banner VII Salao do Livro Político.gif
  • NOVACULTURA.info

"Jovens Pioneiros: como as mulheres podem ajudar"



A burguesia de todos os países entende com exatidão que grande poder as experiências da infância têm sobre as pessoas, e por isso se empenham em trazer as crianças no espírito burguês desde os primeiros anos.


O clero, os professores servis ao governo burguês, os autores infantis sem princípios e os proprietários do cinema agarrados trabalham febrilmente nessa direção.


Nos últimos anos, a burguesia recorreu ao sistema Boy Scouts [escoteiros] para organizar as crianças em destacamentos fiéis à antiga ordem, acampamento, bivaques, divertidos jogos, esportes — todos esses interesses engrossam as crianças que não sabem que, nessas organizações, estão sendo silenciosamente apanhados na rede das ideias burguesas e que estão sendo treinados como servos escravos do capitalismo. A organização das crianças fascistas na Itália, a “Belilla”, baseia-se nos mesmos princípios que os escoteiros.


Um milhão de pioneiros russos


Por outro lado, vemos a Internacional dos Jovens Comunistas, auxiliada pelos partidos comunistas, tentando organizar um Movimento das Crianças Comunistas.


Na Alemanha, os grupos de crianças são muito bem organizados. As crianças não se deixam ser castigadas nas escolas, se recusam a orar, ajudam os trabalhadores em greve, recolhem dinheiro para crianças famintas e, por todas essas coisas, muitas vezes são levadas para a delegacia de polícia, onde se comportam virilmente. O Movimento Infantil organiza-os e os treina na coragem e na vontade de lutar.


Aqui na Rússia Movimento das Crianças também começou a crescer. Os participantes deste Movimento, com idade entre onze e quatorze, são chamados de “Jovens Pioneiros”, dos quais já existem cerca de um milhão.


É importante que o Movimento das Crianças seja o mais próximo possível das organizações de trabalhadores, especialmente das mulheres.


O que as mulheres trabalhadoras podem fazer para os Jovens Pioneiros? As mulheres trabalhadoras conscientes podem, acima de tudo, realizar uma grande agitação entre as trabalhadoras e camponesas, que não são conscientes da classe, explicando-lhes o que são os “Jovens Pioneiros”.


Explicando o Movimento


A participação na organização “Jovens Pioneiros” proporciona aos filhos dos trabalhadores amizade com seus camaradas, muitas experiências felizes e um conhecimento da luta da classe trabalhadora. Também desperta sua curiosidade. Isso deve ser explicado para as mulheres trabalhadoras e camponesas que não gostam de seus filhos se juntarem aos Pioneiros e os repreendem por isso.


Deve ser explicado para elas que não é menos importante para as meninas do que para os meninos se juntar aos Pioneiros. As meninas não devem ser amarradas à casa, mas desde os primeiros anos devem estar acostumadas a estar juntas, em uma organização com os meninos - estar com eles em uma condição de camaradagem.


Os jovens pioneiros desejam trabalhar, querem ter mãos trabalhadoras; na verdade, eles querem ser capazes de fazer um grande negócio, e eles estão preparados para aprender de quem pode ensiná-los. As mulheres que trabalham são capazes de um grande negócio, que transmitam seus conhecimentos aos Pioneiros.


As mulheres trabalhadoras podem encontrar mil maneiras de ajudar os Jovens Pioneiros a crescer como lutadores firmes, trabalhadores capazes para o futuro e bons comunistas.


Por Nadezhda Krupskaya, no Workers’ Weekly, de 3 de julho de 1925


Tradução de Leonardo Lamarca