Cuba e Coreia, uma amizade que seguirá para sempre

30/08/2015

A história de amizade e irmandade entre nossos povos seguirá para sempre, assegurou ao Granma o embaixador da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) em Havana, Pak Chang Yul, em razão da celebração de hoje do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países.

Aos 55 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países, Granma entrevistou o embaixador da nação asiática em Havana, Pak Chang Yul.

O diplomata disse que ambos Partidos, Governos e povos comemoram com orgulho a data, pois se converte em um motivo importante para consolidar os laços de amizade e cooperação, assim como para estimular ainda mais a luta antiimperialista e defender as respectivas revoluções.

Além disso, acrescentou, ambos os povos consolidaram sua irmandade baseada em princípios revolucionários e obrigações morais, se apoiando e cooperando mutuamente.

Durante o diálogo, lembrou que a amizade entre as duas nações tem a marca da heróica luta de nossos dois povos, que superaram todo tipo de desafios e dificuldades criados pelas cruéis maquinações do Império.

Nesse sentido, também expôs como o grande líder e pai da pátria socialista, Kim Il-sung, deu seu informe em defesa da Revolução Cubana, quando, em meio a Crise de Outuro, convocou seu povo a rechaçar a manobra estadunidense, e fez um chamado a que tanto membros da embaixada em Cuba quanto estudantes, dessem seu apoio aos seus irmãos cubanos.

Da mesma maneira, o Comandante em Chefe Fidel Castro Ruz, líder histórico da Revolução Cubana, sempre brindou seu sincero apoio e solidariedade a justa causa de nosso povo, na luta pela construção do socialismo e por realizar a reunificação independente da pátria, disse Pak Chang Yul.

Sobre o recente reestabelecimento de relações diplomáticas entre Cuba e os Estados Unidos, opinou que é uma vitória indiscutível do Partido, do Governo e do povo de Cuba que Washington tenha reconhecido o erro de sua política hostil.

Pak Chang Yul também explicitou que seu país seguira brindando seu invariável respaldo e solidariedade a Cuba, que luta a mais de meio século sob a bandeira guía de Fidel e Raul.

Nosso povo, conforme a solene vontade dos máximos dirigentes de ambos os países, dedicará todos seus esforços para consolidar e desenvolver as relações de amizade e cooperação com Cuba. Estaremos para sempre ao lado do povo cubano, concluiu.

Além da celebração desse sábado 29 de agosto do aniversário de 55 anos das relações entre Havana e Pyongyang, no próximo mês de outubro a RPDC festejará o 70º aniversário da fundação do Partido do Trabalho da Coreia.


Traduzido do Granma pela equipe do Fuzil Contra Fuzil.

Please reload

Leia também...

"A trabalhadora na Rússia Soviética"

11/12/2019

"Se querem a paz, vocês têm que lutar por ela"

10/12/2019

O Socialismo Científico de Marx e Engels e o combate às ideias antiproletárias

09/12/2019

"Conversa entre J.V. Stalin e Mao Tsé-tung"

29/11/2019

1/3
Please reload

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube