RPDC: "Com a bandeira nacional no alto"

09/09/2016

 

Em 9 de setembro do ano 37 da Era Juche (1948) foi fundada a República Popular Democrática da Coreia. Sua história de quase 70 anos está repleta de vitórias e glórias e orgulha a seu povo que luta pela independência, erguendo sua bandeira nacional no alto.

 

Com o nascimento da República, o povo coreano que havia sido submetido a escravidão colonial imposta pela ocupação militar do império japonês (1905-1945), se converteu em dono de um Estado soberano e independente e empreendeu a digna luta para realizada seu ideal e seus anseios.

 

A jovem República, com menos de dois anos de existência, venceu o imperialismo estadunidense que alardeava sua “supremacia” no mundo na guerra contra sua agressão armada (1950-1953), e defendeu a soberania e dignidade da nação.

 

Os Estados Unidos diziam que a Coreia não voltaria a se levantar nem em cem anos, mas a República conseguiu restaurar os espantosos danos em apenas três anos e estabeleceu o sistema socialista em 1958. Não ingressou no Conselho de Ajuda Mútua Econômica, instituição econômica da comunidade socialista e optou pela construção de uma economia nacional independente conseguindo assim a industrialização socialista em apenas 14 anos.

 

Com suas próprias forças, técnicas e recursos produziu diversas maquinas e equipamentos pesados e executou muitas obras monumentais como o Complexo Hidrelétrica do Mar Oeste.

 

Com a palavra de ordem “Vivamos ao nosso estilo!”, impulsionou a revolução e a construção de acordo com a situação concreta e condições reais do país, conseguiu uma grande ascensão na economia socialista e abriu uma época de esplendor da cultura socialista.

 

Mesmo diante da queda de alguns países socialistas no começo da década de 1990, o povo coreano continuou imperturbável em seu caminho do socialismo.

 

Nossa República que deu prioridade ao fortalecimento da defesa nacional a partir da década de 60 segundo sua linha de desenvolver paralelamente a construção econômica e a da defesa nacional, aplica plenamente a original política do Songun desde a metade de 1990 vencendo muitíssimas dificuldades para defender a soberania e dignidade do país e do povo.

 

Frente as incessantes provocações de guerra e a crescente ameaça e chantagem nuclear dos imperialistas encabeçados pelos EUA, mantendo a opção de desenvolvimento simultâneo da economia e o armamento nuclear chegando assim a possuir armas nucleares.

 

Desta forma, a República leva a melhor nos confrontos com o império ianque iniciados há mais de meio século e conquista vitórias atrás de vitórias.

 

Considera o fomento do bem-estar do povo como seu supremo princípio das atividades do Partido e do Estado. Por isto todos os cidadãos, livres da exploração, vivem felizes e em harmonia ajudando-se uns aos outros.

 

Tem trabalhos seguros, disfrutam da liberdade e direitos democráticos na vida social e agem como donos do Estado e da sociedade. Se beneficiam das crescentes medidas com os sistemas de assistência médica e estudo gratuitos.

 

Nos últimos anos foram construídos modernas habitações e instalações de recreação entre elas as casas de professores da Universidade Kim Il Sung, os apartamentos para os cientistas Mirae, o Complexo de Piscinas Munsu, a Estação de Esquí Masikryong, criando a nova velocidade de Pyongyang. Hoje se erguem obras monumentais de estilos singulares em muitos lugares do país à velocidade do Mallima (cavalo lendário).

 

Se registraram mudanças nos setores da agricultura, da pesca e da indústria ligeira e se abre uma boa perspectiva para a melhoria de vida da população. E os ressonantes êxitos na educação, saúde pública, arte e literatura, esportes e outros ramos estimulam a luta do povo coreano pela construção de uma potência civilizada.

 

O povo coreano, guiado pelo Marechal Kim Jong Un, construirá a potência socialista erguendo a bandeira da República, símbolo da vitória e glória.

 

Do Naenara

Please reload

Leia também...

Mao: "Reformemos Nosso Estudo"

07/08/2020

"A revolução de outubro na Rússia e o movimento operário na Itália"

07/08/2020

Stalin: "Lenin, organizador e chefe do Partido Comunista da Rússia"

06/08/2020

Avançam as lutas do proletariado e do povo do Uruguai contra a crise a repressão

05/08/2020

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube