1/10

"Friedrich Engels por Lenin"



Que tocha da razão deixou de arder,

que coração parou de bater!


No dia 5 de agosto de 1895, Friedrich Engels morreu em Londres. Depois de seu amigo Karl Marx (que morreu em 1883), Engels foi o maior estudioso e professor do proletariado moderno em todo o mundo civilizado. Desde o momento em que o destino uniu Karl Marx e Friedrich Engels, os dois amigos dedicaram o trabalho de suas vidas a uma causa comum. E para entender o que Friedrich Engels fez pelo proletariado, é preciso ter uma ideia clara da importância do ensino e do trabalho de Marx para o desenvolvimento do movimento operário contemporâneo. Marx e Engels foram os primeiros a mostrar que a classe trabalhadora e suas demandas são um resultado necessário do sistema econômico atual que, inevitavelmente, junto com a burguesia, cria e organiza o proletariado. Eles mostraram que não são os esforços de indivíduos bem intencionados com mentalidade nobre, mas sim a luta de classes do proletariado organizado que livrará a humanidade dos males que agora a oprimem. Em seus trabalhos científicos, Marx e Engels foram os primeiros a explicar que o socialismo não é uma invenção de sonhadores, mas o objetivo final e resultado necessário do desenvolvimento das forças produtivas na sociedade moderna. Toda a história registrada até agora tem sido a história da luta de classes, da sucessão do domínio e da vitória de certas classes sociais sobre outras. E isso continuará até que as bases da luta de classes e da dominação de classes – propriedade privada e produção social anárquica – desapareçam. Os interesses do proletariado exigem a destruição dessas bases e, portanto, a luta de classes consciente dos trabalhadores organizados deve ser dirigida contra elas. E toda luta de classes é uma luta política.