1/10

"Como o revisionismo kruschevista destruiu a União Soviética"


Prefácio para a segunda edição hindu do livro “Perestroika”, de Harpal Brar.

(Escrito por ocasião do 25º aniversário do colapso da União Soviética)

Mal completaram-se 25 anos desde que, no final de 1991, a União Soviética colapsou. São inegáveis os reveses sofridos pelo campo socialista em consequências dos acontecimentos que desenrolaram-se na URSS e na Europa oriental.

Eu escrevi este livro logo após o desaparecimento do que fora a gloriosa União Soviética. Em sua escrita, me deparei com uma tarefa dupla: primeiro, eu tinha de expor a falência total, bem como seu desvio completo do marxismo-leninismo, das políticas postas em prática por Gorbachev e seus aliados. Em segundo lugar, eu tinha que explicar as origens e o desenvolvimento disto que pode ser chamado de “fenômeno Gorbachev”.