Kim Il Sung: "A vida de um revolucionário deve começar e terminar com a luta"


Estimados chefes de Estado e convidados estrangeiros, Queridos camaradas e amigos, Chefes de Estado e líderes de alto escalão de partido e governo de vários países amigos no mundo, bem como distinguidos personagens e muitos outros amigos do exterior. vieram para nosso país para celebrar meu aniversário. Isso é uma grande honra para mim e sou profundamente grato por isso. Permita-me também expressar meus sinceros agradecimentos aos membros das delegações congratulatórias do Partido Revolucionário para a Reunificação e aos sul coreanos que arriscaram suas vidas para vir à parte norte da pátria para me parabenizar, bem como os membros de delegações congratulatórias de coreanos residentes no Japão e outras de coreanos residentes em outros lugares no exterior que estão visitando a pátria socialista com calorosos sentimentos patrióticos. Também, gostaria de oferecer minhas felicitações ao povo sul coreano e a todos coreanos residentes no exterior. Meus profundos agradecimentos vão para o Partido e o Governo da República, nossos camaradas revolucionários de longa data, todos nossos quadros do Partido, e demais membros do Partido e ao povo por ter preparado várias apresentações para me felicitar no meu aniversário. Fiquei profundamente comovido com as calorosas felicitações de meus amigos estrangeiros, nossos muitos camaradas e todo o nosso povo. O afeto caloroso e a profunda confiança que os camaradas revolucionários e o povo demonstram comigo fortalecem minha determinação revolucionária de responder, sem falta, ao amor e às expectativas deles, realizando mais trabalho para o país e para o povo. Para mim, a coisa mais feliz é ser amado e apoiado pelo povo, e a coisa mais digna é servir a eles. É meu desejo viver desfrutando de seu amor e apoio, e é meu dever revolucionário lutar por eles até o último momento de minha vida. Desde que entrei na estrada revolucionária, sempre fui amado e apoiado pelo povo. É inteiramente devido ao grande amor, proteção e ajuda sincera que recebi de meus camaradas e do povo que pude continuar com minhas atividades revolucionárias em boa saúde até hoje, quando comemoro meu septuagésimo aniversário. São os trabalhadores, os camponeses e outros que me revigoraram, me encorajaram e me deram sua confiança em cada etapa difícil da luta revolucionária. Não é outro senão o povo que me deram sabedoria e me ensinaram os caminhos e os meios de conduzir a revolução e a construção pelo caminho certo. Também é o povo que resolutamente defendeu a nova linha e políticas que nós propusemos em cada fase da revolução e construção e as levou a cabo exibindo heroísmo e espírito de auto sacrifício. O povo sempre foi meu dedicado protetor, bom benfeitor e excelente professor. Temos sido fortemente apoiados e amados pelo povo e travamos uma luta acreditando e confiando neles durante todo o curso da árdua e prolongada luta revolucionária. É por isso que conseguimos superar todas as dificuldades e conquistar vitórias brilhantes na revolução e na construção. Quando desfrutamos do amor e do apoio do povo, acreditamos em sua força e confiamos nele, podemos superar qualquer desafio, por mais amargo que seja, e sair vitorioso de qualquer luta, por mais difícil que seja. Essa é uma verdade que descobrimos ao conduzir a luta revolucionária. Nós apreendemos essa verdade revolucionária inestimável durante nossa luta e a mantivemos como nosso inabalável credo revolucionário. Este é o segredo que nos permitiu manter a bandeira revolucionária do Juche e levar nossa revolução à vitória, apesar de todas as dificuldades e complexidades. Mais de meio século passou desde que lançamos a luta revolucionária. Nossa revolução avançou ao longo da estrada sob a bandeira da Ideia Juche. No entanto, nossa luta não acabou. Nós temos muito trabalho a fazer. Precisamos reunificar nosso país dividido, alcançar a vitória completa do socialismo, construir um paraíso comunista em nossa terra e, assim, realizar a causa revolucionária do Juche. Para cumprir esta causa, devemos continuar nossa luta sem nos deixar levar pelo sucesso já alcançado e fortalecer ainda mais a unidade e a coesão de nossas fileiras revolucionárias. Não podemos nos permitir cessar nossa luta nem por um momento. A vida de um revolucionário deve começar com luta e terminar com luta. A revolução deve ser levada de uma geração para outra. A luta ininterrupta e o progresso contínuo são a exigência da revolução e o teor de uma vida revolucionária. Assegurar a firme unidade e coesão da ideologia e vontade das fileiras revolucionárias é a chave para a vitória da nossa futura luta para reunificar o país dividido e modelar toda a sociedade sobre a Ideia Juche. Devemos defender e continuar firmemente a fortalecer a firme unidade e coesão de nossas fileiras revolucionárias, que foram alcançadas através da luta revolucionária de meio século. Esta unidade e coesão devem basear-se na Ideia Juche e centrar-se no Comité Central do Partido; elas devem ser confirmadas por um nobre senso de obrigação e fé revolucionárias. Somente a unidade e a coesão que se concentram no eixo de única ideologia e baseiam-se no sentido de obrigação revolucionária e fé, durará para sempre e superará todas as tribulações e provações. Todos os quadros e membros do Partido, bem como o povo, deve equipar-se completamente com a Ideia Juche e, com uma ideologia e propósito, reunir-se de perto em torno do Comitê Central do Partido. Quando os núcleos revolucionários e duros do nosso partido, todos os quadros e todo o povo, lutam corajosamente, se unem, com um só coração e de perto em torno do Comitê Central do Partido, a vitória e a glória estarão sempre à nossa frente e a causa revolucionária do Juche será realizada de forma esplêndida. Camaradas e amigos Aqui estão os Chefes de Estado e líderes de alto escalão de partido e governo de vários países, assim como muitos outros de nossos amigos estrangeiros. Estamos muito satisfeitos por estarmos reunidos aqui com nossos camaradas de armas e amigos de muitos países que estão avançando ombro a ombro nas mesmas fileiras sob a bandeira da independência. Muitos enviados de amizade tiveram o trabalho de percorrer longas distâncias de diferentes continentes e regiões do mundo e nos parabenizar. Esta é uma demonstração inequívoca dos ardentes sentimentos de camaradagem e nobre obrigação revolucionária que se desenvolveram durante nossa luta comum pela independência contra o imperialismo. Considero uma grande honra e satisfação ter muitos excelentes companheiros de armas e amigos como vocês em diferentes partes do mundo. Damos muito valor à nossa amizade e lealdade para com nossos camaradas de armas e amigos internacionais e os povos progressistas ao redor do mundo, e nos esforçaremos para desenvolvê-la ainda mais. Esta é a era da independência. Com o passar dos dias, mais e mais nações do mundo estão avançando no caminho da independência e a crescente onda de independência está se espalhando por todos os continentes. Devemos nos esforçar para trazer a independência para o mundo inteiro, acompanhando esta forte tendência nos tempos. Tornar o mundo inteiro independente é o desejo unânime dos povos de todos os países que defendem a autodeterminação. A humanidade compartilha a nobre causa comum de varrer o imperialismo e o colonialismo desta terra e alcançar a soberania completa para todos os países e nações. Somente quando todo o mundo tornar-se independente pode o perigo de outra guerra mundial ser completamente eliminado, uma paz universal duradoura garantida e uma nova sociedade próspera construída em todas as terras para se realizar o desejo e o ideal do povo. Se quiserem alcançar a independência global, os povos de todos os países que defendem a autodeterminação devem trabalhar juntos, a partir de uma unidade sólida e cooperar intimamente uns com os outros. O poder dos povos reside precisamente na força de sua unidade. Sua força unida é invencível, tanto em um único país quanto em escala mundial. Se eles mantiverem firmemente sua soberania e desenvolverem uma luta conjunta em estreita unidade, os povos das nações não-alinhadas e todos os países emergentes poderão isolar e enfraquecer as forças imperialistas, conseguindo frustrar seus movimentos agressivos e intervencionistas, defender a soberania de seus países e nações e realizar a independência em nível global. Como no passado, assim também no futuro, o Partido do Trabalho da Coreia e o Governo de nossa República, sob a bandeira da independência, amizade e paz, promoverão ativamente as relações de amizade e cooperação com os povos de todo o mundo e envidará todos os esforços para fortalecer a unidade e a solidariedade entre as forças independentes do mundo. Através dos esforços conjuntos e da luta dos povos em defesa da autodeterminação, a unidade e a solidariedade das forças independentes se tornarão mais fortes em escala global a cada dia que passar, e a causa da independência para o mundo inteiro alcançará um triunfo glorioso. Caros camaradas e amigos, Valendo-me da oportunidade apresentada por um encontro significante que sentimentos de nobre camaradagem revolucionária e amizade estão aumentando, eu gostaria de prometer minha devoção sincera e duradoura à luta revolucionária para reunificar nosso país de forma independente, modelar toda a sociedade sobre a Ideia Juche, e tornar o mundo inteiro independente; então proponho um brinde: À longa vida e boa saúde dos Chefes de Estado aqui de muitos países, que são nossos irmãos próximos e companheiros de armas. À saúde dos líderes de alto escalão de partido e governo de vários países, eminentes figuras, muitos amigos estrangeiros e enviados diplomáticos de diferentes países do mundo que estão presentes aqui. À saúde dos membros da delegação de congratulações do Partido Revolucionário para Reunificação, e da delegação de felicitações do povo sul-coreano, os valentes combatentes que vieram do campo de batalha justa contra o imperialismo estadunidense e seus aliados, bem como todos os revolucionários e patriotas de diferentes setores da vida na Coreia do Sul. À saúde dos membros da delegação de congratulações de cidadãos coreanos no Japão, da delegação de congratulações de coreanos residentes no ultramar, e todas as outras delegações de congratulações, que vieram para o seu país socialista, vindo do Japão e outros países ao longo de oceanos e continentes, e todos os outros coreanos no exterior. À saúde de todos os quadros, membros do Partido, trabalhadores, camponeses, intelectuais trabalhistas, e do resto do nosso povo, que são ilimitadamente leais ao Partido e à revolução. E à saúde de todos os camaradas presentes aqui.


Discurso feito por Kim Il Sung no Banquete dado pelo Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia em 15 de abril de 1982.


Tradução de A Voz do Povo de 1945



20 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
JORNAL-BANNER.png

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube