"Desnuclearização do mundo é fraseologia vazia enquanto exista EUA"

23/09/2015

No início do seu mandato, o presidente estadunidense Obama advogou tanto por um “mundo sem armas nucleares” expondo que se esforçaria constantemente para realizá-lo ainda que não conseguisse durante o seu mandato. Porém nestes momentos em que se finaliza seu mandato, se vê ameaçada a vida da humanidade devido as manobras abertas da guerra nuclear dos EUA.

 

Revela o diário Rodong Sinmun em um artigo:

 

O mundo chega à conclusão de que enquanto exista os EUA, que tem enormes armas nucleares implantadas em todo o mundo, com as quais ameaça a vida da humanidade, não passará de ser fraseologia vazia a desnuclearização do mundo.

 

O problema é que os EUA falam do “mundo sem armas nucleares”, exercendo a ameaça e chantagem nuclear sobre outros países.


Os maníacos nucleares chantageam não somente os países que possuem armas nucleares como também aos desnuclearizados. Em tal circunstância, não se pode alcançar nunca a desnuclearização do mundo.


A insistência dos EUA no “mundo sem armas nucleares” é uma artimanha política para enganar outros países e a opinião pública mundial.
 

Devido aos maníacos nucleares que buscam a hegemonia mundial usando a ameaça nuclear, a construção de um mundo desnuclearizado será considerada como uma coisa de um futuro muito distante. Nunca se poderá realizar com esta promessa vazia.

 

da Korean Central Agency News (KCNA)

Please reload

Leia também...

O XX Congresso do PCUS e a crise no Partido Comunista do Brasil (PCB)

11/11/2019

Marx: "Carta a Pavel V. Annenkov"

11/11/2019

"Claudia Jones, uma pan-africanista, feminista e comunista pouco conhecida"

06/11/2019

"Jornalista Anna Louise Strong sobre Stalin"

04/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube