1/10

"As Teses de Abril de Lenin"


17 de abril de 1917 é a data gloriosa em que Lenin lançou suas Teses de Abril, mundialmente conhecidas. As Teses de Lenin apareceram no período da mais extraordinária reviravolta da história da Rússia.


Nos primeiros dias da Revolução de Fevereiro, foram criados os Sovietes dos deputados operários e soldados, como órgãos do poder popular. Entretanto, nos primeiros tempos, os partidos conciliadores - menchevique e social-revolucionário - conseguiram apoderar-se da maioria das cadeiras de deputados nos Sovietes. Uma parte considerável do povo, inexperiente no terreno político, acreditava nos mencheviques e social-revolucionários. Mas estes traidores ludibriaram as esperanças do povo e fizeram um conchavo com a burguesia. Às ocultas dos bolcheviques, entenderam-se com os representantes da burguesia a respeito da formação do novo governo da Rússia — o Governo Provisório burguês. Este governo era composto pela burguesia e por proprietários rurais aburguesados. Sobre as ruínas do tzarismo, a burguesia imperialista russa, auxiliada pelos Sovietes dominados por mencheviques e social-revolucionários, estabeleceu seu próprio poder. Surgiu um entrelaçamento sui-generis de dois poderes — do Governo Provisório e dos Sovietes. Resultou daí o duplo poder. Era necessária uma nova orientação do Partido nas novas condições de luta.


Nas Teses de Abril, é generalizada, de forma extraordinariamente concisa, a experiência histórica das duas revoluções russas e, com perspicácia leninista, fundamentado o plano concreto da passagem da revolução democrática burguesa, já realizada, para a revolução socialista.


Nas Teses de Abril, Lenin deu uma res