Governo quer cortar R$ 26 bi de gastos públicos com saúde, moradia e funcionalismo

15/09/2015

Alguns dias depois do corte do grau de investimento feito pela famigerada agência de risco Standard & Poor's, o Ministro da Economia, Joaquim Levy, e o Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, anunciaram em coletiva de imprensa um pacote de 26 bilhões de reais em cortes que recairão principalmente sobre os servidores públicos e o povo.

 

O pacote prevê o adiamento em 7 meses do reajuste anual dos salários dos servidores públicos que antes seria em janeiro, postergado para agosto, e, por isto, ocorre a corrosão do poder de compra dos salários causada pela inflação que está em 9,5%. A suspensão dos concursos públicos — que era uma das únicas formas de se conseguir emprego, neste momento, que o patronato faz demissões em massa, cada vez maiores e frequentes —, traz prejuízos drásticos e, o mais grave, as medidas são de corte de 3,8 bilhões de reais no âmbito da saúde.

 

Além disso foi anunciado um corte de 4,8 bilhões do programa Minha Casa Minha Vida, corte de 3,8 bilhões do PAC, o corte de bonificações do funcionalismo público e o corte de ministérios, renegociações de contratos de serviços e cortes de cargos de confiança na ordem de 4 bilhões de reais sem, no entanto, anunciar quais seriam as áreas afetadas. Também anunciou o aumento de impostos que segundo estimativas do governo aumentariam a arrecadação em 32 bilhões de reais, sendo anunciado também a intenção de criar um imposto similar a CPMF.

 

Esse pacote de medidas é claramente uma tentativa de acalmar o capital financeiro que pressiona o Governo cada vez mais para aprofundar a aplicação do programa de ataque aos trabalhadores para aumentar os seus abusivos lucros, tal qual vem sendo executado pela gerência de Dilma Rousseff. Somente a mobilização popular das forças progressistas podem reverter mais esse ataque aos trabalhadores.

 

por Diego Gregório

Please reload

Leia também...

"A trabalhadora na Rússia Soviética"

11/12/2019

"Se querem a paz, vocês têm que lutar por ela"

10/12/2019

O Socialismo Científico de Marx e Engels e o combate às ideias antiproletárias

09/12/2019

"Conversa entre J.V. Stalin e Mao Tsé-tung"

29/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube