1/10

"Stalin nos conduz à vitória do comunismo"


O dia de hoje é uma grande festa de todo o povo.

Os povos da poderosa União Soviética e centenas de milhões de trabalhadores do globo terrestre, com o sentimento de um amor sem limites e da mais profunda veneração, festejam o dia feliz para a humanidade, o dia do nascimento do grande chefe dos trabalhadores, o querido e muito amado camarada Stalin.

Dos setenta anos de sua vida gloriosa, o camarada Stalin dedicou cinquenta e cinco anos, numa heroica atividade de revolucionário proletário, cheia de privações, perigos, luta tenaz e grandes trabalhos, à causa da libertação da classe operária e de todos os trabalhadores das cadeias da escravidão e da exploração capitalistas, da miséria e da opressão.

Dedicada e abnegadamente, com perseverança e tenacidade, o camarada Stalin no correr de mais meio século, conduz a grande luta revolucionária pela vitória na terra de uma vida justa, feliz e cheia de alegria pela vitória do comunismo.

Com o aparecimento da classe operária, a classe mais oprimida e explorada da sociedade capitalista, mas, ao mesmo tempo, a classe mais revolucionária e organizada de toda a história da humanidade, a causa da libertação dos trabalhadores encontrou terreno firme.

A classe operária produziu chefes novos, os grandes teóricos e revolucionários — Marx, Engels, Lenin e Stalin. Graças a eles o objetivo pelo qual, durante séculos, lutaram as massas trabalhadoras, oprimidas e exploradas, o objetivo com o qual sonharam e ao qual aspiraram os melhores homens e os mais nobres, tornou-se inteiramente real e atingível. De utopia, o socialismo transformou-se em ciência, em teoria, em guia para a ação revolucionária, instrumento da luta pelo comunismo.

Depois da morte de Marx e Engels, os líderes traidores da II Internacional, deformaram, desnaturaram o marxismo, despojando-o de seu espírito revolucionário. Sua obra infame é continuada atualmente pelos socialistas de direita, que traíram a doutrina marxista e os interesses de classe do proletariado e atuam como ideólogos do imperialismo e dos incendiários de guerra.

Somente Lenin e Stalin, somente o Partido Bolchevique, criado e dirigido por eles, permaneceram fiéis à classe operária, fiéis ao marxismo revolucionário. Somente eles elevaram bem alto a gloriosa bandeira de combate do marxismo, a bandeira da luta de classes, congregando em tomo de si a classe operária e todos os trabalhadores, e conduzindo-os ao assalto ao capitalismo, à Grande Revolução Socialista de Outubro, à ditadura da classe operária, à vitória do socialismo em nosso país.

Pela primeira vez na história da sociedade humana, triunfaram as massas oprimidas e exploradas — a classe operária e o campesinato trabalhador. Quem era nada, tornou-se tudo.

As massas trabalhadoras secularmente oprimidas, esmagadas pela miséria e pela amargura, ao se verem livres da escravidão e da exploração, ergueram-se, tornaram-se verdadeiros seres humanos, incorporando-se à política, à vida social, à cultura e à ciência, e criando o seu Estado socialista soviético — o farol, a esperança e o baluarte dos trabalhadores do mundo inteiro. Sob a direção de Stalin, eles criaram um exército poderoso e glorioso e defenderam a Pátria contra os invasores fascistas.

Exatamente por isto, o Partido e o grande Stalin gozam, no seio da classe operária e de todos os trabalhadores, de uma autoridade tão incontestável e de um amor sem limites, Stalin encarnou a indignação sagrada de classe dos operários e o seu ódio aos exploradores e opressores, toda a sua vontade inquebrantável, a sua paixão e a sua energia revolucionárias na luta por uma vida melhor, pelo comunismo. Toda a atividade do camarada Stalin é orientada no sentido de elevar a reforçar a classe operária e melhorar sua situação.

Diz o camarada Stalin: "Se cada um de meus passos no trabalho para elevar a classe operária e reforçar o Estado socialista desta classe, não fosse orientado no sentido de reforçar e melhorar a situação da classe operária, eu consideraria minha vida sem objetivo".

Já no começo de sua atividade de revolucionário