldados do NPA saíram das selvas para ajudar na reconstrução de vilas e aos agricultores a reconstruírem seus lares e oferecer auxílio de emergência para o povo rural.  Sendo uma força de combate guerrilheira em um país coberto por selva densa e montes, o NPA usa a maior parte do ambiente para despistar o governo e construir bases de difícil acesso em cada um desses lugares. Esse é o motivo de muitos de seus recrutas e das pessoas com os quais entra em contato serem camponeses no interior do país.

 

Como o NPA dirige seu exército?

Armamentos e táticas são muito típicas para um exército guerrilheiro. O NPA usa as selvas, cavernas, e montanhas para construir bases em áreas isoladas e difíceis de alcançar. As chuvas pesadas, neblina da selva, e fortes ventos proporcionam, em conjunto, uma maneira para camuflar os guerrilheiros de serem localizados por trones espiões que militares dos Estados Unidos mobilizam nas Filipinas. Os armamentos dos NPA são variados, mas tipicamente o NPA tem sido identificado pelo uso de lançadores de granadas, rifles M16, rifles M14, rifles Kalashnikov, e em um vídeo de propaganda do NPA um líder do NPA mostrou seu exótico rifle Tavor usado por militares israelenses. O Novo Exército Popular vem sendo acusado de ser fundado pelos chineses e norte-coreanos o que não é improvável dado que ambos os países têm histórico de fundação de forças anticoloniais e comunistas pelo globo.  Durante os Conflitos na Irlanda do Norte, houve muitos casos de imigrantes irlandeses mandando armamentos dos EUA para o IRA (Exército Republicano Irlandês) por meio do envio de partes de armamentos através dos correios. Os EUA relaxaram muito o controle de armas e é crescente a população de migrantes filipinos, então não é irrealista crer que migrantes filipinos são uma das fontes das armas do NPA. As Filipinas são um país pobre com violentas gangues de traficantes de drogas, um elevado nível de crimes violentos, coberto de densas selvas difíceis de serem penetradas, e um dos mais importantes países de embarque e remessa portuária no mundo. Todos esses fatores fazem o controle de fabricação de armas ser muito difícil e facilitam a aquisição do NPA.

 

Conclusão

O NPA está apontando rumo a um cessar fogo com o governo Filipino e seu atual presidente Rodrigo Duterte, mas não cancelou a revolução e é muito improvável que deponha armas. Guerrilhas comunistas na história nunca foram derrotadas por meio de força bruta por si só desde que a maioria das tentativas de combater as guerrilhas acabou ferindo a população local e desse modo criando mais guerrilhas comunistas. O único meio para que o NPA possa ser derrotado é senão de dentro da própria NPA ou se as Filipinas já avistam um único dia sem pobreza, mas o NPA tem se mantido unido por aproximadamente meio século e as Filipinas nunca em centenas de anos viu um único dia sem pobreza em massa.

 

Nota do tradutor:

[1] Typhoon Haiyan, conhecido como “Super Typhoon Yolanda” nas Filipinas, foi um dos mais intensos ciclones tropicais já registrados, o qual devastou porções do sudeste da Ásia, particularmente as Filipinas, em 8 de novembro de 2013.

 

Por Matt Florence

 

Traduzido por Glauco Lobo

 

 

Please reload

Leia também...

Stalin: "A Greve Geral Iminente"

14/11/2019

"O papel das mulheres na defesa de Stalingrado"

13/11/2019

Lenin: "Sobre os Sindicatos, o momento atual e os erros de Trotsky"

13/11/2019

URC: "Sobre o Golpe de Estado imperialista na Bolívia"

12/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube