1/10

Lenin: "Capitalismo e imigração de trabalhadores"


O capitalismo fez surgir uma forma particular de migração entre as nações. O rápido desenvolvimento dos países industrializados, introduzindo a maquinaria em larga escala e expulsando os países atrasados dos mercados, aumenta os salários acima da média mundial e atrai os trabalhadores dos países atrasados.

Centenas de milhares de trabalhadores, portanto, percorrendo centenas de milhares de quilômetros. O capitalismo avançado arrasta-os forçosamente para sua órbita, arranca-os das terras onde viviam, faz deles participantes do movimento histórico mundial e coloca-os diante da poderosa e unida classe burguesa industrial.

Não restam dúvidas de que o espectro da pobreza, por si só, leva as pessoas a abandonarem suas terras natais. É então que os capitalistas exploram os trabalhadores imigrantes das formas mais vergonhosas que existem. Mas apenas os reacionários poderiam fechar os seus olhos para a significação progressista desta moderna migração nacional. A emancipação do jugo do capital é impossível sem desenvolvimento ulterior do capitalismo e sem a luta de classes em que se sustenta. E é exatamente para esta luta que o capitalismo está arrastando as massas trabalhadoras de todo o mundo, destruindo os